GNR faz detenções por posse de armas

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

O Comando Territorial da Guarda, no decurso da sua actividade diária desenvolveu uma série de acções policiais das quais se destacam as detenções por posse de armas em Mêda, Fornos de Algodres e Vila Nova de Foz Côa.

Mêda – dois detidos por posse ilegal de armas
Em 05 de dezembro, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Pinhel, no cumprimento de mandados de busca levados a efeito no concelho da Mêda, deteve em flagrante delito, dois (02) indivíduos, 47 e 36 anos de idade, pelo crime de detenção ilegal de armas.
No processo, cuja investigação decorre naquele NIC há cerca de dois meses, pelo crime de detenção ilegal de armas e munições. Deu-se cumprimento a dois mandados de buscas domiciliárias e três mandados de buscas não domiciliárias.
Procedeu-se à apreensão de duas (02) armas de fogo calibre 12 (caçadeiras), duas (02) arma de fogo calibre 6.35, uma (01) carabina de calibre 7,5 de 55 mm de guerra (Suíça), dois (02) cartuchos de chumbo calibre 16, uma (01) munição de calibre 7.64, vinte e três (23) munições de calibre 6.35, uma (01) munição de calibre 6.35 deflagrada, vinte e cinco (25) cartuchos de chumbo cal.12, quatro (04) munições de cal. 7.5×55, uma (01) munição de calibre 7.5×55 deflagrada, uma (01) faca borboleta e uma (01) faca de abertura automática.
Os detidos foram constituídos arguidos e sujeitos à medida de coação de Termo de Identidade e Residência.

Fornos de Algodres – detido por furtos e posse ilegal de armas
Em 03 de dezembro, o Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Gouveia, Quinta da Lameira de Cima / Fornos de Algodres, no âmbito inquérito foram realizadas buscas domiciliárias, tendo sido detido homem, 48 anos idade, nacionalidade portuguesa, por posse de armas de fogo e brancas em situação ilegal, além das armas foram ainda apreendidos diversos objetos relacionados com furtos ocorridos no concelho de Fornos de Algodres. O suspeito foi notificado para comparecer no Tribunal Judicial da Comarca da Guarda – Gouveia – instância local secção competências genéricas.

Vila Nova de Foz Côa – Detido por posse ilegal de armas
Em 02 de dezembro, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Pinhel, no cumprimento de mandados de busca levados a efeito em Freixo Numão – Foz Côa, deteve em flagrante delito, indivíduo,43 anos de idade), pelo crime de detenção ilegal de arma de fogo.
No processo, cuja investigação decorre neste naquele Núcleo, há cerca de dois meses, investigam-se os crimes de violação de domicílio, ameaça e posse ilegal de arma de fogo.
Deu-se cumprimento a um mandado de busca domiciliária e um mandado de busca não domiciliária.
Procedeu-se à apreensão de duas armas de fogo calibre 12 (caçadeiras), uma arma de fogo calibre 14 (caçadeira), onze (11) zagalotes, dez (10) cartuchos de calibre 14, uma munição de calibre 16mm (munição de guerra) e seis (6) telemóveis.
Foi ainda elaborado pelo Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Pinhel, Auto de Notícia por oito (8) infrações, relacionadas com a falta de licenciamento/registo de vários canídeos. O suspeito foi constituído arguido e sujeito a Termo de Identidade e Residência.

Seia – três identificados por furto
O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Gouveia identificou três jovens, um com 14 e dois com 18 anos, residentes naquele concelho, por suspeita de terem furtado dois automóveis e um estabelecimento comercial.
Após o alerta para os furtos, o NIC iniciou diligências de investigação, recuperou os dois veículos automóveis e identificou os três suspeitos.
Os dois jovens de 18 anos foram constituídos arguidos e ficaram sujeitos a termo de identidade e residência.
plb

Deixar uma resposta