Os sinos com sua torre foram e continuam a ser uma referência da paisagem urbana das aldeias. Eram também uma peça fundamental na vida das aldeias. Marcavam as horas de levantar e deitar, de jantar e cear, de ir à missa logo cedo em dias de trabalho, de rezar às tardinhas, de anunciar as festas com o começo das procissões, de anunciar baptizados, casamentos e enterros. Aos Domingos todos aguardavam o toque da terceira para se dirigirem à igreja. Com o uso de relógios pessoais foram em parte dispensadas as horas dos sinos. As rezas da tardinha em casa foram substituídas pelo terço nas igrejas, que eles ainda anunciam. Nos Domingos e festas continuam, contudo, a ser marcantes.

Sino grande da torre de Quadrazais que dá para a praça (Foto: site Quadrazais)
Sino grande da torre de Quadrazais que dá para a praça (Foto: site Quadrazais)
Ler Mais