Os sete riscos que podem fazer descarrilar o défice e a dívida pública

As metas do défice e da dívida pública que estão previstas na proposta de Orçamento do Estado para 2022 são «passíveis de ser atingidas», afirma o Conselho das Finanças Públicas (CFP). Mas só será possível atingir esses objetivos se «não se materializarem a totalidade dos riscos descendentes» que são identificados e enumerados por este organismo independente, agora liderado por Nazaré da Costa Cabral, que sublinha que, devido à retoma da atividade económica e ao fim das medidas Covid, o défice seria suposto cair quatro vezes mais do que prevê o Governo de António Costa.

Entrega do Orçamento de Estado 2022 na Assembleia da República
Entrega do Orçamento de Estado 2022 na Assembleia da República
Ler Mais