Viagens de um globetrotter desde os anos 60 (56)

Franklim Costa Braga - 180x135 - Orelha - Capeia Arraiana

Viajar hoje é quase obrigatório. Toda a gente gosta de mostrar aos amigos uma foto tirada algures longe da morada. Organizam-se excursões para visitas cá e lá fora, com viajantes que, por vezes, mal têm para comer. Mas, como é moda, toda a gente viaja.
>> ETAPA 56 >> CUBA.

Mapa de Cuba

Mapa de Cuba


III – VIAGENS LÁ FORA – ANOS 2000

:: ::

2001


Viagem a CUBA. Entre 4 de Abril e 18 de Abril de 2001.


:: ::

>> 4.4.2001 >> Creio que fiquei uma noite em casa da senhora mulata, onde me levou o Ramón do carro, ao lado da Av. de los Presidentes. Aí estava hospedada uma médica, do Oriente, a Aida, com quem tive amores. Aí almoçava bons pratos de camarão com cerveja. Estava lá hospedado um velhote galego com uma cubana novita.

>> 5.4.2001 >> Parti para Sancti Spiritus, tendo ficado em casa do Jorge Henrique. Visitei a Osmary em sua casa no extremo norte da cidade. Já tarde, o pai dela levou-me para casa do Jorge numa carroça munida duma lanterna.

Casa da Osmary

Casa da Osmary

.
>> 6.4.2001 >> Fomos eu, a Osmary, a irmã, uma sobrinhita e o filhito do Jorge, a Trinidade, à praia de Ancón no velho Ford do cunhado do Jorge. Pelo caminho parámos num miradouro para ver a paisagem do Vale de los Ingenios. Em Trinidad, já à tarde, comprei gelados a todos.

Miradouro donde se vê o Vale de Los Ingenios

Miradouro donde se vê o Vale de Los Ingenios

Franklim na praia de Ancom com a Osmary

Franklim na praia de Ancom com a Osmary

.
>> 7.4.2001 >> Um sábado, foi a matança dum porco na quinta do pai do Jorge a poucos quilómetros de Sancti Spiritus com a Osmary, o Jorge, sua irmã e cunhado. O carro, um Ford antigo já muito velho, não queria pegar. Foi um vizinho que matou o porco, que assámos ali mesmo. Paguei o porco e duas grades de cerveja.

Assando o porco

Assando o porco

Franklim, Osmary e família do Jorge comendo o porco

Franklim, Osmary e família do Jorge comendo o porco

.
Conheci a irmã do matador do porco, muito bonita. Foi a irmã do Jorge que me indicou a Osmary. Da mala, que ficara em casa do Jorge, retiraram-me soutiens e blumes. Deve ter sido o cunhado do Jorge. Felizmente tinha escondido algumas notas de dólares debaixo dum tapete. Na mala não deixava dinheiro, dada a facilidade em abri-la. Acabei por conhecer numa praça de Sancti Spiritus, onde estava sentada num banco público, uma miúda de 16 anos, a Yudisney, com bom corpo e de bons seios, que foi comigo para La Habana. A Osmary, porque trabalhava numa loja estatal de venda de tecidos, só foi encontrar-se comigo em La Habana noutra vez.

>> 10.4.2001 >> Regresso a La Habana com a Yudisney num autocarro para turistas. Fiquei na casa do Fidel com ela.

Yudisney num parque de Sancti Spiritus

Yudisney num parque de Sancti Spiritus

.
>> 11 a 16.4.2001 >> Passei estes dias em intimidades com a Yudisney, para além dos habituais passeios.

>> 17.4.2001 >> Foi-se a Yudisney para Sancti Spiritus. Junto da cascadita conheci a linda Yussi com uma que dizia ser sua tia. Fomos a casa do Fidel tomar algo.

Franklim com a linda Yussi

Franklim com a linda Yussi

.
>> 18.4.2001 >> Regresso a Madrid e a Lisboa.

Gastos: não encontro registo.

:: :: ::


Viagem a CUBA. Entre 16 de Julho e 14 de Agosto de 2001.

Fui com a amiga Cidália pela Yes em viagem programada em que nos inscrevemos.


:: ::

>> 16.7.2001 >> Chegada de avião a Varadero. Apanhámos um autocarro da excursão para La Habana. Ficámos no Hotel Habana Libre. Bom. Visitámos a Edelsa. Jantar: um bocadillo.

>> 17.7.2001 >> Visita à Habana Vieja. Com a Cidália fiz foto junto à embaixada de Espanha ao lado do túnel sob a baía, junto à estátua a Maximo Gomez.

Franklim frente ao monumento a Maximo Gomez

Franklim frente ao monumento a Maximo Gomez

.
Almoço no Barrio Chino. Apanhámos uma grande molha de regresso ao hotel no rikchó amarelo. Jantar no Fidel. Às 19:00 horas entreguei a encomenda do Sr. Matos à Ana Maria.

Franklim no restaurante chinês na Habana Vieja

Franklim no restaurante chinês na Habana Vieja

.
>> 18.7.2001 >> Fomos ao Mercado da Riviera. Almoço rápido no quarto. Saída às 14:30 horas em autocarro para Varadero. Ficámos no Hotel Tuxpan na ponta oeste da ilha, tendo ficado num quarto no rés-do-chão. Jantámos no hotel.

>> 19.7.2001 >> Ida ao fisioterapeuta. Raios laser. Fomos a uma manifestação pró-Fidel em Santa Marta ou Jovellanos. O rapaz organizador no hotel disse que me dava uma gorra do Ché, mas não deu.

>> 20.7.2001 >> Ida à Dra. Aídis. Praia.

>> 21.7.2001 >> Sábado. Ida à festa nacional do 26 de Julho em Varadero. Visita à Zoila. Mercado. Hotel.

Franklim em Santa Marta nas comemorações do 26 de Julho

Franklim em Santa Marta nas comemorações do 26 de Julho

.
>> 22.7.2001 >> Hotel e praia.

>> 23.7.2001 >> Médica. Praia. Estava enevoado. Almoço. Conversa com a Yondra. Pelas 14:00 horas partida para o aeroporto de Varadero. A Cidália embarcou. Eu fui de carro para Havana. Comi um rollito com mais duas professoras de ginástica. Cama pela meia-noite.

>> 24.7.2001 >> Telefonei à Yussi, que tinha conhecido em Abril. Não apareceu ao almoço. Apresentaram-me a Suzana, de Pinar del Rio. Intimidades com ela. Na parada do guagua conheci a Yaymara, de Placeta, linda, com quem estive em intimidades. Fui às Bulerias com a Giselle, negra, até à uma hora da manhã. Deitar.

A Yaimara no quarto da Edelsa

A Yaimara no quarto da Edelsa

.
>> 25 a 30.7.2001 >> O mesmo de sempre. Conheci outras moças, como a Bélkis, a Betsy, a Madelin, duas irmãs, a Judit e outra, Aimée, Yaíma e prima, a Marisa do 3.º ano de Medicina, Chiquita de 16 e Yuleidi e a Mileivi. Tive carícias de algumas e amores com a Madelin, a Suzana, de Pilar, Aymara, de Placeta, uma das duas irmãs, e uma ou outra mais. Andei com algumas pelos Carnavales.

As 2 irmãs no quarto da Edelsa

As duas irmãs no quarto da Edelsa

.
>> 31.7.2001 >> À noite, na cascadita, conheci a Marilidis, do 5.º ano de Medicina e a prima, casada com um médico em serviço na Venezuela, ambas de Nuevitas. Levei-as a casa a comer chouriço.

A Marilidis na Edelsa

A Marilidis na Edelsa

.
>> 1.8.2001 >> Joguei cartas com a Marilidis e a prima. Conheci a Iliada.

>> 2.8.2001 >> Encontrei a Betty, filha da Daisy. Estive com a Maricel, de Las Tunas. Veio a Gretel, de cabelos negros. Conheci a Yanela. À noite, no Malecón, conheci o grupo do hotel desportivo: Nilda, Mercedes e um colega negro. Bailámos até às duas horas da manhã na taberna San Juan. A Edelsa tinha trancado a porta e tive de bater muitas vezes para ela a abrir.

>> 3.8.2001 >> Fui com a Gretel, de chapéu de palha, à praia de Santa Maria. Uma camioneta de carga adaptada não nos quis levar, por ser estrangeiro. Fomos num táxi com a Martica, advogada, e com um mexicano acompanhado pela Chantal. A Gretel não queria carícias. Às 20:30 horas tive intimidades com a Lisandra, mulata forte, de Arroyo Naranjo.

Franklim no seu quarto com a Lisandra

Franklim no seu quarto com a Lisandra

.
>> 4.8.2001 >> Veio a Gretel, mas nada. Almoçámos. Cortei o cabelo. Dormi até às 18:00 horas. Veio a Lisandra e tivemos intimidades pela segunda vez. Passeata pelos Carnavales. Cama à uma hora da manhã.

>> 5.8.2001 >> A Lisandra veio às 10:00 horas. Novamente intimidades. Almoçou comigo. Dormimos. Carnavales. Encontrei a Belkis e a Betsy.

>> 6.8.2001 >> Telefonei à Osmary, de Sancti Spiritus. Veio a Lisandra. Novamente intimidades. Almoçou comigo. Conheci duas irmãs Judit e outra de que não me lembro o nome.

>> 7.8.2001 >> Fui ao mercado da Riviera. Conheci a Keiza de Nuevitas. Veio a chiquita e depois a Keiza com o tio. No mercado conheci a Milavis. Veio pelas 20:00 horas, vestida de negro. Intimidades com ela.

>> 8.8.2001 >> Fui ao hospital oncológico. Pelo meio-dia veio a casa a prima da Mary. Eu não estava. Pelas 15:00 horas veio a Keiza. Apenas carícias. Jantei no Fidel. Encontrei o Kepa, companheiro na viagem à Venezuela, com um amigo, a quem um negrito roubou um fio de ouro na rua por puxão (foi frente à casa da Edelsa). Tomei rum com a Noris, a médica & Cª. Deitei-me às duas horas da manhã.

>> 9.8.2001 >> Mudei-me para casa do Fidel. Jantei peixe no Mojito. Conheci a Nancy.

>> 10.8.2001 >> Fui esperar a Osmary de Sancti Spiritus. Intimidades com ela. Fomos aos Carnavales. Deitar cedo. Vi atletismo na televisão.

>> 11.8.2001 >> Fui com a Osmary ao Cristo em La Regla. Atravessámos o canal ou braço de mar na lancha velha. Comemos no Barrio Chino. Dormimos. Jantámos. Fui aos Carnavales. Conheci a Geisel, com uma amiga, de San Agustín. Casa pelas 22:00 horas.

Franklim com a Osmary no Cristo de La Regla

Franklim com a Osmary no Cristo de La Regla

.
>> 12.8.2001 >> Fui com a Osmary ao Rincón de San Lázaro no camello M2. De tarde fui ao mercado da Riviera. Dormi. À noite fui um pouco aos Carnavales. Encontrei a Donnaivis, filha da Marina. Passeámos um pouco. Regresso a casa. Fiz as malas. Cama.

Franklim no rincón de S. Lázaro

Franklim no Rincón de San Lázaro

.
>> 13.8.2001 >> Fui cedo para o terminal do autocarro. Parti para Varadero pelas 08:30 horas. Almocei pão com chouriço. Pelas 16.00 horas despacho de malas. Tiraram-me as duas caixas de charutos Esplêndidos que havia comprado, por terem vidro na tampa. Demoraram a fazer o papel. Atraso no avião. Paragem em Punta Cana.

>> 14.8.2001 >> Chegada a Lisboa pelas 10:00 horas. Na alfândega tiraram-me 74 charutos avulsos, comprados ao Fidel a cerca de 1 dólar cada. Queriam que pagasse mais de 25 contos se os quisesse. A Cidália esperava-me. Fiz o IVA e fui trabalhar para a Guache.

Manifestações em Cuba

As manifestações pro regime eram frequentes. Além desta em Varadero, com gente a vir de longe em camionetas, assisti a outra em Villa Clara, num dia logo cedo, em que o Jorge Roca participou, acompanhando-a perto de sua casa, mas largando-a mais à frente. Era preciso que a controladora do bairro o visse na manifestação. Assisti a outra com Fidel a descer a Rampa na Havana.
Mas também assisti a uma dos contras, de noite, em La Habana, com gente a bater nos tachos e a gritar. Depressa foi dispersa.

Gastos: Não os anotei.

:: :: ::


Viagem a CUBA. Entre 27 de Outubro e 6 de Novembro de 2001.


:: ::

>> 27.10.2001 >> Saída de Lisboa pelas 13:20 horas, um pouco atrasado. Transbordo em Madrid, quase de seguida. Chegada a La Habana pelas 20:30 horas, já noite. A minha mala foi das últimas a sair. Apanhei um táxi grande que rolou a alta velocidade. Chegada a casa pelas 22:20 horas. A Marilidis ainda não tinha chegado. Fui ao Instituto Hidrográfico, ali ao lado, e acabara de chegar com a mãe. A Marilidis de Nuevitas, a acabar Medicina, veio a casa da Edelsa com a mãe. Conversa, beijinhos, mas não ficou comigo, com medo da porteira do Inel. Dei-lhe fato meu cinzento usado, para o pai Júlio, que ia para Espanha.

>> 28.10.2001 >> Mudou a hora para menos uma. A Marilidis veio pelas 10:00 horas novas. Jogámos cartas. A mãe saiu (propositadamente) e tivemos intimidades pela primeira vez. Despiu-se com naturalidade e provou diante de mim a roupa que lhe levei. Antes de almoço, intimidades pela segunda vez. Almoço. Foram visitar um tio. Passeei. Fazia muito vento. Comprei rum e bebidas. Casa.

Franklim com a Marilidis no quarto da Edelsa

Franklim com a Marilidis no quarto da Edelsa

.
>> 29.10.2001 >> Cortei o cabelo. Casa. Joguei cartas com a Marilidis e mãe. Almoço. Ida ao cemitério de Colon. Sentei-me na parada em frente. Passeio. Casa. Elas vieram tarde, já eu tinha jantado. Jogo de cartas. A Marilidis ficou comigo de noite. Estudou na cama para um exame. Lindas intimidades.

>> 30.10.2001 >> Cedinho, elas foram ao Terminal. Vieram pelas 10:00 horas. Jogo de cartas. Almoço. Pelas 15:30 horas partiram de táxi. Veio a Lisandra. Ficou comigo de noite.

>> 31.10.2001 >> Às 10:00 horas foi-se a Lisandra. Ida ao mercado da Riviera. Estava fechado. Almoço. Dormi. À noite veio a Sara, amiga da Edelsa, e filha.

A linda Yussi na sala do Fidel

A linda Yussi na sala do Fidel

.
>> 1.11.2001 >> Mercado da Riviera. Compras. Conheci a taxista Odalys, que me levou a casa. Intimidades com ela, mas tive problemas com ela. Queria mais dinheiro. Passeio. Casa às 23:00 horas.

>> 2.11.2001 >> Conheci algumas moças. Almoço com a Rodislexis, índia alta, com quem estive em intimidades. Dormi. Zanga com a Sara por lhe falar da filha. Jantar. Saí. Conheci outras moças. Cama pelas 00:15 horas.

>> 3.11.2001 >> Pelas 10:00 horas encontro com a Yaima, de 19, mulata, filha de russa. Levei-a a casa e tivemos intimidades, mas fracas. Fui cedo para casa devido ao furacão Mitchel. Ouvi as notícias na televisão. A Edelsa trancou tudo. Jantei lagosta.

>> 4.11.2001 >> Mal saí de casa. Chovia. Vi a televisão sobre o furacão Mitchel. Pelas 13:00 horas apagaram a luz e começaram ventos fortes. Não saí mais. Comi jantar frio (o resto da lagosta). Mesmo assim, dormi a intervalos, apesar de a Edelsa estar no meu quarto, com medo.

>> 5.11.2001 >> Fui à Ibéria. Passeei um pouco a ver os estragos, uns ramos e uns vidros partidos. Casa. Fiz a mala. Veio a Lisandra e tivemos intimidades. Dei-lhe 5$ e uma camisola laranja bordada. Queria mais para sapatos. Almoço com pão e lata de atum, com vinho e uma cerveja pouco fria por ter faltado a luz todo o dia. Conheci a Yessénia, técnica de Raios X na maternidade. Foi a casa e «ajudou» com carícias íntimas. Estava com o vermelho. Beijinhos. Fui ao Fidel comprar tabaco (charutos) para levar para Portugal. Passeio. Jantar novamente pão com conservas de sardinha e chouriço. Táxi para o aeroporto. Falhou várias vezes a luz no aeroporto. Saída.

>> 6.11.2001 >> Chegada a Madrid e depois a Lisboa.

Gastos: 436,50$.

(Fim da Etapa 56.)

:: ::
«Viagens dum Globetrotter», por Franklim Costa Braga

Deixar uma resposta