Sete bombeiros feridos no incêndio da Lactibar

Bombeiros - © Capeia Arraiana (orelha)

Sete bombeiros das corporações do Sabugal e do Soito sofreram este sábado, 9 de Maio, queimaduras de segundo grau num incêndio na fábrica de laticínios Lactibar no concelho do Sabugal, distrito da Guarda, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

Empresa Lacticínios Lactibar - Rendo - Sabugal - Guarda - Portugal - Capeia Arraiana

Empresa de Lacticínios Lactibar – Rendo – Sabugal

O incêndio na fábrica de queijos Lactibar, em Rendo, no concelho do Sabugal, deflagrou por volta da 13:30 horas num gabinete de produtos tóxicos dentro do armazém da empresa, esclareceu fonte do CDOS da Guarda.
No combate às chamas sete bombeiros das corporações de Soito e Sabugal sofreram intoxicações e queimaduras nos pés e mãos, provocadas por ácido hipoclorídrico a 13 por cento e sulfato de alumínio, adiantou ainda o CDOS.
Os feridos foram transportados para o Centro de Saúde do Sabugal e para o Hospital distrital da Guarda.
jcl (com agência Lusa)

3 Responses to Sete bombeiros feridos no incêndio da Lactibar

  1. MAnu Fere diz:

    Na realidade apenas ardeu um pequeno contentor de produto químico, e os bombeiros quando chegaram ao local já não havia qualquer ‘incêndio’.
    Os bombeiros terão manuseado com as mãos e tocado com os pés no produto químico que lhes terá causado queimaduras.

  2. Ramiro Matos diz:

    Aos corpos de bombeiros do Sabugal e do Soito e, em especial, aos bombeiros afetados, um abraço de solidariedade enquanto sabugalense e enqquanto presidente da Assembleia geral da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Sabugal.
    Ainda bem que a LACTIBAR teve poucos prejuízos, mas, com poucos ou muitos, esta situação demonstrou como os bombeiros souberam estar presentes, mesmo colocando em risco a sua vida.

    Ramiro Matos

Deixar uma resposta