Casteleiro – O talefe e as rochas de encanto

José Carlos Mendes - Orelha - Colaborador - Capeia Arraiana - 180x135

Tenho andado vidrado com o Talefe da Serra d’Opa. Não há ninguém da minha idade que não tenha olhado mil vezes lá para cima com satisfação. Mas ir lá… isso era coisa para muito poucos… Hoje vamos lá. Venha daí.

Para nós, isto é muito mais do que mais um marco geodésico: isto é «o» talefe!

«Talefe» na Serra d’Opa no Casteleiro

.
O talefe

Para nós isto é muito mais do que mais um marco geodésico… é «O Talefe»!

Digo bem: «O Talefe». Como se não houvesse mais nenhum no mundo: «O Talefe» é este. Tudo o resto são marcos geodésicos e ponto final!

Visto cá de baixo é apenas uma «pedra» rodeada de barrocos muito bonitos por acaso.

Visto nos livros é apenas mais um marco geodésico.

Mas sendo dali da zona, por ali nascido e criado e indo lá acima… Santo Deus! Que coisa magnífica. E o que dali se vê? Vê-se o vale do Casteleiro todo até Sortelha. E para o outro lado vê-se o Vale de Lobo (hoje da Senhora da Póvoa), numa paisagem que não acaba e que nos eleva e nos encanta para os dois lados…

Olhe bem para a fotografia e imagine-se naquele paraíso todo por sua conta.

 Esta é a «A Tartaruga», na Serra da Gardunha

Esta é a rocha «A Tartaruga» na Serra da Gardunha

.
Rochas de encanto…

Por falar de rochas bonitas… divirta-se com este exposição de obras de arte da Natureza na nossa zona.

60 imagens e recantos. Mitos, Lendas, Miragens. A Geologia do Maravilhoso. Construções da Mãe Natureza. Eis um dos maiores encantos das nossas paragens. As rochas. As formações rochosas. Elas encaixam na paisagem como parte integrante dela. Não se trata de construções humanas – à excepção de um ou dois casos muito antigos: as antas, os dólmens e o caso de Vila Nova de Foz Côa. De resto, trata-se de construções da Mãe-Natureza.

Muitas destas rochas têm por detrás um mito, uma estória popular, por vezes até uma atracção mística. Por isso, sempre que possível, inserimos um «link» que, ao ser aberto, conduz a mais informação. Como se sabe, muitos destes recantos são alvo de narrações lendárias e, em muitos casos, as populações atribuíram-lhes alma e inteligência. Algumas dessas formações até têm nome popular.

Continue a ler e sobretudo a ver as 60 rochas de encanto que escolhi na nossa região. Veja… (Aqui.)

Gostou? – Eu adorei!

Boa semana. Que os seus sonhos se concretizem…

:: ::
«A Minha Aldeia», crónica de José Carlos Mendes

2 Responses to Casteleiro – O talefe e as rochas de encanto

  1. Fernando capelo diz:

    Eu também adorei.
    Grande abraço.
    F. Capelo

  2. José Carlos Mendes diz:

    Somos de uma zona magnífica do lado da Natureza. Assim fosse a economia…………….
    Gd abraço, Capelo.
    Vamos em frente.

Deixar uma resposta