Na Covilhã preserva-se a gastronomia tradicional

Paulo Sá Machado - Emoções Gastronómicas - © Capeia Arraiana

Mais uma deslocação que fizemos pelo Portugal interior. Desta vez parámos na Covilhã, onde já existe a Confraria Gastronómica da Cherovia, que tem trabalhado na sua divulgação, realizando a Câmara Municipal da Covilhã estupendos festivais para a sua promoção e divulgação.

A Laranjinha é uma agradável surpresa

A Laranjinha é uma agradável surpresa

Uma referência especial também para a Confraria da Cereja de Portugal, que merece ser revitalizada. Por favor Drª Telma Madaleno dê um empurrãozinho a esta Confraria, pois bem merece essa preciosa ajuda.
Fomos até à Taberna A Laranjinha. Uma agradável surpresa. Umas entradas caseiras e muito bem confeccionadas, onde não faltou um toque de originalidade. Os cogumelos, os tortulhos, as moelinhas, são de pedir mais. Depois como prato, um bife com queijo da Serra, ou costeletas de borrego, ou umas bochechas de porco em vinho tinto, acompanhado com arroz de míscaros, todos eles com uma confecção caseira perfeita. Como sobremesa um fecho real – doce de requeijão com doce de abóbora.
Agora com água na boca, caros Confrades e Amigos, façam o favor de serem felizes
:: ::
«Emoções Gastronómicas», opinião de Paulo Sá Machado

(Ensaísta, Historiador)

Deixar uma resposta