Efemérides 2015 – 9 de Setembro

Setembro - 2015 - Efemérides - Capeia Arraiana

:: :: EFEMÉRIDES 2015 :: 9 DE SETEMBRO :: :: O Capeia Arraiana publica diariamente as efemérides mais relevantes de cada data… Hoje destacamos a criação da freguesia do Baraçal, concelho do Sabugal, em 1904.

A freguesia do Baraçal foi criada há 111 anos

A freguesia do Baraçal foi criada há 111 anos

 

Efemérides - Hoje Comemora-se - Capeia Arraiana

>> Dia de S. João Leonardo.
>> Dia de S. Pedro Claver.
>> Dia de Santa Edita.

 

Efemérides - Hoje aconteceu - Capeia Arraiana

>> FREGUESIA DO BARAÇAL
Há 111 anos, no dia 9 de Setembro de 1904, foi oficializada a criação da Freguesia do Baraçal, no concelho do Sabugal, separando-a do termo de Vila do Touro.

O decreto do governo
A nova freguesia foi criada por Decreto que determinou a separação do Baraçal, Vinhas, Moita e Roque Amador, da Vila do Touro:
«Attendendo ao que me representou o competente governador civil, e visto o disposto no artigo 3.°, § 4.°, n.” 3.0, do Codigo Administrativo: hei por bem separar da freguezia de Nossa Senhora da Assunção de Touro, concelho do Sabugal, os logares do Baraçal, Quinta das Vinhas, Roque Amador e Moinhos, para constituirem urna parochia independente, com a respectiva sede na dita povoação do Baraçal, concordando assim a circunscrição administrativa com a ecclesiastica, estabelecida no decreto de 19 de Maio último.
O Presidente do Conselho de Ministros, Ministro e Secretário de Estado dos Negócios do Reino, assim o tenha entendido e faça executar.
Paço em 9 de Setembro de 1904.
= Rei.
= Ernesto Rodolpho Hintze Ribeiro.
»
(O decreto foi publicado no Diário do Governo n.º 203, de 12 de Setembro de 1904).

O que justificou a criação da nova freguesia
Antes da separação oficial, vertida no decreto acima transcrito, houvera já a separação de facto decorrente de uma decisão eclesiástica, de 19 de Maio de 1904, que determinara a criação duma paróquia própria, separada de Vila do Touro.
Transcrevemos do livro «Terras de Riba-Côa – Memórias sobre o Concelho do Sabugal», de Joaquim Manuel Correia:
«A povoação fazia parte da freguesia da Vila do Touro, sendo maior do que esta, de que distava perto de dois quilómetros. Tinha boa igreja e cemitério contíguo a esta e ordinariamente capelão, pago à custa dos vizinhos, muito generosamente, só para se livrarem do incómodo de ir à missa à sede da freguesia, de que há muito desejavam os habitantes separar-se.
Em 1897 tentaram a separação para se constituírem em freguesia juntamente com as Vinhas, Moinhos e Roque Amador. Lavravam entre os dois povos grandes rivalidades, havendo várias desordens, em diferentes anos.
O pároco tornara-se incompatível com os fregueses do Baraçal, queixando-se estes dele ao Bispo da Guarda.
As rivalidades deram lugar a que o pároco, padre António Telles, e Francisco Jorge, do Baraçal, que era um dos principais influentes e promotores da autonomia da povoação, respondessem em processo de polícia correccional, sendo este condenado a trinta dias de prisão e aquele em custas e selos.
Em 8 de Abril de 1900 era sepultado civilmente(?) um indivíduo que havia falecido havia já oito dias, porque nem o pároco queria sepultá-lo, nem os do Baraçal isso consentiam.
Durante o tempo em que existiram as rivalidades os baraçalenses não baptizaram os filhos, nem celebraram casamentos, havendo muitas crianças de três e mais anos por baptizar.
Em 1904, o Arcebispo-Bispo da Guarda, D. Manuel de Matos, dava autorização ao pároco da Rapoula, povoação próxima, para binar e dizer missa no Baraçal, depois que esta povoação representou àquele prelado, queixando-se amargamente do pároco, padre A. Teles, com quem se tornara incompatível, demonstrando-lhe que a povoação estava em melhores condições de vida que a Vila do Touro, que no inverno era difícil ir lá e que juntamente com Roque Amador, Vinhas e Moinhos, podia o Baraçal constituir freguesia, único modo de acabar com as inimizades e evitar as graves consequências que delas poderiam resultar, ao mesmo tempo que se punha termo a uma situação mais que anormal entre duas povoações religiosas.
O Arcebispo aceitou as razões e encarregou, corno dissemos, o padre António Maria, pároco da Rapoula, de ali binar, ficando livres ao pároco da Vila do Touro todos os direitos paroquiais.
»

 

Efemérides - Regionais - Capeia Arraiana

>>1291 – O rei D. Dinis, vindo da Guarda, chega ao Sabugal, onde se demora até ao dia 21, data em que parte para Linhares.

>>1904 – Criação da Freguesia do Baraçal (concelho do Sabugal), que se separou de Vila do Touro.

 

Efemérides - Nacionais - Capeia Arraiana

>>1438 – D. Duarte morre, em Tomar, subindo ao trono Afonso V.

>>1836 – Rebenta a Revolta Setembrista.

>>1936 – O governo de Oliveira Salazar institui a obrigatoriedade da declaração anticomunista de todos os detentores de cargos públicos.

>>1965 – Mário Soares e outros oposicionistas ao salazarismo são presos pela PIDE, quando se dirigiam para Espanha a fim de tratarem do processo referente ao assassínio de Humberto Delgado.

>>1973 – Reunião clandestina de 136 oficiais portugueses, no Monte Sobral, Alcáçovas, marca o início do Movimento das Forças Armadas.

>>1985 – Incêndio na serra de Lumiares, em Viseu, que causa a morte a 14 bombeiros voluntários de Armamar.

>>2010 – A Federação Portuguesa de Futebol despede Carlos Queiroz.

 

Efemérides - Internacionais - Capeia Arraiana

>>1776 – O Congresso Continental norte-americano aprova a designação Estados Unidos da América.

>>1828 – Nascimento do escritor russo Leon Tolstoi, autor de “Anna Karenina” e “Guerra e Paz”.

>>1956 – Primeira aparição televisiva do norte-americano Elvis Presley, no Ed Sullivan Show.

>>1962 – Morte do escritor alemão Hermann Hesse, autor de “O Jogo das Contas de Vidro” e “O Lobo das Estepes”.

>>1964 – O papa Paulo VI assina a encíclica “Ecclesiam Suam”, a primeira do pontificado.

>>1976 – Morte do presidente do Partido Comunista da China Mao Tse-Tung, 81 anos.

>>2002 – Osama bin Laden reivindica os atentados de 11 de setembro de 2001.

:: ::
>> Dia 252 de 2015. Faltam 113 dias para o fim-de-ano.
:: ::
jcl e plb

Deixar uma resposta