Tag Archives: antónio josé seguro

Efemérides - 2015 - © Capeia Arraiana

Comissão Melhoramentos de Fóios faz 30 anos

Há 30 anos, no dia 21 de Julho de 1987, foi fundada a Comissão de Melhoramentos dos Fóios, concelho do Sabugal, associação que 11 anos depois inauguraria o Lar de S. Pedro, instituição que acolhe os idosos da aldeia.

Lar de S. Pedro, nos Fóios

Dezembro - 2015 - Efemérides - Capeia Arraiana

Efemérides 2015 – 7 de Dezembro

:: :: EFEMÉRIDES 2015 :: 7 DE DEZEMBRO :: :: O Capeia Arraiana publica diariamente as efemérides mais relevantes de cada data… Hoje destacamos a inauguração do Lar de Idosos dos Fóios, em 1998.

Há 17 anos António José Seguro inaugurou o Lar dos Fóios

Há 17 anos António José Seguro inaugurou o Lar dos Fóios

Agosto - 2015 - Efemérides - Capeia Arraiana

Efemérides 2015 – 13 de Agosto

:: :: EFEMÉRIDES 2015 :: 13 DE AGOSTO :: :: O Capeia Arraiana publica diariamente as efemérides mais relevantes de cada data… Hoje destacamos a inauguração da estátua ao Bombeiro, no Sabugal, em 2001.

Há 14 anos António José Seguro inaugurou a estátua ao Bombeiro no Sabugal (na foto a falar com o escultor)

Há 14 anos António José Seguro inaugurou a estátua ao Bombeiro no Sabugal (na foto a falar com o escultor)

Partido Socialista Sabugal - Capeia Arraiana

O Sabugal votou António José Seguro

Na secção do Sabugal do Partido Socialista as eleições primárias deram a vitória a António José Seguro, que obteve 86 votos (74%) contra 31 votos (26%) de António Costa.

Seguro demitiu-se na noite das primárias

Seguro demitiu-se na noite das primárias

Fernando Lopes - A Quinta Quina - © Capeia Arraiana

Debates, governo da UE e saga dos professores

O assunto destes dias tem sido os debates televisivos entre os «Costas» do PS. Sobre esta questão tenho aqui escrito que a solução encontrada para a liderança do PS foi a pior. Porque demasiado longa no processo e porque coloca na praça pública a disputa dessa mesma liderança. Assim, creio, tem-se provado que só tem prejudicado o partido.

Estes debates não mobilizarão o país

Estes debates não mobilizarão o país

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

As férias

Nunca, por nunca ser, eles pensaram que iam ter umas férias assim. Eles são Passos Coelho (sim, o da austeridade para lá da troika) e Paulo Portas (sim, o dos submarinos e dos vistos «golden» – tudo sob suspeita…). Eles agradecem.

Nunca pensaram ter uns mesitos de férias

Nunca pensaram ter uns mesitos de férias

Autárquicas 2013 - Sabugal - © Capeia Arraiana

Visita de António José Seguro ao Sabugal

A Concelhia do Partido Socialista do Sabugal emitiu um comunicado (que transcrevemos na íntegra) dando conta da visita do secretário-geral do PS, António José Seguro, à freguesia de Aldeia de Santo António.

António José Seguro vem a Penamacor

O secretário-geral do Partido Socialista vai estar em Penamacor, a sua terra natal, no dia 5 de Agosto (domingo), para apresentar o livro «As Estranhas e fantásticas histórias de Jolon», que reúne textos de Jolon, o correspondente do Jornal do Fundão naquele concelho.

Segundo noticia a agência Lusa, José Lopes Nunes (Jolon) nasceu na freguesia de Aranhas, Penamacor, a 29 de Setembro de 1943, e foi chefe de redacção do jornal A Verdade de Penamacor, do qual António José Seguro era director.
O livro das edições A23 percorre, ao longo de 300 páginas, os últimos 40 anos da vida do concelho do distrito de Castelo Branco, destacando tradições, profissões em vias de extinção e «histórias fantásticas de velhotes que povoam a paisagem humana da raia», refere a editora em comunicado.
O livro será apresentado às 18h30 por António José Seguro e o director do Jornal do Fundão Fernando Paulouro Neves, no auditório da pólo da Academia de Música e Dança de Penamacor, no antigo quartel militar da vila.
plb

António José Seguro jantou no Casteleiro

O Casteleiro, concelho do Sabugal, foi a derradeira etapa da visita do secretário-geral do Partido Socialista ao distrito da Guarda, onde defendeu que deve haver um novo o olhar para este território, sob pena do Interior vir a morrer.

Ontem, 25 de Fevereiro, António José Seguro jantou no restaurante Casa da Esquila, no Casteleiro, na companhia de uma centena de militantes e simpatizantes.
A atenção do líder socialista esteve voltada para a situação vivida nas terras que visitou ao longo do dia. «Se não olharmos para o interior com olhos de ver, a prazo, o interior morrerá e não aceito que o interior do país venha a morrer», declarou aos jornalistas.
O interior «tem sido prejudicado pelas políticas nacionais», defendendo ser necessário fazer política «de outra forma, olhar mais às pessoas e à sua dignidade e menos a critérios economicistas».
Seguro criticou o anúncio feito pelo governo relacionado com a extinção da Entidade Regional de Turismo, que «tem como objectivo promover o melhor que existe na Serra da Estrela». E concluiu: «era muito importante que pudesse continuar a existir uma unidade que valorizasse as capacidades e o turismo em volta da Serra da Estrela».
Outra ideia marcante defendida pelo secretário-geral do PS foi a da manutenção de todos os tribunais que o governo anunciou ir fechar, propondo que sejam os magistrados a deslocarem-se para a realização de julgamentos. «A proposta que faço é muito simples: é serem os magistrados a deslocarem-se aos locais, quando é necessário fazer os julgamentos», declarou aos jornalistas.
«A justiça tem que ser um bem a que todos os portugueses devem aceder e devem aceder independentemente dos seus recursos, dos seus rendimentos». E acrescentou: «Ora, se vamos pôr a justiça do país mais longe, mais distante das populações, isso significa que mais gente fica com dificuldades de acesso a esses tribunais».
Em sua opinião, em vez de o governo encerrar tribunais e «obrigar as pessoas a deslocarem-se às centenas e aos milhares» para concelhos vizinhos, originando «custos e mais dificuldade no aceso à justiça», propõe que sejam mantidos «níveis mínimos de funcionamento em todos os tribunais actualmente existentes».
O novo mapa judiciário, proposto pelo governo, prevê o encerramento de 47 tribunais, quatro no distrito da Guarda, em Mêda, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres e Sabugal.
A jornada em Defesa do Interior começou em Seia, passou por Linhares da Beira (Celorico da Beira), Guarda e Manteigas.
Na visita a Manteigas, na Serra da Estrela, viu as obras de instalação da área de localização empresarial e de criação de um centro de energias renováveis e de sensibilização ambiental, da responsabilidade da câmara municipal.
plb

PS - Partido Socialista - Capeia Arraiana (orelha)

António José Seguro vem ao Sabugal

O líder do Partido Socialista, António José Seguro visita o distrito da Guarda no próximo sábado, dia 25 de Fevereiro, numa jornada que terminará no Casteleiro, Concelho do Sabugal, onde jantará com militantes socialistas.

António José Seguro - PS -  Guarda

António José Seguro (PS) na Guarda (foto: agência Lusa)

PS do Sabugal votou massivamente em Seguro

Os militantes socialistas do Sabugal apenas deram votos a António José Seguro nas eleições directas para secretário-geral do Partido, que decorreram nos dias 22 e 23 de Julho.

António José Seguro foi eleito no passado sábado secretário-geral do PS, derrotando o seu adversário interno, Francisco Assis, com quase 68 por cento dos votos, num universo superior a 35 mil militantes socialistas.
No Sabugal os 47 militantes que votaram fizeram-no em Seguro, não se registando qualquer voto em Francisco Assis. Na Federação da Guarda, onde o novo secretário-geral socialista é militante, a sua candidatura arrecadou 913 votos (87,87%) contra 126 (12,13%) de Assis. Em termos de secções concelhias, o resultado do Sabugal foi repetido em Aguiar da Beira e em Almeida onde Seguro fez igualmente o pleno dos votos expressos.
Assis venceu na Mêda com 27 votos contra 12 de Seguro, tendo perdido nas restantes concelhias da federação da Guarda. Mêda foi aliás, a nivel nacional, uma das poucas concelhias onde Assis venceu.
No que toca a federações, Seguro venceu em todas elas, sendo a de Braga, por cujo círculo eleitoral foi eleito deputado, aquela em que conseguiu um resultado mais expressivo (89, 33%). A votação mais equilibrada sucedeu no Porto, o distrito de onde Assis é natural e foi eleito deputado nas últimas legislativas. Aqui Seguro venceu por apenas 50,04% dos votos.
plb

PS do Sabugal apoia António José Seguro

Os socialistas do Sabugal, reunidos ontem, dia 5 de Julho, no salão da Junta de Freguesia do Sabugal, manifestaram o apoio ao candidato a secretário-geral do partido António José Seguro.

Os militantes sancionaram a posição da comissão politica concelhia, que apontava para uma manifestação pública de apoio ao candidato natural de Penamacor que no dia 22 vai a votos para o lugar de secretário-geral, defrontando Francisco Assis.
A assembleia de militantes analisou também os resultados eleitorais das últimas eleições legislativas, que se realizaram a 5 de Junho e que no Sabugal e no distrito da Guarda significaram uma manifesta derrota para os socialistas que ficaram reduzidos a um único deputado por este circulo na Assembleia da República.
Os militantes socialistas, bem como os simpatizantes do partido e os que foram eleitos para os órgãos autárquicos concelhios nas suas listas, terão no próximo dia 17 de Junho (domingo) o já habitual convívio, ou sardinhada, na praia fluvial do Sabugal.
«Neste momento, em que os recentes resultados eleitorais não foram os mais animadores, temos de levantar a cabeça e continuar o nosso trabalho, mostrando união e força, pensando já nas próximas eleições e trabalhando para que o resultado seja o que nós desejamos», disse o presidente da concelhia do PS, Nuno Teixeira, numa mensagem distribuída pelos militantes socialistas do Sabugal.
plb

PS da Guarda apoia António José Seguro

José Albano Marques, presidente da Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista deu, em nome da estrutura partidária, o apoio à candidatura de António José Seguro na corrida à liderança do partido.

Em declarações à Lusa José Albano considera que «António José Seguro será o secretário-geral que poderá relançar o partido no caminho das vitórias», destacando a «determinação» e a «força de vontade» do candidato. O líder distrital socialista refere ainda que Seguro «reúne critérios únicos».
António José Seguro, embora natural de Penamacor (distrito de Castelo Branco), é militante do PS na Guarda e já desempenhou as funções de líder distrital, na altura em que António Guterres era secretário-geral do partido e primeiro-ministro.
Francisco Assis, o outro candidato assumido a secretário-geral, foi deputado pela Guarda, tendo liderado a lista de candidatos pelo distrito nas legislativas de Outubro de 2009, porém não mereceu a o apoio da distrital da Guarda, que assim se junta à grande maioria das federações do PS, que estão com Seguro na corrida.
plb