Observatório do Queijo da Serra em Celorico

A Câmara Municipal de Celorico da Beira vai candidatar o projecto «Observatório do Queijo Serra da Estrela» a fundos comunitários no âmbito do Portugal 2020. A candidatura inclui um Polo de Investigação para estudo e divulgação daquele produto e vai ficar localizado junto ao Mercado Municipal da vila beirã.

Queijo Serra da Estrela

Queijo Serra da Estrela

O vice-presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira, José Luís Cabral, assumiu em declarações à agência Lusa que a autarquia pretende candidatar o projecto «Observatório do Queijo Serra da Estrela» a fundos comunitários no âmbito do Portugal 2020. Ao Observatório e ao Polo de Investigação será também associado um centro de documentação alusivo à temática do queijo de ovelha produzido na região da Serra da Estrela.
O autarca esclareceu que a candidatura será «um laboratório, um local, onde os produtores poderão fazer as suas experiências mas, principalmente, trazer para a região experiências de outros países» acrescentando que «será uma espécie de biblioteca do queijo Serra da Estrela que ainda não existe na região demarcada de produção.» O equipamento deverá ser instalado no edifício do antigo Mercado do Gado, localizado junto do Mercado Municipal da vila de Celorico da Beira, que o município pretende recuperar e adaptar às novas funções.
rá uma espécie de biblioteca do queijo Serra da Estrela, que não existe na região demarcada de produção”, apontou José Luís Cabral.
A autarquia de Celorico da Beira pretende que no novo equipamento seja «dado a conhecer todo o processo de produção do queijo e os artefactos utilizados no seu fabrico».
O município de Celorico da Beira, que se assume como «Capital do Queijo Serra da Estrela», lembra, em comunicado, que aquele produto é hoje reconhecido como uma das Sete Maravilhas Gastronómicas de Portugal, essencialmente devido à dedicação dos seus produtores.
Aquela autarquia do distrito da Guarda adianta ainda que possui protocolos com 22 produtores de queijo do concelho, para apoio à implementação do HACCP (Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controlo) nas queijarias, na realização das análises obrigatórias e na aquisição dos selos de caseína.
A região demarcada de produção do queijo Serra da Estrela abrange 18 municípios com destaque para Celorico da Beira, Oliveira do Hospital, Guarda, Fornos de Algodres, Gouveia, Manteigas, Seia, Trancoso, Nelas, Penalva do Castelo, Mangualde e Covilhã.
jcl (com agência Lusa)

Deixar uma resposta