O Ciclo Sanjoanino (5)

Manuel Leal Freire - © Capeia Arraiana

Manuel Leal Freire brinda-nos com uma vaga de poemas em louvor dos Santos de cada dia. Semanalmente, ao domingo, a poesia do bismulense de pena firme e de memória prodigiosa deslumbra-nos com a exortação aos valores maiores deste nosso recanto raiano.

São João do Porto

São João do Porto

São João do Porto

Nem todos os Joões santificados
O foram por sermões ou homílias
Ascensos aos altares são variados
Chegando-se aos céus por muitas vias

São pelo Senhor bem valoradas
Valendo como veras mais valias
Acções para nós banalizadas
Mas em si hossanas e aleluias

Amar o próximo é servi-lo sempre
E sobretudo quando está doente
É mais do que rezar um breviário

Assim se chega ao cume dos altares
Por obras pouco mais do que vulgares
São João do Porto era herbanário

:: ::
«Poetando», Manuel

Deixar uma resposta