CoronaVírus – Carta aberta aos sabugalenses

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Falar deste Coronavírus a que chamam Covid-19 é incontornável semana após semana. Hoje, senti necessidade de escrever uma carta aberta aos sabugalenses. Aos residentes no concelho e aos migrantes…

Desinfecção das ruas no Sabugal (Foto: C.M. Sabugal)

Desinfecção das ruas no Sabugal (Foto: C.M. Sabugal)

.
Carta aberta aos sabugalenses

Caras e caros sabugalenses

Muitos de vós vivem longe da terra que vos viu nascer e crescer.

A vida obrigou-vos a emigrar, quer para o litoral português, quer para outros países.

O facto de muitos desses países e do litoral português assistirem a uma maior incidência deste vírus, pode levar-vos a pensar que estareis mais seguros na vossa terra natal.

E se calhar, tendes razão, mas há algo que não deveis esquecer.

Não ter sintomas não significa não estar contaminado!

Assim, cada um de vós pode ser, involuntariamente, o portador daquilo a que fugíeis!

E pode contaminar os vossos pais, avós e restantes habitantes da pequena aldeia para onde fugis.

Ninguém tem o direito de vos impedir de voltar à vossa terra, mas tendes o dever de não ser o agente contaminador dos que lá vivem.

E a melhor solução era não virdes e cumprir as normas que estão estabelecidas para o lugar onde viveis.

Mas, se mesmo assim, a decisão for vir, então só há uma atitude a tomar. Quando chegardes não visiteis a família e os amigos, antes ficai nas vossas casas em quarentena durante os catorze dias aconselhados.

Se precisais de alimentos e outros bens de primeira necessidade, telefonai para a junta ou para a Câmara, ou para qualquer familiar ou amigo, para vos ir comprar o que necessitais, mas não interajam com eles.

Cumprir todas as recomendações das autoridades locais é a melhor forma de vos defenderdes e de defenderdes os que vos são mais queridos.

Uma palavra última para os que cá residem. Não tentem matar as saudades agora! A pandemia há de passar e muitas mais oportunidades vamos ter para estar juntos de novo!

E ajudai, obrigai, diria mesmo, os que chegam a cumprir as regras, para vosso bem e bem deles!

Um abraço sabugalense

:: ::
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

2 Responses to CoronaVírus – Carta aberta aos sabugalenses

  1. ANTÓNIO CUNHA diz:

    Concordo plenamente. Vamos todos seguir E CUMPRIR este apelo

  2. Manuel Luís Nunes diz:

    Ramiro:
    Completamente de acordo. Conselhos sábios e lúcidos. Se gostamos da vida devemos preservá-la.

Deixar uma resposta