Casteleiro – Memórias de ontem e hoje

José Carlos Mendes - Orelha - Colaborador - Capeia Arraiana - 180x135

Na Escola das Raparigas do Casteleiro vamos ter um dia uma espécie de Museu encantador… a «Casa da Memória». É justo e muito interessante. Para lá disso, vou à memória e tiro da cartola duas pequenas estórias que o vão encantar, de certeza, como a mim. Leia e depois diga se gostou, OK?

É neste edifício da Escola das Raparigas que vai ser a «Casa da Memória»

É neste edifício da Escola Primária das Raparigas que vai ser instalada a «Casa da Memória»

.
Casa da Memória na Escola Primária das Raparigas

«A Casa da Memória será instalada no edifício da velha escola primária do Casteleiro, património de referência da Aldeia, que se encontra há muito fechada e em adiantado estado de degradação e cujo projeto de remodelação, arquitetura e especialidades se encontra já aprovado pela Câmara do Sabugal.»

Continue a ler… (Aqui.)

Casteleiro, terra de encanto

Dantes nas Festas muito populares, ainda ouvi várias vezes cantar o Hino que um dia foi feito e cantado em honra da minha aldeia. Era assim:

«Ó Casteleiro, terra de encanto,
Terra tão linda não há, não há.
É por ser bela que a amo tanto.
Nem que me paguem não vou de cá.

Quanto te deixo, ai que saudade…
Sinto os meus olhos brilhar de pranto,
Mas ao voltar que felicidade,
Sinto-me presa ao teu encanto»

E há mais. Leia que vai gostar. Continue a ler… (Aqui.)

A belíssima torre da minha terra

Dizem-me que sempre fora desejo do Povo ter uma torre maior, com mais dignidade. Uma torre que impusesse o respeito que a terra achava que merecia.

Mas uma torre dessas implicava muito dinheiro. Era preciso contratar quem a construísse. Esses pedreiros tinham de vir de fora. Maior a despesa.

Pois, há cerca de 60 anos, tornou-se realidade esse desejo do Povo da nossa terra: a torre concretizou-se, por negociação feita na altura.

Continue a ler… (Aqui.)

:: ::
«A Minha Aldeia», crónica de José Carlos Mendes

Deixar uma resposta