Em nome da luta contra as discriminações, o movimento «woke» está a impôr-se gradualmente no chamado mundo ocidental. Oriundo das universidades americanas, este movimento parece arrastar tudo à sua passagem – media, redes sociais, empresas, escolas, universidades, o mundo da cultura – e tende a ocupar um espaço cada vez maior no palco do mundo da política.

Ler Mais