A esperança de Bernie

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Quem diria que um homem perto de 80 anos se iria candidatar a Presidente dos Estados Unidos? Uma verdadeira «pedrada no charco» porque tal como o actual, são pessoas que nunca foram alinhadas com o designado «Sistema» o que, sem duvida, vai enriquecer os noticiários cansados de tanta virulogia.

Bernie Sanders é candidato a Presidente dos EUA

Bernie Sanders é candidato a Presidente dos EUA

.
Sanders simboliza uma resistência com valores do meu século…

A história dos Estados Unidos, embora recente, tem factos que marcaram a democracia moderna. Um deles foi a designada «revolução jacksoniada», em 1828, onde pela primeira vez os Estados Unidos elegeram um candidato fora do «Sistema», Andrew Jackson, derrotado quatro anos antes porque a escolha do Presidente era efectuada pela Câmara de Representantes, podendo ignorar a decisão do Colégio Eleitoral. O facto é que Andrew, em 1824, teve a maioria no Colégio Eleitoral, mas as «elites» conseguiram derrubar a vontade popular catapultando Jackson para uma verdadeira cruzada de luta contra o nepotismo durante o mandato de Adams, filho de John Adams. Este era um amigo de George Washington, e membro do primeiro governo americano, conhecido pelo «Governo dos Amigos de George Washington».

O esforço de Bernie Sanders, um independente de formação, tem sido notável desde a sua derrota contra Hilary Clinton nas passadas eleições presidenciais de 2016. A máquina democrata ajudou Clinton, acabando também, na minha opinião, por ajudar Trump. Hilary para os eleitores americanos não era mais do mesmo, uma candidata do «Sistema».

Desta vez Sanders tem tudo para «nos» libertar. Estranho, o mundo vibrar com alguém que nem pode eleger. Mas o facto é que a globalização acaba por abafar muito os destinos soberanos de alguns países. Mas olhemos para estas eleições como uma partida de futebol, ou de outro desporto. Os adeptos só podem mesmo «torcer».

Porquê este meu apoio? Irei emigrar para os USA?

Nada disso. O Presidente americano influencia muito as nossas vidas. A começar pelo ambiente e quem sabe se nestes vírus ambulantes. Sanders simboliza uma resistência com valores do meu século. Mesmo idoso pode ser uma lufada de ar fresco na juventude e abrir portas a novas políticas. Os acordos de Paris, o médio oriente, as minorias, o racismo, vão ser agenda se for eleito. Acima de tudo será uma influência positiva ao bloqueio dos pensamentos da direita radical.

Em caso de vitória, será o primeiro não cristão na Casa Branca, e por ser judeu, vai seguramente intervir com conhecimento no Médio Oriente, tendo inclusivamente trabalhado no passado, num «kibutz» com a sua actual mulher. Aliás a imagem do casal nada tem que ver com a pompa e beleza da familia «von Trump».

Pessoalmente o que me arrepia é o facto de saber, o que vai passar na campanha eleitoral de finais de outubro, deste ano. Acredito que vai ser «cilindrado» pelos média, pelo adversário e provavelmente por facções do Partido Democrata. A sua natural independência vai ter custos políticos elevados. Daí que tenha esperança que, no mínimo, os aliados moderados o ajudem e tudo façam para esta esperada vitória.

É importante cumprir com as metas da Agenda 2030 para evitar o aumento gradual da temperatura média do planeta, bem como ter capacidade para estabelecer pontes com a Europa e o Oriente no sentido de se criarem alternativas económicas aos desafios do futuro, tendo em conta a explosão demográfica que se antevê e a necessidade de se ter alimento para tanta gente.

O eleitor americano tem agora dois candidatos que não estão conotados com as «elites» de Havard ou de Yale.

Resta-nos esperar pelo final da partida.

Chicago, 07 de Março de 2020.

:: ::
«No trilho das minhas memórias», crónica de António José Alçada

5 Responses to A esperança de Bernie

  1. José Geraldes diz:

    Gostei da tua reflexão sobre este futuro dos EUA que irão afectar todo o mundo. Numa pequena frase, vou tentar ser o mais objectivo possível. ESTAMOS JUNTOS

  2. Antonio José Alçada diz:

    Obrigado meu amigo e amiga. Sem dúvida que estamos juntos. Abraços

  3. nelia rosário santos martins diz:

    Sem dúvida que tudo o que acontece nos EUA influencia o mundo inteiro!
    Dei-me conta, com a inesperada eleição de Trump, que há muitos ignorantes na maior parte dos estados. Vamos então depositar a esperança em Bernie!!

Deixar uma resposta