Tag Archives: passeio

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Caminhada e passeio equestre em Aldeia Velha

No dia 9 de Outubro Aldeia Velha, freguesia do Concelho do Sabugal, é palco de uma caminhada e de um passeio a cavalo organizada pelo Centro Recreativo e Cultural.

caminhada_9_16

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Caminhada e passeio em Aldeia Velha

O Centro Recreativo e Cultural de Aldeia Velha, concelho do Sabugal, realiza no próximo dia 12 de Outubro, uma caminhada, passeio BTT e passeio a cavalo.

Aldeia Velha está em movimento

Aldeia Velha está em movimento

AAR-Associação Amigos Ruivós - Sabugal - Capeia Arraiana

Passeio de motorizadas da Associação de Ruivós

A AAR-Associação dos Amigos de Ruivós organizou no passado mês de Agosto o terceiro passeio de motorizadas (menos de 50cc) pelas estradas e aldeias do concelho do Sabugal. Marcaram presença cerca de 40 exemplares das míticas máquinas e, desta vez, todas chegaram ao fim.

Passear em Aldeia Velha

O Centro Recreativo e Cultural de Aldeia Velha vai realizar, a 30 de Setembro, domingo, três iniciativas voltadas para a população: caminhada, passeio BTT e passeio equestre.

A associação local, pretendendo ser de todos e para todos, programou as iniciativas, abertas ao público em geral, para a promoção do convívio entre as pessoas e para lhes proporcionar o contacto com a Natureza.
É este o programa dos três passeios, em diferentes meios de locomoção, a pé, de bicicleta e a cavalo:
8h30 – Concentração no Enxido.
9h00 – Partida simultânea dos três passeios.
12h30 – Encontro na Senhora dos Prazeres.
13h00 – Almoço.
As inscrições podem ser feitas nos cafés e comércios de Aldeia Velha até às 19 horas do dia 28 de Setembro – é importante o cumprimento do prazo para se poder planear convenientemente o almoço.
Para mais informações os interessados poderão contactar o Zé Tó: 969128427; ou o André: 926962792.

Capeia Arraiana deseja bons e animados passeios à gente de Aldeia Velha.
plb

Passeio de Motorizadas da Associação de Ruivós

A Direcção da AAR-Associação dos Amigos de Ruivós organizou pelo segundo ano consecutivo o Passeio das Motorizadas pelo concelho do Sabugal. As velhinhas Famel, Sachs, Zundapp, Lebres e outras roncaram e esfumaçaram pelas estradas de Águas Belas, Pousafoles do Bispo, Sortelha e Sabugal durante a manhã e do Soito, Alfaiates, Vilar Maior, Carvalhal do Côa e Nave após um almoço bem merecido dos motards.

(Clique nas imagens para ampliar.)

jcl

I Passeio Equestre do Casteleiro

No passado domingo, dia 6 de Fevereiro, as terras quentes do Casteleiro foram palco para um Passeio Equestre que juntou cerca de 50 cavaleiros.

(Clique nas imagens para ampliar.)

O desafio, lançado por dois sócios do Centro de Animação Cultural do Casteleiro e mordomos do passeio equestre, Vítor Fortuna e Joaquim Nabais, dois amantes dos cavalos e de bons passeios, foi prontamente aceite pela Direcção.
Logo pela manhã, a azáfama era muita, cavalos, cavaleiros e muitos acompanhantes não paravam de chegar e foram muitos os que, após o pequeno-almoço, fizeram questão de iniciar o passeio…de carrinha!
Um domingo com temperatura agradável, um sol quente e a beleza única das terras casteleirenses, formaram o cenário perfeito para partir à descoberta de trilhos e caminhos de cores inconfundíveis.
À chegada, o CACC brindou todos os participantes com um almoço de ementa apelativa com os tradicionais enchidos da região para as entradas, sopa de canja e, como prato principal, arroz de feijão e uma farta grelhada, regada com um tinto das velhas e famosas castas do Casteleiro.
A Junta de Freguesia apoiou a iniciativa com a oferta de um troféu a todos os participantes.
Durante a tarde ainda houve tempo para brindar os mais resistentes com uma brincadeira e também uma surpresa: três bezerras para animar a malta.
Terminado com êxito este I Passeio Equestre do Casteleiro, ficou a promessa de iniciar a preparação do próximo.
Beatriz Costa

Passeio de cicloturismo de Ruivós a Badamalos (1)

A Junta de Freguesia de Ruivós e a Associação dos Amigos de Ruivós organizaram um passeio de cicloturismo aberto a todas as idades entre Ruivós e Badamalos com passagem pela Ponte de Sequeiros em Valongo do Côa.

Passeio Cicloturismo Ruivós - Ponte Sequeiros - Ponte Badamalos

A partida para o passeio de cicloturismo foi dada às 10 horas da manhã do dia 3 de Agosto no parque do Salão de Festas e sede da AAR-Associação dos Amigos de Ruivós.
Aos 44 participantes de todas as idades presentes à partida juntaram-se, para apoiar a passagem nos cruzamentos, algumas moto4 e motorizadas recuperadas tipo «Famel Zundapp» que deixaram o seu som e cheiros caracteristicos a lembrar os anos 80 quando eram donas e senhoras das estradas e caminhos de quase todo o país. No concelho do Sabugal muitos jovens após regressarem de uma temporada de trabalho nas vindimas ou na apanha da maça em terras de França adquiriam a sua motorizada V5, Sachs ou Zundapp e apresentavam-se orgulhosos e vaidosos nos bailes e discotecas raianas.
Voltando às bicletas e após vigorosas pedaladas do pelotão estrada abaixo os ciclistas passaram à igreja matriz de Ruivós, olharam a amoreira e rumaram para as primeiras dificuldades do percurso, sempre a subir, até à rotunda da Santíssima Trindade onde tomaram o sentido de Valongo do Côa. Pelo caminho foram acontecendo pequenos percalços como distraídas saídas de estrada ou correntes que se soltavam e obrigavam ao apoio técnico do «carro-vassoura».
À chegada à belíssima Ponte de Sequeiros o presidente da Junta de Freguesia de Valongo do Côa, Alberto Monteiro, fez questão de brindar todos os participantes a acompanhantes com um «reabastecimento» para recuperar forças e apagar a sede.
Após uns banhos no rio Côa era tempo de atravessar a secular passagem fortificada em estilo românico sustentada por três arcos que já foi passagem de fronteira e tem data de construção provável no século XIII.
As dificuldades eram agora acrescidas porque, se a primeira parte do percurso foi toda em alcatrão, a «segunda etapa» decorreu inteiramente em terra batida que levantava muito pó à passagem dos cicloturistas. À cabeça do pelotão, sempre em alta rotação, um fugitivo de nome Padre Hélder Lopes deixava muito para trás toda a concorrência. De facto, mostrando excelente forma física e equipado a rigor o Padre Hélder esteve sempre na dianteira e foi dos primeiros a chegar à Quinta do Marrafa do Soito (actualmente propriedade de Manuel Vaz Leitão, presidente da Junta de Freguesia de Ruivós).
O pelotão foi acompanhado por uma caravana automóvel com dezenas de ruivosenses que, apesar de não participarem de bicicleta, não quiseram deixar de estar presentes provocando um vazio de pessoas na aldeia de Ruivós.
Ainda antes de atacarem um porco no espeto ciclistas e acompanhantes refrescaram-se dando um mergulho nas águas do Côa.
O convívio do 1.º passeio de cicloturismo de Ruivós teve como convidado de honra António Robalo, presidente da Câmara Municipal do Sabugal, que se fez acompanhar por Delfina Leal, Joaquim Ricardo, Vítor Proença e outras ilustres personalidades.
Jornada de amizade em tempo de emigrantes que levou as bandeiras da Junta de Freguesia e da Associação de Ruivós a esvoaçar ao longo do Côa até terras da Miuzela e deu a conhecer pela primeira vez a muitos miúdos e graúdos a ponte de Sequeiros.
Foi bonita a festa.
jcl

Passeio de cicloturismo de Ruivós a Badamalos (2)

A Junta de Freguesia de Ruivós e a Associação dos Amigos de Ruivós organizaram um passeio de cicloturismo aberto a todas as idades entre Ruivós e Badamalos com passagem pela Ponte de Sequeiros em Valongo do Côa.

GALERIA DE IMAGENS – PASSEIO CICLOTURISMO  –  3-8-2010
Fotos Capeia Arraiana –  Clique nas imagens para ampliar

Mais imagens. Aqui.
jcl

Fóios organiza passeio à Serra das Eljas

Por ocasião das festas de Agosto, o Grupo Cultural e Desportivo de Fóios (GCDF), realiza no dia 22, domingo, um passeio pedestre pela serra das Eljas, num cenário absolutamente deslumbrante.

Esta actividade não se restringe às pessoas dos Fóios, estando aberta a todos os interessados. Para os que vêm de longe, a organização poderá até facultar dormida no edifício da antiga escola primária, que está equipado com camas, nada se cobrando pela pernoita.
De acordo com o programa, os caminheiros devem juntar-se nos Fóios às 6h30, de forma a deslocarem-se depois para Lhanos de automóvel, onde se iniciará a caminhada.
Às 7 horas os participantes seguirão até ao ponto mais elevado da serra, próximo das Torres, local visitado no último passeio, e de onde se desfruta de uma vista soberba.
A meio da manhã haverá uma pausa para o «mata-bicho».
Após a caminhada segue-se o almoço de confraternização no Viveiro das Trutas, junto ao rio Côa, local fresco e aprazível.
A organização aconselha os caminheiros a irem devidamente equipados, com calçado apropriado para montanha, calças de ganga ou meias que evitem possíveis arranhões no mato, protecção solar (chapéu ou boné), creme de protecção cutânea, mochila com água e alimentos para o «mata-bicho».
plb

Capeia de São Pedro e Passeio a cavalo

Esteves Carreirinha - Ecos da AldeiaNa sequência do Programa apresentado pela Associação Juventude Pontense, vai decorrer neste dia, o 1.º Passeio a cavalo, levado a cabo por esta Associação Jovem de Aldeia da Ponte, num programa concertado, também, com a realização da Capeia de S. Pedro, organizada pelos respectivos Mordomos.

Assim, pela manhã, em simultâneo, decorrerá o passeio a cavalo, enquanto os mordomos de São Pedro preparam as ruas e a Praça velha, onde decorrerá a Capeia, conforme anunciado no Cartaz deste evento.
Capeia São PedroO almoço decorrerá nos Balneários, organizado pela nossa Associação jovem.
Degustado este, pela tarde, dá-se início à largada dos touros pelas ruas, até à Praça Velha, onde a rapaziada nova, menos nova ou outros forasteiros esperarão os touros ao Forcão, provenientes do Zé Noi, animando a tarde, com o habitual convívio, onde as febras e a sardinha assada, oferecidas pelos Mordomos de S. Pedro, retemperarão as energias gastas, seguindo-se o baile com a actuação de Filipe Nunes, culminando com a Fogueira.
No dia seguinte, tem lugar a festa religiosa, com a missa solene e a procissão em honra de São Pedro, completando este acontecimento, que irá, por certo, levar muitos das redondezas a demandar a nossa Aldeia.
«Ecos da Aldeia», opinião de Esteves Carreirinha

estevescarreirinha@gmail.com

Caro Amigo Esteves Carreirinha
O espaço de opinião «Ecos da Aldeia» regista esta sexta-feira, 19 de Junho, o bonito número de 100 publicações semanais no Capeia Arraiana.
Por aqui passaram, desde 9 de Março de 2007, testemunhos, muitos deles na primeira pessoa, sobre Aldeia da Ponte, sobre o concelho do Sabugal e sobre a Casa do Concelho do Sabugal.
Os relatos sobre o Colégio de Aldeia da Ponte ou a Casa do Concelho do Sabugal são documentos históricos inestimáveis.
As nossas maiores tradições e as nossas maiores referências têm merecido neste espaço para memória futura uma visão apaixonada e de amor à camisola de um digno e bravo raiano: Esteves Carreirinha.
Aqui fica o nosso apreço e reconhecimento por tudo o que tens feito pela divulgação das nossas terras, das nossas gentes e da maior festa dos sabugalenses: a Capeia Arraiana com Forcão.
Aquele abraço raiano,
José Carlos Lages

Amigo Esteves,
Faço minhas as palavras do Zé Carlos. Muito do que este blogue conseguiu ser, ao serviço dos sabugalenses, o deve também ao bravo raiano Esteves Carreirinha que semanalmente nos presenteia com crónicas acerca das tradições genuínas das nossas gentes.
Obrigado pelo teu apoio.
Paulo Leitão Batista

Passeio a cavalo em Alfaiates

No próximo dia 28 de Junho a aldeia histórica de Alfaiates recebe cavaleiros e cavalos, que se concentrarão para realizarem um passeio pelo campo, seguido de um almoço de convívio entre os participantes.

Passeio Cavalo AlfaiatesA organização, que conta com a colaboração da Associação Hípica «Amigos do Cavalo», espera juntar algumas dezenas de cavaleiros no recinto do santuário da Senhora da Sacaparte. A concentração será logo pela manhã, às 9 horas, do último domingo do presente mês. Depois seguir-se-á o passeio a cavalo.
Na Barragem de Alfaiates, logo às 10h30, a comitiva fará uma primeira paragem para os participantes tomarem o pequeno-almoço proporcionado pela organização. Tomada a bucha, o passeio prossegue pelos caminhos campestres próximos da antiga vila medieval.
Ao meio-dia a caravana entrará em Alfaiates, onde os participantes percorrerão as ruas da aldeia e onde serão presenteados com uma bebida que servirá de aperitivo. Depois seguirão de volta ao ponto de partida, a Sacaparte, onde então terão direito ao almoço.
Os cavaleiros alfaiatenses Zé Daniel (telefone 963559514) e Beto (telefone 962454470) estão à frente desta organização, podendo ser contactados para efeitos de inscrição.
Os passeios a cavalo estão a tornar-se numa das actividades mais populares realizadas no concelho do Sabugal, muito por fruto do papel que a Associação Hípica «Amigos do Cavalo» tem tido, ao cativar cada vez mais pessoas para a criação de cavalos e apara a prática do hipismo.
plb

Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo na Mêda

A Mêda e seu concelho receberam em festa, a 27 de Maio, a 19.ª Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo, 5.º Passeio a Portugal «Ciclismo para todos» correspondente à 8.ª etapa – Mirandela–Mêda – na distância de 82 Kms, numa organização do Grupo Cultural e Recreativo de Cicloturismo do Vale do Tejo.

Cicloturismo na MêdaCom um total de 15 etapas e um percurso total de 1.100 km, a 19.ª Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo disputou-se entre 23 e 31 de Maio de 2009. Teve o seu início em Ribeira de S. João e acabou na Golegã.
Os cerca de 40 participantes concluíram a etapa de dificuldades Grau 8 depois de passarem por Cachão, Vila Flor, Vila Nova de Foz Côa e Touca, tendo sido recebidos frente aos Paços do Concelho de Mêda pelo Presidente do Município, João Mourato.
Após a chegada os cicloturistas foram-se refrescar no Complexo Desportivo das Piscinas Municipais e confraternizar num almoço num restaurante local, onde o Município de Mêda procedeu à distribuição de lembranças.
À tarde, a caravana foi relaxar no Parque de Campismo para prosseguir a caminho da 9.ª etapa – Mêda–Pinhel (59,5 Kms) – dificuldades Grau 2, com a partida a ser dada em frente ao Município de Mêda, onde foram mais uma vez recebidos pelo Presidente da Câmara.
A XIX edição da Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo, integra-se no calendário da Federação Portuguesa de Ciclismo como V Passeio a Portugal em Bicicleta «Ciclismo para Todos» e, pela quinta vez, faz parte do calendário UCI–União Ciclista Internacional.
A Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo nasceu em Maio de 1991, em Alpiarça, conta com o apoio de uma grande quantidade de associações e é especialmente recomendada pela Fundação Portuguesa de Cardiologia. Daí o mês de Maio ter sido escolhido para a concretização da iniciativa por ser o «mês do coração».
Ao longo dos 19 anos que já leva de vida, a prova foi crescendo, sem esquecer os objectivos de confraternização. A amizade entre os participantes internacionalizou-se com equipas de França e Suíça e hoje é um dos maiores eventos do género que se realizam em Portugal.
O Presidente da Câmara Municipal de Mêda, João Mourato, salientou que «este tipo de actividades desportivas tem uma função pedagógica importante junto das populações, sensibilizando-as não só para o fenómeno desportivo, mas também para a prática de salutares formas de vida, sem esquecer a amizade e a confraternização».
aps

Espinhal – Passeio a Cavalo e Caminhada

A Liga Espinhalense organiza no domingo, 17 de Maio, um passeio a cavalo entre o Castelo do Sabugal e a aldeia do Espinhal com passagem por Aldeia de Santo António. Para os que preferem as caminhadas está programado um percurso entre o Espinhal até Aldeia de Santo António e regresso ao Espinhal. Em ambos os casos a concentração está marcada para as oito e meia da manhã.

Espinhal – Caminhada e Passeio a Cavalo

Organização: Liga Espinhalense
Apoios: Juntas de Freguesia de Aldeia de Santo António e de Águas Belas.
Café Freixinho (Espinhal) e Café Alípio (Águas Belas).
Media partner: Blogue Capeia Arraiana.
jcl

Passeio equestre no Soito – LocalVisão TV

A equipa de reportagem da LocalVisão Tv, que mantém uma parceria privilegiada com o Capeia Arraiana, esteve presente no Passeio Equestre do Soito realizado no passado dia 29 de Março entre a Praça de Toiros da vila raiana e o complexo turístico da Quinta das Sereias.

[vodpod id=Groupvideo.2342236&w=425&h=350&fv=]

Passeio equestre no Soito – LocalVisão Tv Galeria Vídeos Capeia Arraiana


jcl

Passeio equestre na vila do Soito

No domingo, 29 de Março, realizou-se mais um passeio equestre organizado pelos cavaleiros André Nabais, João Carvalho e Miguel Nabais com o apoio da Associação Hipica Amigos do Cavalo que cedeu as instalações da sede da associação para que os cavaleiros se reunissem e tomassem o pequeno almoço.

Fotos Capeia Arraiana (Clique nas imagens para ampliar.)

Foi na manhã fria de domingo, 29 de Março, que gradualmente se foram reunindo a meia centena de cavaleiros que participaram no passeio equestre organizado pelos cavaleiros André Nabais, João Carvalho e Miguel Nabais.
A mudança da hora contribuiu para um pequeno atraso na saída. Foi cerca das 11 horas que os cavaleiros e comitiva começaram o passeio seguindo pelas ruas do Soito passando pela capela de Santa Inês, rumando para o parque eólico na serra do Soito mas sem ir ao ponto mais alto como estava previsto, pois o frio obrigou a organização a alterar o trajecto. Os cavaleiros seguiram para a capela de Nossa Senhora dos Prazeres, onde aproveitaram para matar a sede. O passeio continuou para a barragem de Alfaiates e de seguida para o restaurante da Quinta das Sereias onde foi servido o almoço a cerca de 80 pessoas.
A organização ofereceu uma lembrança a todos os participantes e nomeou os mordomos do próximo passeio que são o Zé Daniel e o Beto de Alfaiates.
Durante a tarde o redondel junto ao restaurante foi palco de uma garraiada onde todos se divertiram.
João Nabais

Um homem um voto ou muitos euros muitos votos

Qualquer dia voltamos às urnas para escolher uma nova equipa que irá governar o Concelho por mais quatro anos, pelo menos. Ainda falta muito tempo, mas tempus fugit como diziam os latinos, pelo que é natural que as máquinas partidárias comecem a escolher os candidatos.

António EmidioTodos sabemos do descrédito que a classe política tem perante os cidadãos. Os que vivem da política têm privilégios, como bons ordenados, escandalosas vantagens nas reformas, e, depois de deixarem de governar, bons lugares na economia privada.
Não nos poderá surpreender que a vontade de ter um cargo político esteja ligada ao desejo de daí se retirar proveito material. Os infelizes que sofrem desta doença não só querem mandar, mas também ganhar dinheiro o mais rápido e comodamente possível. A estes já Proudhom chamava «a casta de improdutivos». Mas nem sempre foi assim, a política em tempos não muito distantes era feita por quem não vivia do erário público, mas sim da sua profissão. Faziam-no por vocação, não por outra coisa qualquer. Aqui está a diferença entre uma época que tinha ideais, e uma época cínica em que tudo é permitido, que é a que vivemos agora.
Vamos pois até ao nosso Concelho. Os que aqui conheci e conheço no exercício da governação (Câmara, Juntas de Freguesia e Assembleias), salvo algumas excepções, foram e são homens e mulheres honrados, que trabalham, que servem e não se servem, que têm dimensão ética. Não estou a incensar ninguém nem a faltar à verdade, basta ver o que era o nosso Concelho em 1974, e vê-lo agora.
Não há gente! Não há investimentos! Isso não é culpa deles, é culpa do sistema político que nos rege, que a toda a hora nos diz que o que é urbano é que é bom, e que o rural não presta. Para não falar já do que foi retirado do interior para ser levado para outros lados onde não fazia falta.
Um dos maiores danos que o capitalismo causou à Democracia foi desvirtuar as eleições. Estas passaram a ser uma luta entre os grandes interesses das macro empresas e dos bancos. No nosso Concelho já se passará alguma coisa parecida? Pessoalmente acredito que esse veneno já se está a querer infiltrar, já há Lobbys económicos, já há Think Tanks (tanques de pensamento, grupos de pressão) que talvez queiram influenciar a escolha dos candidatos. O leitor sabe que essas influências e essa sobreposição do poder económico ao político têm infelizmente outros objectivos que não a democracia. Nenhuma empresa nem nenhum empresário investem num partido político ou num homem pelo amor que têm à Democracia.
No nosso Concelho quase todos nos conhecemos uns aos outros. Portanto, estimado leitor e eleitor, quando os candidatos forem do conhecimento público, analise-os, veja o seu comportamento ético e moral, cívico, a sua sensibilidade social, o seu humanismo, a sua capacidade de trabalho e a sua cultura.
Pessoalmente já me conformava com um Concelho menos moderno e mais virado para os valores em que nós os mais velhos fomos criados (digo valores, não pobreza), para os seus campos, para as suas florestas, para os seus rios e ribeiros, para as suas micro e pequenas empresas e para o seu pequeno comércio. Aqui está a riqueza do Concelho. Deixe-me dizer-lhe uma coisa leitor, assim como o homem muda sem deixar de ser ele mesmo, a história caminha para diante sem deixar atrás o passado. Quem nos diz que um dia não voltemos a ver todas estas terras semeadas e todas estas árvores a darem fruto?
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

António Emídio é um pensador livre e escritor de intervenção, que analisa de forma descomprometida a evolução da sociedade actual. Desde há algum tempo que este sabugalense, nascido e radicado na sede do concelho, mantém uma colaboração eventual com o Capeia Arraiana. Aceitou porém agora o nosso desafio e passará a colaborar mais assiduamente, mantendo a coluna de opinião «Passeio pelo Côa».
plb

«Por Terras da Raia» – Passeio TT dos Fóios

O Grupo Cultural e Desportivo dos Fóios organiza no sábado, 3 de Novembro, o «Primeiro Passeio TT – Por terras da Raia» para motos e quads.

«Por Terras da Raia» – Passeio TT dos FóiosOs amantes das motos de duas e quatro rodas têm no sábado, 3 de Novembro, uma excelente oportunidade para praticarem e conviverem com outros aficcionados numa prova por terras da raia sabugalense.
O passeio Fóios-Sabugal-Fóios tem início pelas nove horas da manhã junto ao Centro Cívico fojeiro e passa por Vale de Espinho e Quadrazais em direcção ao Sabugal onde o pequeno-almoço estará à espera dos participantes.
Depois de retemperadas as forças é tempo de seguir viagem passando pelo Meimão, Penalobo, Vila do Touro e de novo o regresso ao Sabugal onde será ofertado um Porto de Honra que servirá de aperitivo ao almoço preparado no Soito.
No parte da tarde a caravana parte do Soito e passa por Alfaiates, Aldeia da Ponte, Aldeia Velha e finalmente os Fóios onde os motards serão recebidos com um magusto.
Depois da poeira e lama os balneários estarão à disposição de todos para um merecido banho que os deixará mais asseados para o jantar que encerra este primeiro passeio TT dos Fóios.
A jornada de confraternização tem como principais objectivos a promoção do concelho e da sua beleza natural e gastronómica, a promoção do associativismo e da prática do todo-o-terreno em motos de duas e quatro rodas.
A organização pertence ao Grupo Cultural e Desportivo dos Fóios, fundado em 1986 e com sede no Centro Cívico da localidade raiana e conta com os apoios da Junta de Freguesia dos Fóios, Câmara Municipal do Sabugal e Associação Cultural e Desportiva do Soito e Garonda.
A inscrição poderá ser feita até ao dia 1 de Novembro nos contactos disponíveis no cartaz ou para os emails:
octavio_sbg@hotmail.com ou claudiam_tavares@hotmail.com
jcl