O Governo vai aprovar esta quinta-feira, 25 de Maio, em Conselho de Ministros, o registo gratuito de prédios e terrenos rústicos e prevê isenção de taxas até ao fim de 2018. Depois, os terrenos não reclamados passam para o Estado e serão integrados num banco de terras. O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, garantiu ainda em declarações à agência Lusa, que o Estado conhece todo o seu património que está identificado, localizado e delimitado.

Terrenos florestais e agrícolas não registados vão passar para o Estado - Capeia Arraiana
Terrenos florestais e agrícolas não registados vão passar para o Estado. Registo é gratuito até 2018
Ler Mais