O falar de Riba Côa – o léxico (106)

O Falar de Riba Côa - Paulo Leitão Batista - © Capeia Arraiana

Damos continuidade à apresentação do léxico «O Falar de Riba Côa» com as palavras e expressões populares usadas na raia ribacudana.
Entre os termos PEDIGÃO e PELITREIA.

PEDIGÃO – pedinte; caloteiro (José Pinto Peixoto).
PEDINCHA – indivíduo que gosta de pedir: é um pedincha. Mendicidade: anda na pedincha.
PEDIR A PRAÇA – acto em que os mordomos solicitam autorização para dar início à capeia (tourada com forcão característica das terras raianas do concelho do Sabugal). A praça é pedida à pessoa mais grada da terra.
PÉ DO ALTAR – quantias que o padre cobra pelos diversos serviços religiosos.
PEDRA – porção de linho com 5 arráteis (Joaquim Manuel Correia) ou 8 arráteis (Francisco Vaz, Manuel dos Santos Caria, José Pinto Peixoto) – o arrátel é uma medida de peso que corresponde a 459 gramas. «O linho sedado era vendido às pedras, às meias pedras e aos quartos»(José Pinto Peixoto).
PEDRA ALVEIRA – mó do moinho que deixa a farinha branca, ou alva (Júlio Silva Marques).
PEDRA ANDADEIRA – mó superior dos sistemas de moagem – aquela que roda. Júlio António Borges chama-lhe pedra corredoura.
PEDRA BORNEIRA – mó do moinho que deixa a farinha pouco refinada, algo escura (Júlio Silva Marques).
PEDRA BOLANDEIRA – pedra do moinho; mó (Clarinda Azevedo Maia – Lageosa).
PEDRA FERREINHA – pedra preta, mais pesada do que o ferro (Clarinda Azevedo Maia – Vale de Espinho).
PEDRA SOLEIRA – pedra do moinho; mó (Clarinda Azevedo Maia – Lageosa).
PEDRADA – tontura; soneira.
PEDRA JUSAN – mó de baixo (pouso) do moinho de rodízio (José Prata).
PEDRAS DE CARACÃO – pedras do adro da igreja onde os homens, ao domingo, se sentavam para conversar (Célio Rolinho Pires).
PEDREIRA – nome de ave (Clarinda Azevedo Maia – Batocas). Os dicionários registam pedreiro e gaivão (espécie de andorinha).
PEDRISCADA – saraivada; queda súbita de granizo.
PEDRISCO – granizo miúdo; saraiva.
PEGA – espécie de ave. Mulher de má vida; prostituta.
PEGAMASSO – chato; importuno; peganhoso. «Lá vem outra vez o pegamasso!» (Abel Saraiva).
PEGAR – começar a trabalhar. A que hora pegas?.
PEGO – açude muito profundo.
PEGUILHO – o que acompanha o pão; conduto. Também se diz apeguilho. Leopoldo Lourenço registou
piguilho.
PEGUREIRO – pastor, zagal.
PEIAS – cadeado com que se atam as patas dianteiras dos cavalos, de forma a que pastem, mas não se afastem para longe.
PEITOGUEIRA – rouquidão; tosse; catarro (Júlio António Borges).
PEITOS-ABERTOS – doença do gado cavalar, em que fica sem forças devido a demasiado esforço.
PEIXE-CABEÇUDO – girino; rã em metamorfose.
PEIXE-CAÇANO – variedade de peixe, criado nos charcos, que não servem para comer (Clarinda Azevedo Maia – Aldeia da Ponte).
PEIXOTA – posta de bacalhau salgado.
PÉLA – bola de trapos, que serve para as crianças brincarem.
PELADO – careca; calvo.
PELAGE – pelagem; pêlo dos animais.
PELDRACAS – peles caídas; magras (Júlio António Borges).
PELEIRO – pessoa que esfola animais e negoceia com peles (Célio Rolinho Pires).
PELÉM – pessoa fraca; magricela; que come pouco (Júlio António Borges). Interjeição de desagrado: rais pélem o diabo.
PELGA – chato; maçador; que não larga. Joaquim Manuel Correia define como: palerma, mandrião, descuidado.
PELHADO – planta de flor branca, parecida com o sabugueiro (Clarinda Azevedo Maia – Vale de Espinho).
PELHARANCA – carne de má qualidade, com base em peles (Duardo Neves).
PELHARANGA – pessoa mole (Francisco Vaz).
PELICE – casaco com gola de pêlo de ovelha. Também se diz peliça.
PELICREIRO – negociante de peles (Júlio António Borges).
PELINTRA – maltrapilho; pobre diabo; reles.
PELITERIA – palavreado; lábia (Joaquim Manuel Correia).
PELITREIA – intrujice. «Tolo fui eu em me deixar iludir pelas tuas pelitreias» (Joaquim Manuel Correia).
:: ::
Paulo Leitão Batista, «O falar de Riba Côa»

leitaobatista@gmail.com

One Response to O falar de Riba Côa – o léxico (106)

  1. No Casteleiro, usa(va)m-se os termos seguintes – com as notas que insiro:

    PEDINCHA (e mais ainda pedinchão), PEDREIRA (mas no masculino, sim: pedreiro), PEGA (lido como pêga, a significar prostituta), PEGAMASSO (lido como pagamasso), PEGAR, PEGUILHO, PEIAS (tenho uma vaga lembrança), PEIXE-CABEÇUDO (… havia lá muitos na ribeira, mas não prestam para comer), PEIXOTA, PÉLA, PELADO, PELHARANCA, PELICE, PELINTRA.

    Só.
    Abraço.

Deixar uma resposta