Terras do Lince na Feira de Vilar Formoso

Lince da Malcata - © Capeia Arraiana

O «Território Terras do Lince» representado pelos autarcas dos municípios do Sabugal, Almeida e Penamacor marcou presença com um stand na XII Feira de Caça, Pesca e Desenvolvimento Rural, que decorreu no Pavilhão Multiusos de Vilar Formoso, entre 31 de Janeiro e 2 de Fevereiro. O Governo fez-se representar na Feira de Vilar Formoso por Carlos Miguel, Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional.

Representantes dos três municipios raianos no stand Terras do Lince

Vítor Proença (vice-presidente C.M. Sabugal), António Beites (presidente C.M. Penamacor),
Carlos Miguel (secretário de Estado) e António Machado (presidente da C.M. Almeida) no stand Terras do Lince

Os municípios do Sabugal, Almeida e Penamacor marcaram presença em Vilar Formoso na XII Feira de Caça, Pesca e Desenvolvimento Rural, no âmbito do selo da Carta Europeia de Turismo Sustentável Terras do Lince, com um stand próprio.

Durante a Feira teve lugar um colóquio subordinado ao tema »Turismo Cinegético nas Terras do Lince», organizado pelos três municípios raianos.

Os participantes no debate discutiram a importância da união entre os três concelhos que integram o território Terras do Lince no turismo ligado à actividade cinegética. Foram analisadas as problemáticas associadas às zonas de caça e às espécies cinegéticas.

André Oliveirinha, da Câmara Municipal de Penamacor, apresentou «A acção do turismo cinegético dentro do território CETS: principais objetivos»; António Borges, do ICNF, com o tema «A caça e turismo no Território Terras do Lince»; Carlos Rio Carvalho com a temática «As espécies cinegéticas no território CETS – o caso do coelho e do Lince»; António Carlos Morgado, da Câmara Municipal do Sabugal, com a comunicação «Caça e pesca nas Terras do Lince».

António Luís Beites Soares, presidente da Câmara Municipal de Penamacor, recordou que este é um «território de excelência de caça e que esta é uma actividade que se desenvolve na época baixa da hotelaria e da restauração, gerando enormes mais valias e negócios comerciais e empresariais sendo importante cimentar laços com empresários, associações e clubes de caça».

O Governo fez-se representar na Feira de Vilar Formoso por Carlos Miguel, Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional.

jcl

Deixar uma resposta