Judoca Emanuel Martins revalida título

Secção Judo Sporting Clube Sabugal - Capeia Arraiana (orelha)

Realizou-se no passado dia 18 de Janeiro no Pavilhão Municipal de Valença, a primeira competição oficial da Zona Norte, sendo esta, o campeonato Regional de Judo no escalão de cadetes (15/16/17 anos), onde o judoca Emanuel Martins revalidou o título para o Sporting Clube do sabugal. Na ocasião cumpriu-se o simbólico minuto de silêncio em homenagem a Eusébio da Silva Ferreira.

A delegação sabugalense em Valença

A delegação sabugalense em Valença

Este ano apenas cinco atletas da região por categoria de peso se apuravam para o campeonato Nacional a realizar em Fevereiro, tendo esta zona perdido duas vagas e tornando assim mais difícil mas mais competitivo o apuramento. Contando esta competição com judocas dos distritos de Guarda, Viseu, Aveiro, Porto Viana do Castelo e Braga.
A secção de judo do Sporting clube do Sabugal teve não só a tarefa de defender as suas cores como de representar o distrito da Guarda com um atleta masculino e um feminino.
Mariana Vaz em -48kg (no seu primeiro ano do escalão), não conseguiu revalidar o título do ano anterior, que tinha conseguido no escalão de juvenis, enfrentando algumas atletas mais velhas, arrecadando assim a medalha de prata e cuja melhor prestação foi curiosamente a derrota com a vencedora da prova.
No sector masculino, pela terceira vez consecutiva, Emanuel Martins em -50 kg mantem-se invencível nos campeonatos regionais, mostrando, mesmo após ter passado o grupo de eliminatórias em primeiro e ter garantido o apuramento, que queria vencer a prova. A vitória do Jovem raiano com origens em Badamalos, foi incontestável, merecendo elogios por parte de muitos treinadores, restando agora continuar a trabalhar para manter o bom nível que tem vindo a mostrar desde 2013.
Na arbitragem esteve pela primeira vez numa prova desta importância a judoca Carla Vaz, que mereceu nota positiva numa estreia bem conseguida
Todo o grupo da secção de judo do SC Sabugal sabe que tem muito trabalho pela frente, continuando a ajuda mútua a prevalecer sobre os objetivos individuais, levando assim á prosperidade de todos.
djmc

Deixar uma resposta