Terça-feira Gorda que, na região sempre foi dia de guarda – não sei se não deveria empregar-se aqui o qualificativo de santo, pois os divertimentos a que o povo se entrega, se por vezes podem estragar o corpo, são perfeitamente inócuos ou mesmo benéficos para a alma – é que a farsa se completa.

Ler Mais…