Em nome da Terra – Parte II

António Gonçalves - Colaborador - Orelha - Capeia Arraiana

Pretendo com este artigo salientar alguns aspetos pertinentes da nossa região.

Cartaz numa casa em que foi roubado o portão. A emigração tem consequências ao nível linguístico!

4- Curiosidades
Vale Mourisco

Nesta casa roubaram o portão, como se vê na foto, o dono respondeu com aviso:
«A PESSOA KE ROUBOU Ô PORTAL CORRE PERIGO DE MORTE!! LADRÔIS SÓ NO CEMITÉRIO!!!»

5. Toponímia
A designação toponímica assume particular importância na preservação da memória e identidade cultural dos povos, tendo também uma função pedagógica. Nestas circunstâncias, deve o poder local estar atento aos pequenos pormenores, caso contrário o forasteiro pode surpreender os sentidos negativamente.

Sobreira
Um dia decidi dar uma volta e ir até à capela. Eis que de repente vejo uma placa que diz “Rua da Igreja”! Afinal, é igreja ou capela? Vou até ao fim e chego ao “Largo da Capela”! E esta, hem?

Águas Belas
Quem chega, vindo do Espinhal, pode encontrar uma placa com o nome “Rua da Açude”, seria bom que os responsáveis locais corrigissem! Açude é um substantivo masculino! Assim, deveria ser “Rua do Açude”.

6. Dirão da Rua: Esmola do Santo Antão na freguesia de Sortelha
Os mordomos de Santo Antão, cuja festa se celebra anualmente em Sortelha, passaram pelo Dirão da Rua a pedir esmola, em 23 de agosto, justificando representar a freguesia. Na memória dos mais velhos está o tempo em que daqui partiam pelas aldeias vizinhas a pedir esmola para Santa Bárbara e em Sortelha lhes fechavam as portas! As feridas demoram a cicatrizar e os representantes políticos locais parecem desconhecer esta realidade.

Dirão da Rua, agosto de 2019, a partir do S. Cornélio identifica-se a cidade de Sabugal e terras de Espanha

7. Leitura
Nos últimos dias de férias tive oportunidade de ler “Sortelha: segredos por desvendar”, do arqueólogo Marcos Osório. Obra notável! Partindo dos trabalhos arqueológicos, realizados a partir de agosto de 1995, revelou muitos segredos desconhecidos da região de Sortelha.

Deu-me muito prazer! Parabéns!

Sortelha tem o dever de reconhecer o mérito do trabalho.

:: ::
«Memórias de Sortelha», por António Augusto Gonçalves

Deixar uma resposta