Detenções em Pinhel e em Vila Nova de Foz Côa

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

O Comando Territorial da Guarda da GNR, no decurso da sua actividade diária desenvolveu na semana transacta uma série de ações policiais das quais se destacam uma detenção em Pinhel por posse de armas e de material furtado e cinco em Vila Nova de Foz Côa – três por furto em veículo automóvel e duas por caça ilegal.

Pinhel – detido com armas e material furtado
O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Pinhel deu cumprimento, no dia 20 de novembro, em Bouça Cova – Pinhel um mandado de busca no âmbito de um processo de ameaças e furto e deteve um individuo de 36 anos.
O NIC de Pinhel iniciou uma investigação há cerca de quatro meses em virtude de receberem várias denúncias por furto, em que os bens subtraídos eram frequentemente alfaias agrícolas.
No decorrer da citada diligencia, procedeu-se à apreensão de diverso material, algum conotado com o ilícito em investigação e outro proveniente de vários furtos perpetrados nos concelhos de Pinhel e Manteigas. Foi apreendida uma arma de fogo (shotgun), 60 cartuchos de vários calibres, e diversas alfaias agrícolas (motosserras, rachador de lenha elétrico, motores de rega, um reboque) entre outros utensílios utilizados na agricultura.
Os suspeitos foram presentes ao Tribunal de Pinhel, para primeiro interrogatório judicial.

Vila Nova de Foz Côa – detidos por furto e por caça ilegal
O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Pinhel deteve na madrugada do dia 20 de novembro, na localidade de Vila Nova de Foz Côa, três homens estrangeiros com idades entre os 23 e 42 anos, pela prática do crime por furto em interior de veículo.
Os suspeitos foram abordados na sequência de uma ação de combate à criminalidade, que permitiu aos militares da GNR encontrar diverso material (GPS, auto-rádios) e dinheiro. O detido será presente ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Foz Côa.
No dia 19 de novembro, o Núcleo Proteção Ambiental/GNR Pinhel, no âmbito de uma operação de fiscalização inopinada à lei da caça e atividade cinegética, em Vale Meão, Vila Nova de Foz Côa, foram detidos dois (02) indivíduos, nacionalidade portuguesa, 34 e 67 anos de idade, por exercício do ato venatório em área de proteção (numa faixa a menos de 100 metros da linha de caminho de ferro).
Os suspeitos foram notificados para comparecer no Tribunal da Comarca da Guarda – instância local de Vila Nova de Foz Côa.
Apreendidas duas (02) armas de fogo (caçadeiras calibre 12), quarenta e dois (42) cartuchos carregados calibre 12, um (01) cinturão de caça de cor verde, um colete de caça de cor verde e duas peças de caça mortas (coelho-bravo). As peças de caça foram entregues à Santa Casa da Misericórdia local Foz Côa.
plb (com GNR – Com Ter Guarda)

Deixar uma resposta