Category Archives: Passeio pelo Côa

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Entre o mau e o péssimo

«Deus guarde Vossa Majestade!», disse a velhinha ao Rei. Este perguntou-lhe porque o saudava daquela maneira, se o Povo o detestava tanto? «Majestade, vosso avô era mau, vosso pai ainda pior, e vós pior do que eles os dois juntos, portanto Deus vos guarde por cá muito tempo, não venha outro ainda pior.»

a Democracia, também espera pela Primavera...

A Democracia também espera pela Primavera…

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O baile dos caciques

O dependente que disser que tem razão, leva uma chicotada e vem comer à mão. Quando alguém não interessar e justiça pedir, tapa-se-lhe a boca com «havemos de conseguir».

O baile dos caciques

O baile dos caciques

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Há racismo no futebol?

Leio no Expresso online de 17 de Fevereiro sobre o «Caso Marega» que «…as autoridades já estão a trabalhar no sentido de identificar e punir os responsáveis deste triste episódio». Agora digo eu: Dura Lex Sed Lex!!! Parece que não vai ser assim…

Adeptos da equipa da casa provocam o guarda-redes adversário

Adeptos da equipa da casa provocam o guarda-redes adversário (Foto: D.R.)

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Uma pincelada sobre o racismo

Querido(a) leitor(a), o racismo é um sentimento irracional, apoia-se na supremacia da Raça e no ódio ao estrangeiro.

Uma pincelada sobre o racismo

Uma pincelada sobre o racismo

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Ridículo!

Estou condenado a repetir-me, e cada vez mais, assim me pede a política, a economia de casino e a sociedade, esta está pura e simplesmente desnorteada, a política e a economia estão descontroladas. Por favor, não procurem na Democracia toda esta Anarquia! Procurem-na no Ser Humano.

Ri macaco! Ri!

Ri macaco! Ri!

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Em Marcha!

Príncipes das arábias, corruptos portugueses e angolanos deram sumiço a mais de cem milhões de dólares, pertença do Povo angolano. Se por acaso alguém roubou as armas de Tancos, deve estar a rir-se disto tudo! José Sócrates leva uma vida regalada como se nada tivesse acontecido… Incita-se a PSP contra a comunidade africana, e a comunidade africana contra a PSP. Há conflitos políticos e presumo que religiosos dentro da comunidade do Bangladesh, que acabam aos tiros e à facada nas vetustas ruas da Mouraria. Sem dúvida alguma que o caminho está a ser bem aplanado para a entrada da Extrema Direita, em força, no Parlamento Português.

Em marcha...

Em marcha…

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Os deuses não morreram

Será que os pensamentos e as palavras referentes a previsões catastróficas neste moderno e avançado Mundo devem ser tomadas com ironia e até desprezo?

Os deuses não morreram

Os deuses não morreram

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Jovens violentos

Dia após dia nos chegam noticias e imagens através da comunicação social, mostrando que a violência juvenil está a aumentar. Infelizmente é uma realidade a que as autoridades não conseguem pôr cobro.

Jovens violentos

Deliquência juvenil começa a ser preocupante

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O Chico Esperto

Querido(a) leitor(a), nunca discuta com um Chico Esperto. Ele rebaixa-o ao mesmo nível dele e vencê-lo-à pela grande experiência que tem.

Cuidado com os Chico-Espertos

Cuidado com os Chico-Espertos

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Minha amada solidão

Melancólica e triste é a minha alma, é a sua maneira de ser, ensinou-me que a má ambição é um vazio onde a inquietação e a angústia reinam cruelmente.

Minha amada solidão

Minha amada solidão

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O fim de um carrasco

Vou começar este ano de 2020 escrevendo sobre uma figura sinistra da História do Século XX. É ela – Lavrent Pavlovich Béria – chefe da polícia política e um fiel servidor do terror de Estaline. Na conferência de Ialta em 1945, Roosevelt perguntou a Estaline quem era aquela figura, Estaline respondeu-lhe: «É o Béria, o meu Himmler.»

Lavrenti Pavlovitch Beria - executor do Grande Expurgo de Estaline na década de 1930

Lavrenti Pavlovitch Beria – executor do «Grande Expurgo de Estaline» na década de 1930

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Liberdade objectiva e subjectiva

A Liberdade do Homem está sob dependência de dois factores fundamentais, um subjectivo (interno) e outro objectivo (externo). Se interiormente, ou seja, subjectivamente não for livre, dificilmente fará uso da sua Liberdade objectiva.

Liberdade ou dependência

Liberdade ou dependência

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Meu Menino Jesus!

Os católicos vão mais um ano festejar o dia do teu nascimento, que por mais absurdo que pareça nem foi neste dia! Fazem-te muitos pedidos, as crianças pedem brinquedos, os adultos cada um pede o que quer, como o Povo diz – pedir não custa nada – Eu, vou pedir-te que mudes para melhor esta maldito Mundo!! Peço-te uma Utopia? O que é que queres? Cada um pede aquilo que mais deseja.

O terrorismo do dinheiro

O terrorismo do dinheiro

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O Bem – Um valor puro

«Tende pois, por certo, que o que derrama sobre as coisas que conhecemos a luz da verdade, e o que dá à alma a faculdade de conhecer, é a ideia do bem e que ela é o princípio da ciência e o verdadeiro conhecido pela inteligência. Por belas que sejam a ciência e a verdade, podeis assegurar sem temor de vos enganardes que a ideia do bem as excede em beleza.» (Platão.)

«Eu tenho um sonho», Martin Luther King

«Eu tenho um sonho» – Martin Luther King

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Ortodoxia Económica

O que é a Democracia pura e verdadeira? Ninguém tem, nem terá jamais a verdade absoluta para a resposta, mas isso não invalida a luta para a defesa da Democracia. E qual a razão da Democracia estar rodeada de inimigos neste actual momento histórico? Aqui há uma resposta…

Ortodoxia Económica

Ortodoxia Económica

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Ciência das Ideias

Os confrontos violentos entre ideologias nos séculos XIX e XX são momentos históricos que nunca mais se voltarão a repetir? Ou será que as ideologias já não terão sentido nos dias de hoje?

Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) - Filósofo do iluminismo e um precursor do romantismo

Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) – Filósofo do iluminismo e um precursor do romantismo

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Questões ambientais e políticas

Esta crise generalizada do meio ambiente e da politica está a necessitar urgentemente de transformações que só uma Democracia rejuvenescida pode trazer.

Questões ambientais e... questões políticas

Questões ambientais e… questões políticas

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Caciquismo

O Caciquismo é a designação de clientelismo político, influência política, corrupção eleitoral, compadrio, favor, cunha. Em Portugal, durante a segunda metade do século XIX, mas principalmente entre 1878 e 1890, com o Rotativismo acentuou-se ainda mais o Caciquismo.

Leitura obrigatória na Ciência Política: O Príncipe de Maquiavel

Leitura obrigatória na Ciência Política: O Príncipe de Maquiavel

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Estrada Nacional 233 entre o Sabugal e a Guarda

Querido(a) leitor(a), hoje vou desviar-me um pouco dos temas que habitualmente compõem os meus artigos. Vou escrever sobre uma estrada que é uma armadilha para quem nela transita, a Estrada Nacional 233 que vai do Sabugal à Guarda.

Estrada Nacional 233 (sem condições de segurança rodoviária) liga duas sedes de concelho, o Sabugal e a Guarda

Estrada Nacional 233 (sem condições de segurança rodoviária) liga duas sedes de concelho, o Sabugal e a Guarda

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O optimismo é o ópio dos parvos

Protestos, guerras, grandes problemas ambientais, crime organizado, injustiça, corrupção, esperteza em vez de cultura, espectáculo cínico em vez de humanismo, negócio sujo em vez de ética. A política não foi sempre assim, isto tem a ver com o predomínio do dinheiro e da corrupção, que é o que acontece presentemente.

O optimismo é o ópio dos parvos

O optimismo é o ópio dos parvos

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Harmonizar economia e solidariedade

Já todos nos apercebemos do papel da economia nas actuais sociedades, podemos dizer, sem errar, que é o papel central. Portanto, os governos são julgados pelos eleitores conforme gerirem a economia.

António Costa, primeiro-ministro de Portugal

António Costa, primeiro-ministro de Portugal

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Pedaços de mim

Sentado no mais alto do Outeiro, junto aos meus amigos de infância via partir o Sol e morrer o dia ao som do canto das aves nocturnas, senti como nunca a Felicidade!

Rio Côa - Pedaços de Mim...

Rio Côa – Pedaços de Mim…

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

A Comunicação Social e a Política

Qualquer facto que aparente ser verdade é mais importante do que a própria verdade. Esta é a pós-verdade, o novo pensamento. Significa então que o pós-verdade é uma mentira oculta debaixo do politicamente correcto. Temos o caso de «Lula» da Silva que foi proibido de se candidatar às eleições no Brasil, porque a Justiça e a comunicação social brasileiras lançaram a suspeita de ter recebido subornos.

Comunicação Social e a Política

Comunicação Social e a Política

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Sem escrúpulos

Esta crónica analisa o procedimento de um tipo de pessoas sem escrúpulos que tentam captar gente para as ajudar a atingir os seus próprios fins: Poder, Dinheiro e Fama.

Lobos com pele de cordeiro

Lobos com pele de cordeiro

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

As próximas eleições legislativas

Sem dúvida alguma que eleger os nossos representantes é uma forma de Cidadania, de Liberdade e de Democracia, mas acontece que entre a teoria e a práxis política vai um abismo, ou seja, nós cidadãos só participamos um mínimo na composição e organização da Res Publica!

Tempo de eleger os representantes do Povo no Parlamento

Tempo de eleger os representantes do Povo no Parlamento

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Bondade

Alguém me perguntou se a bondade ainda faz parte da natureza humana, disse-lhe que sim, que ainda há homens e mulheres que dentro deles a bondade é predominante, se assim não fosse o Mundo seria um deserto de valores e só restava ao Homem a sua aniquilação total.

Bondade

Bondade

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Velha e saudosa janela

Minha velha e saudosa janela, lembro ainda os efémeros primórdios de Felicidade quando criança via através dos teus vidros as pétalas de neve bailando no ar e caindo nas pedras da rua nos dias de Inverno. Lembro os escaldantes verões quando se aproximava a sonolenta aurora. Lembro as doces primaveras e o orvalho da manhã, essas lágrimas da natureza. Lembro os tristes outonos de Céu cinzento que traziam as primeiras águas da chuva.

Velha e saudosa janela

Velha e saudosa janela

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Fuga ao mundanal ruído

Há seres humanos que se isolam porque não conseguem aguentar a dureza de coração e o cinismo da sociedade em que estão inseridos. Isto é um fenómeno universal que pertence a todas as sociedades e civilizações. É compreensível, presentemente vivemos numa sociedade que dá mais valor a um artefacto tecnológico do que à vida de um Ser Humano.

Fuga ao mundanal ruído

Fuga ao mundanal ruído

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Rentrée política

A «rentrée» a que me irei referir nesta minha crónica não tem a ver com a práxis política mas sim com aquilo que os gregos consideravam a forma mais alta de Democracia, de valores e de moral: O bem da comunidade.

Rentrée Política

Rentrée Política

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Lágrima furtiva

A memória exagera, exagera tanto que muitas vezes se torna misteriosa, mas faz bem à nossa alma todo esse mistério, é como se nos estivesse a ensinar o caminho do fim.

Lágrima furtiva

O Côa levou a minha lágrima…

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Ardente dia

Não há água, não há verde, não há caminhos com poças de chuva, simplesmente um Sol inclemente qual aguarela fúnebre pintada com lágrimas e suor.

Ardente dia

Ardente dia

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Tecnologia, Ética, Educação, Leis

Um dos grandes erros do moderno pensamento é ter como adquirido que o avanço da tecnologia leva o Homem também a um verdadeiro progresso Ético e Humano. Pura mentira, a realidade mostra-nos o contrário.

Tecnologia, Ética, Educação, Leis

Tecnologia, Ética, Educação e Leis

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Autoritarismo e Intolerância

«Câmara Municipal de Barcelos colocou junto a WC funcionária sem condições minimamente dignas (…) por decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga, a Câmara de Barcelos foi obrigada a recolocar funcionária no seu posto de trabalho», podia ler-se no Diário de Notícias, de 18 de Julho de 2019.

Martin Luther King

Martin Luther King

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Etnocentrismo

A história dos povos colonizadores, como Portugal, é um rosário das piores injustiças, uma série dos piores abusos sobre os Direitos do Homem e a crueldade da escravatura e do racismo.

Armada de Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil

Armada de Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O Século XIX

Um facto que sempre me intrigou enquanto estudante, durante o Estado Novo, foi o «desaparecimento» do século XIX dos compêndios de História. Falou-se por alto nas Guerras Liberais, a independência do Brasil foi quase ocultada, a Revolução Liberal de 1820 no Porto foi uma coisa «insignificante». Porquê isto tudo se o século XIX foi tão fértil em Revoluções, principalmente a nível europeu? Por isso mesmo! As Revoluções sempre assustaram o Estado Novo e a Igreja Católica que era um dos seus sustentáculos.

Revoluções no Século XIX na Europa

Revoluções no Século XIX na Europa

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Os delfins de Salazar

Corria o ano de 1968. O jornal paroquial «Amigo do Sabugal» publicava uma notícia sobre a doença do Sr. Dr. Oliveira Salazar. E agora? Quem para substituir Salazar? Ele não tinha, nem deixou nenhum delfim, portanto tudo ficou debaixo da responsabilidade de Américo Thomaz, então Presidente da República.

Palácio da Justiça do Sabugal foi inaugurado por Antunes Varela

Palácio da Justiça do Sabugal foi inaugurado em 1966 por Antunes Varela

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Voltemos aos excluídos

A evolução histórica contribuiu para corrigir as formas mais primitivas de imoralidade que o Homem praticou, mas não as anulou, por isso, hoje nas nossas sociedades encontramos os mesmos e parecidos defeitos existentes nas sociedades pré-modernas. Em Portugal continuamos com alguns vícios trazidos de antes do 25 de Abril de 1974, ou seja, do Estado Novo.

Os excluídos

Os excluídos

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

A bancarrota moral do Capitalismo

O Papa Francisco, depois de reunir com o prémio Nobel da Economia Joseph Stiglitz, marcou um encontro mundial de economistas e jovens a realizar na cidade de Assis em Março de 2020. O Papa pretende promover um sistema económico sustentável e humano.

O Papa Francisco reuniu com o prémio Nobel da Economia Joseph Stiglitz

O Papa Francisco reuniu com o prémio Nobel da Economia Joseph Stiglitz

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Os excluídos

Tenho diante de mim o Diário de Notícias, de 8 de Junho de 2019. Traz esta manchete: «Metade dos casos de corrupção já vem das autarquias.» Não é sobre corrupção que irei escrever, vou escrever sobre aqueles e aquelas que trabalham em algumas Autarquias, e que eu considero os excluídos.

Os excluídos

Os excluídos

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Movimento feminino impôs condições a Salazar

Quem se atreveu? O Movimento Nacional Feminino. E que condições lhe impuseram? Ilegalizar as casas de passe (prostituição). E Salazar aceitou? Que remédio… Mas ficou a ganhar! Como sempre…

Movimento Nacional Feminino impôs a Salazar a ilegalização das casas de prostituição

Movimento Nacional Feminino impôs a Salazar a ilegalização das casas de prostituição