Casteleiro – Hoje, edição especial

José Carlos Mendes - Orelha - Colaborador - Capeia Arraiana - 180x135

Tantos temas hoje! Trago-lhe: leituras para estar o mais só possível, OK? São coisas leves e fáceis de assimilar. Vá por mim: leia e isole-se o mais possível, no melhor dos sentidos e com a melhor das finalidades. Boa saúde é o melhor que lhe posso desejar.

Haverá mais meigo e mais doce e pacífico do que o Serra da Estrela?

Haverá mais meigo e mais doce e pacífico do que o Serra da Estrela?

.
O cão é o melhor amigo do homem

Quando éramos pequenos, quem é que não teve o seu cão de estimação? Um cão ou uma cadela! A minha foi «toda a vida» dela uma cachorra linda e meiga, mais minha amiga do que da mãe dela. Chamava-se Doninha e acompanhava-me para todo o lado, sempre. Pelo menos era o que eu pensava e foi essa a imagem que guardei dela para sempre. A Doninha era também muito, mas muito minha amiga.

Todos tivemos a «nossa Doninha», de certeza.

Pois bem: em tempos, mais propriamente há sete anos, fiz na Gazeta Regional «Serra d’Opa» uma exposição de cães da Serra da Estrela lindíssimos. São cachorros quase todos – se não mesmo todos – da Catraia, onde até os pode comprar, se tiver interesse.

Veja como são uma delícia, mesmo!!! Pode ver as fotos todas e imaginar a legenda para cada uma delas… (Aqui.)

Casteleiro: a linhaça 7 mil anos depois!

Vejam o que encontrei nas minhas andanças a preparar esta crónica: «(…) a semente do linho também conhecida como linhaça, remonta a milhares de anos antes de Cristo (5 mil A.C.)!!!
À semelhança do que tem acontecido com outros usos e costumes do Casteleiro, fui algumas idosas do Lar e Centro de Dia local, que se deliciam a falar destas coisas, as suas mães e avós costumavam aplicar sementes quentes, no local desejado, de manhã e à noite.»

Leia mais, que é muito interessante… (Aqui.)

Rádio Altitude… desde 1946

Na minha juventude, a Rádio Altitude era de certeza a mais ouvida lá na terra. E então a rubrica de discos pedidos… oi, oi…

Pois bem: vejam o que encontrei nesta mesma busca: «Embora existam registos que remontam a 1946, quando José Maria Pedrosa e outros internados no então Sanatório Sousa Martins fizeram as primeiras experiências para um sistema de radiodifusão sonora, o nascimento formal da mais antiga rádio local em Portugal aconteceu há exactamente (…) com a assinatura do «Regulamento de “Rádio Altitude”», a 21 de Outubro de 1947. No documento lê-se que “a estação emissora da Caixa Recreativa [dos internados no Sanatório] denomina-se Rádio Altitude e destina-se a proporcionar aos doentes do Sanatório certas distracções compatíveis com a disciplina no tratamento”.»

Quer saber muito mais? Pode ler… (Aqui.)

Gazeta regional «Serra d’Opa»: activa!

Para grande surpresa minha, descobri que a Gazeta Regional «Serra d’Opa», que criei há uns anitos, na sua versão de Facebook, está ainda ligeiramente activa mas está. A rapaziada activista de Malcata utiliza a Gazeta para a divulgação das suas iniciativas e das que lhe parecem úteis.

Fico feliz por saber.

Como se sabe, hoje, com as plataformas e redes sociais, os produtos ganham vida própria, a menos que se lhes «corte essa colecta». Como não cortei nunca o fio… a Gazeta ganhou a sua vida própria e lá está para dar e durar.

Pode consultar se lhe interessar… (Aqui.)

Boa semana para todos nós!

:: ::
«A Minha Aldeia», crónica de José Carlos Mendes

Deixar uma resposta