Tag Archives: europeias

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Vamos votar!

Leitor(a) talvez o maior castigo para aqueles que não se interessam pela política, é serem governados por aqueles que se interessam. Digo isto, porque domingo prevê-se uma forte abstenção nas eleições para o Parlamento Europeu. A abstenção está relacionada com a apatia cívica, ou seja, «isso não me diz nada». O voto em branco, por sua vez está relacionado com o protesto. Portanto leitor(a), se não quiser votar em ninguém, proteste, mas não fique em casa.

Eleições

Eleições

Manuela Ferreira Leite no dia 18 na Guarda

A presidente do PSD, Manuela Ferreira Leite, tem programados para sábado, 18 de Abril, uma visita ao distrito da Guarda e um comício na cidade guardense. A apresentação pública de alguns candidatos autárquicos laranjas poderá ser uma hipótese na agenda da líder social-democrata em terras beirãs.

Manuela Ferreira LeiteO «Fórum Portugal de Verdade» anda na estrada com a sua principal protagonista a líder social-democrata, Manuela Ferreira Leite, desdobrando-se em comícios e sessões de esclarecimento. Na quinta-feira, 16 de Abril, estará em Aveiro, no dia 17 em Castelo Branco e no sábado marcará presença na Guarda, igualmente, para um comício.
Esperam-se muitas novidades «laranjas» entre a Páscoa e o final do mês de Abril. Está marcada para o dia 14 de Abril uma reunião da Comissão Permanente e da Comissão Política Nacional do PSD. Os estatutos do partido dão competências à Comissão Política Nacional para apresentar ao Conselho Nacional as propostas de listas de candidatura ao Parlamento Europeu competindo ao Conselho Nacional do partido a última palavra. O Tribunal Constitucional obriga à apresentação das listas dos candidatos ao Parlamento Europeu até ao dia 27 de Abril.

A cidade da Guarda poderá ser, no dia 18 de Abril, o palco escolhido para dar a conhecer novidades «europeias» e para algumas apresentações… autárquicas.
jcl

Jornadas Europeias do Património em Trancoso

O concelho de Trancoso assinala em 28 de Setembro as «Jornadas Europeias do Património» este ano sob o lema «no Património…Acontece».

Trancoso-EventosAs jornadas, patrocinadas pelo Instituto de Gestão do Património Arquiotectécnico e Arqueológico (IGESPAR), enquanto coordenador nacional das Jornadas Europeias do Património, visam reforçar o vínculo entre o Património Cultural e a Sociedade, através do envolvimento activo das pessoas e das comunidades com lugares que propiciem o dinamismo e interacção social.
As actividades em Trancoso centram-se no Auditório do Cinema Jacinto Ramos, a partir das 15 horas, com as palestras «O contributo da Arqueologia parta o conhecimento da História de Trancoso» por Maria do Céu Crespo e João Lobão, e «Caminhada Iniciática de Trancoso para a Nova Era e Saberes Ocultos do Património de Trancoso», por Leonor Frias, seguidas de debate.
Trancoso orgulha-se por ser sede de um concelho rico em património que centrado na cidade é variado, com vários matizes históricos provenientes de épocas recuadas assoadas ao presente de futuro e progresso.
Para além das muralhas e do centro histórico de Trancoso, o Património Monumental espalha-se um pouco por toda a parte, desde Moreira de Rei a Povoa do Concelho, desde Guilheiro e Valdujo, de Vila Franca das Naves ao Campo da batalha de Trancoso (1385), desde a antiga Judiaria e do Castelo a Freches ou Cogula, de Ribeira do Freixo a Sebadelhe, de Fiães à mítica capela de São Marcos, desde as calçadas que sulcam os campos à Capela de Santa Luzia ou à beleza da Igreja da Senhora da Fresta, dos cruciformes judaicos a Torre do Terrenho com seu Solar dos Brasis, dos abrigos de pastor do Feital à singela de Torres e Carnicães ou Vilares, desde o Boeirinho das muralhas trancosanas aos templos, cruzeiros e capelas de Moimentinha ou de Granja, Terrenho e Souto Maior, da frescura do Parque Municipal aos valores de Palhais, Castanheira , Aldeia Nova, Souto Maior e Valdujo, do Pelourinho medieval, passando pelas Igrejas de Santa Maria, de São Pedro, da Misericórdia à frescura de Reboleiro, Granja e Rio de Mel, do moderno Centro Cultural e Cinema Jacinto Ramos ao Património de Vila Garcia, Vale do Seixo e do alto da Broca com seus vestígios de ancestrais povoados pré-históricos, de Cótimos e Tamanhos.
Trancoso é um percurso de História e Memória, de Estórias e episódios de vida, de labor e luta, de tenacidade e de manifestações etnográficas, culturais e lúdicas que, no seu todo, fazem da Terra de Bandarra, de João Lucena, Isaac Cardoso, Eduarda Lapa, do Magriço ou do mítico Padre Costa, uma terra de Património e Progresso rumo ao futuro. Porque o futuro também será e é Património.
aps