Não há cá sushi time!

Letícia Neto - Seixo do Côa - Sabugal - Capeia Arraiana - orelha

Párem de tentar vender a ideia de que sushi é a oitava maravilha do mundo. Não é. É para aí a milésima segunda, bem depois do arroz de lulas. Ou de qualquer coisa feita com polvo. Aquelas texturas e aromas nunca colheram a minha simpatia. Não me faleis em polvo à lagareiro que não vos adianta! Mas pronto, no fim de tudo vem o sushi.

Bucho Raiano - Letícia Neto - Capeia Arraiana

Gastronomia Portuguesa – Bucho Raiano

No fundo não sei se gosto mais ou menos de sushi do que de tudo o resto. O facto é que pra mim essa coisa feita de arroz empapado tem um condimento especialmente desagradável: desilusão. De há uns anos a esta parte começou a ser moda dizer «Ai eu adoro sushi!», ou «o meu prato preferido é sushi» (o meu é Vista Alegre), e mais tarde veio aquela coisa irritante ao jeito de hashtag «sushi time». Eu, rapariga da aldeia que adorava o cheiro da pizza de roulotte no Largo da Fonte (Sabugal), roía-me de vontade de provar tal maravilha.
O dia D teve desembarque na Covilhã e não na Normandia. Combinámos e lá fomos. E porque a minha memoria fotográfica não me atraiçoa sei que foi no Japonês/Chinês que há por cima das galerias acima do polo principal da UBI. Mergulhei um daqueles cubos com o tal arroz-barro naquele molho acastanhado e levei à boca. Degustei e desgostei. Tudo no mesmo segundo. Tentei gostar várias vezes desde então mas a química nunca se deu. Gosto dos noodles com os legumes, das gambas fritas e das misturas que dá pra fazer com doce e salgado… por isso continuo a ir a essas casas do demo onde o prato de dia não deita fumo quando acabado de fazer.
Qual sushi qual quê quando existe o bacalhau à brás e o cozido à portuguesa? Qual amostra de salmão pré-mastigado se temos red fish pra comer de cebolada? Deixai-vos mas é de mariquices e inventai outra moda gastronómica em que não haja arroz que parece ter sido confecionado por uma batoneira.
:: ::
«Calhaus há muitos… Seixo há um», crónica de Letícia Neto

3 Responses to Não há cá sushi time!

  1. JFernandes diz:

    É assim mesmo. Apoiado.
    Naturalmente respeitando quem tem opinião contrária, não consigo gostar de sushi. Agora cozido, bacalhau de todas as formas isso sim.
    Não consigo perceber por que razão temos que seguir pretensas modas!… Mas a culpa é nossa.
    jfernandes

  2. jclages diz:

    Letícia

    Admiro e surpreendo-me quando os jovens têm opinião. Mas nunca será de mais valorizar e parabenizar aqueles que se destacam e têm coragem de pensar e depois dizer o que pensam. Parabéns!

    Já provei sushi e outros tipos de gastronomia «não portuguesa». Os nossos centros comerciais estão repletos desse tipo de oferta.

    Surpreende-me (desde sempre) que a cozinha portuguesa tenha tanta qualidade e não vingue no mundo. Ele há coisas…

    Mas vamos ao que importa. Aqui fica o convite (público) para confreira da Confraria do Bucho Raiano.

    Bem-hajas pelas irreverentes crónicas no Capeia.

    jcl

    • Letícia Neto diz:

      Obrigada desde já pelo convite, terei de ver na agenda a disponibilidade. Quanto ao resto…não tenho muito a dizer. É sempre bom ouvir e ler elogios. E ainda mais comer enchidos. Os nossos.

Deixar uma resposta