Aldeias Históricas lideram Destinos Sustentáveis

Aldeias Históricas de Portugal - Capeia Arraiana

A organização internacional Instituto de Turismo Responsável (ITR) decidiu atribuir à rede das Aldeias Históricas de Portugal a liderança da comunidade internacional de Destinos Turísticos Sustentáveis. É a primeira vez que um destino português é eleito para este cargo. Até ao momento, a liderança da comunidade Biosphere estava a cargo da região de Thompson Okanagan, na Colúmbia Britânica. Situado no Canadá, este lugar foi eleito, em 2018 e 2019, como o Destino Mais Sustentável do Mundo.

Rede das Aldeias Histórias de Portugal. 1 Destino que são 12

Rede das Aldeias Histórias de Portugal. 1 Destino que são 12

A rede das Aldeias Históricas de Portugal foi certificada para liderar a comunidade internacional de Destinos Turísticos Sustentáveis. É a primeira vez que o Instituto de Turismo Responsável (ITR) atribui essa responsabilidade a Portugal.

Depois de, em Novembro de 2018, terem recebido o «certificado Biosphere Destination», tornando-se assim o primeiro destino em rede no mundo, e o primeiro a nível nacional, a receber a distinção a rede das Aldeias Históricas de Portugal volta a obter um importante reconhecimento por parte do ITR.

Desta forma, as Aldeias Históricas de Portugal vão dinamizar o projecto a nível internacional e pôr em prática um plano integrado de acção para os 28 destinos que fazem parte desta rede.

Das várias ideias propostas pelas Aldeias Históricas de Portugal destacam-se a realização de uma acção de responsabilidade social conjunta, a promoção em rede junto dos operadores turísticos, a partilha de boas práticas entre as equipas, a transferência de conhecimento para os diversos destinos e o reforço do envolvimento das empresas do sector já certificadas em matéria de sustentabilidade no turismo.

O Instituto de Turismo Responsável (ITR) é uma organização internacional independente, que tem como propósito implementar acções e programas de desenvolvimento sustentável na indústria turística. Para isso, criou e desenvolveu o Sistema de Turismo Responsável (STR), que se traduz na Certificação BIOSPHERE Responsible Tourism. Para isso segue as recomendações da Agenda 21 da ONU e as linhas de orientação de vários programas da OMT e da UNESCO relativos ao desenvolvimento sustentável e à protecção do património cultural e natural.

A certificação surge como uma resposta para estabelecer os critérios necessários para se obter um comportamento sustentável no negócio internacional do Turismo. Assim, o STR promove actividades turísticas sustentáveis, de forma a que o Turismo responsável se torne num produto turístico.

A missão da comunidade Biosphere é tirar proveito das sinergias que podem ser criadas entre os vários destinos.

jcl (com comunicação Aldeias Históricas de Portugal)

Deixar uma resposta