Efemérides 2015 – 12 de Setembro

Setembro - 2015 - Efemérides - Capeia Arraiana

:: :: EFEMÉRIDES 2015 :: 12 DE SETEMBRO :: :: O Capeia Arraiana publica diariamente as efemérides mais relevantes de cada data… Hoje destacamos o fecho compulsivo do Colégio de Aldeia da Ponte, em 1910.

As autoridades fecharam o Colégio de Aldeia da Ponte há 105 anos

As autoridades fecharam o Colégio de Aldeia da Ponte há 105 anos

 

Efemérides - Hoje Comemora-se - Capeia Arraiana

>> Dia do Santíssimo Nome de Maria.
>> Dia Mundial dos Primeiros Socorros.
>> Dia Europeu da Enxaqueca.
>> Este dia marcava o início do ano 1732 da era de Diocleciano.

 

Efemérides - Hoje aconteceu - Capeia Arraiana

>> COLÉGIO DE ALDEIA DA PONTE
Há 105 anos, no dia 12 de Setembro de 1910, foi publicada a portaria que mandou encerrar em definitivo o colégio religioso de Aldeia da Ponte – as autoridades administrativas do Sabugal, acompanhadas por uma força militar, expulsaram os eclesiásticos e selaram as instalações.

Transcrevemos um texto sobre o antigo colégio raiano, publicado no Capeia Arraiana, da autoria do historiador Adérito Tavares:
«O Colégio de Aldeia da Ponte foi mandado construir cerca de 1890 pelo Reverendo Dr. Francisco Graínha, da Covilhã, com a ajuda de um benemérito de Castelo Branco, o Sr. Pedro Pina, que fez uma importante doação de 80 contos de réis. Após negociações com o Padre Bento Menni, o edifício foi entregue à Ordem Hospitaleira de São João de Deus, que aí iniciou a sua notável obra de benemerência em prol dos pobres e desamparados, sobretudo crianças e adultos deficientes.
A Ordem Hospitaleira de São João de Deus permaneceu em Aldeia da Ponte entre meados de 1892 e o final de 1897, sendo o Colégio depois entregue, no início de 1898, à Ordem do Imaculado Coração de Maria, fundada pelo Padre António Maria Claret (os Claretianos, também conhecidos por frades Marianos). A sua actividade centrava-se, fundamentalmente, na evangelização e no ensino. Os novos frades, todos de origem espanhola, foram bem recebidos pela população, ao som da Banda de Música de Aldeia da Ponte, composta por cerca de vinte elementos.
Entretanto, em Abril de 1901, foi publicado um decreto, subscrito por António Teixeira de Sousa, membro do governo regenerador de Hintze Ribeiro, que definia novas regras para as Congregações Religiosas que se dedicavam ao ensino e à beneficência, obrigando-as a legalizar-se e a apresentar estatutos apropriados. As que não cumprissem a nova legislação seriam simplesmente encerradas.
Os frades espanhóis de Aldeia da Ponte legalizaram o Colégio, que manteve actividade docente regular até 1907. Com a instabilidade política crescente, sobretudo após o Regicídio de 1908, foi também crescendo o anticlericalismo e a animosidade contra o clero em geral e, muito particularmente, contra o clero regular. Cada vez se tornava mais difícil às Ordens Religiosas exercerem a sua actividade, sendo insistentemente inspeccionadas pelos serviços do Reino, no sentido de verificar os seus registos e respectivos livros de contas. A partir daqui começaram os problemas para o Colégio de Aldeia da Ponte.
Persistiu por muito tempo a convicção de que o Colégio teria cessado a actividade com a implantação da República. A verdade, porém, é que foi definitivamente encerrado poucos dias antes da Revolução do 5 de Outubro, em 12 de Setembro de 1910, por ordem do Governo do Reino, depois da realização de dois inquéritos, o primeiro no ano de 1908, e o segundo, já muito próximo do encerramento. Os inquiridores concluíram que o Colégio de Aldeia da Ponte se desviara dos objectivos e das finalidades para que tinha sido criado, deixando de cumprir as obrigações consignadas nos Estatutos e ficando reduzido a uma verdadeira casa de membros “encapotados” da Companhia de Jesus, que não tinha existência legal no País.
A má vontade contra o Colégio de Aldeia da Ponte e os seus frades já se pressentia desde há muito e, em 12 de Setembro de 1910, as autoridades administrativas do Sabugal, acompanhadas por uma força militar, expulsaram os eclesiásticos e selaram as instalações. Consumada a expulsão, o Colégio foi confiscado e todos os seus bens arrolados, até que se decidisse o seu destino. As convulsões políticas em que o País mergulhou apenas permitiram que, em 1922, se procedesse à respectiva arrematação em hasta pública. As instalações do Colégio de Aldeia da Ponte passaram, por isso, a pertencer a vários proprietários, que foram deixando cair o edifício numa quase completa ruína.»
Veja o artigo completo de Adérito Tavares aqui.

 

Efemérides - Regionais - Capeia Arraiana

>>1297 – Assinatura do Tratado de Alcanizes, entre os reis de Leão e Castela (Fernando IV) e de Portugal (D. Dinis), pelo qual se restabeleceu a paz e se fixaram os limites fronteiriços entre os dois reinos. Passaram para a posse de Portugal as terras de Riba-Côa, que incluíam as vilas acasteladas de Almeida, Alfaiates, Castelo Bom, Castelo Rodrigo, Monforte (Colmeal), Sabugal e Vilar Maior.

>>1910 – Publicação da portaria que mandou encerrar em definitivo o colégio religioso de Aldeia da Ponte.

>>1915 – Afonso Costa visita Seia, a sua terra natal, deixando Lisboa para descansar por uns dias. Uma delegação de republicanos, representando as diversas comissões municipais do Partido Republicano do distrito da Guarda, foi da capital do distrito até Seia para apresentar cumprimentos.

 

Efemérides - Nacionais - Capeia Arraiana

>>1383 – Criação do Corpo de Quadrilheiros, na dependência dos municípios, a primeira organização policial em Portugal.

>>1871 – Morte do escritor Júlio Diniz, pseudónimo de Joaquim Guilherme Gomes Coelho, com apenas 31 anos de idade.

>>1935 – Trasladação dos restos mortais de Jacinta Marto do cemitério de Vila Nova de Ourém para o Santuário de Fátima.

>>1946 – Ruy Luiz Gomes, professor universitário e oposicionista ao salazarismo é preso pela PIDE por «actividades subversivas».

>>1948 – O presidente da República Marechal Carmona inaugura em Cascais o bairro económico «Marechal Carmona».

 

Efemérides - Internacionais - Capeia Arraiana

>>1833 – Nascimento do compositor russo Alexandre Borodin. Médico e investigador, também definiu métodos de análise química que permanecem em uso.

>>1873 – A norte-americana Remington inicia a produção industrial da primeira máquina de escrever, com sucesso comercial.

>>1940 – Descoberta das pinturas rupestres das grutas francesas de Lascaux.

>>1944 – As primeiras tropas norte-americanas entram na Alemanha, no decurso da II Guerra Mundial.

>>1953 – Nikita Krushchev é eleito primeiro secretário do Comité Central do Partido Comunista da URSS.

>>1958 – A Texas Instruments apresenta o primeiro chip.

:: ::
>> Dia 255 de 2015. Faltam 110 dias para o fim-de-ano.
:: ::
jcl e plb

Deixar uma resposta