Os suplícios físicos aplicados às crianças nas escolas foram prática que perdurou ao longo dos tempos. Em Portugal, foi apenas na segunda metade do século XX que começaram a vingar as teorias pedagógicas contrárias a esse tipo de castigos.

Por tudo e por nada aplicavam-se castigos corporais
Ler Mais