Capítulo da Confraria da Marmelada no Mosteiro

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

– «Divina!» –, exclamaram em uníssono os 18 novos confrades entronizados após saborearem o cubo de marmelada conventual. A cerimónia do III Capítulo e Entronização da Confraria da Marmelada de Odivelas teve lugar na Sala do Tecto Bonito do Mosteiro de São Dinis e São Bernardo testemunhada por representações de confrarias gastronómicas de todo o País e por entidades e personalidades do concelho. A Oração de Sapiência esteve a cargo da confreira honorária Prof.ª Doutora Maria Máxima Vaz que «deu a provar verbalmente» os doces conventuais da região. O programa incluiu um cortejo inédito de todas as confrarias pelas ruas da cidade de D. Dinis. A Confraria do Bucho Raiano do Sabugal esteve representada com oito confrades e um acompanhante.

III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana

III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana
III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana
III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana
III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana

(Clique nas imagens para ampliar.)

O dia do Capítulo é o momento mais alto das actividades anuais de qualquer confraria seja ela gastronómica ou báquica. É o momento de mostrar a vitalidade das suas confreiras e dos seus confrades. É o momento de receber as representações de outras confrarias e de recordar velhas amizades que se vão cimentando com a presença em cerimónias pelas muitas regiões do País.
A Confraria da Marmelada de Odivelas, fundada em 23 de Novembro de 2009, marcou para o Mosteiro de São Dinis e São Bernardo o III Capítulo e Cerimónia de Entronização precisamente no dia em que comemorava quatro anos de existência. A cerimónia contou com a participação de cerca de 120 pessoas.
As confrarias, as entidades e as personalidades convidadas concentraram-se a partir das dez horas da manhã de sábado na entrada do Mosteiro. O céu estava um pouco farrusco mas não impediu a realização, pela primeira vez, de um cortejo que levou as confrarias, em desfile, por algumas das ruas da cidade de Odivelas. Antes do regresso ao Mosteiro teve lugar, no Jardim da Música, a tradicional foto de família para «mais tarde recordar».
A cerimónia capitular, na Sala do Tecto Bonito do Mosteiro de Odivelas, foi precedida da brilhante actuação de Pedro e Inês (nomes que proporcionaram um divertido diálogo com o mestre de cerimónias), dois brilhantes jovens flautistas da Sociedade Musical Odivelense.
A «receita» sobre doçaria conventual tradicional da região de Odivelas foi «confeccionada» sob a forma de Oração de Sapiência por Maria Máxima Vaz, natural do Sabugal, ilustre Professora Doutora e membro do Instituto de História Contemporânea.
A Confraria da Marmelada de Odivelas entronizou 18 novas confreiras e confrades que prestaram juramento e assinaram o livro de Honra. No entanto faltava o mais importante. Provar e saborear os cubos de marmelada que lhes foram servidos numa bandeja. No final a Prioresa, Ana Monteiro, perguntou-lhes o que achavam? – «Divinal» -, responderam todos em uníssono assumindo, assim, a responsabilidade de representarem e respeitarem a sua Confraria.
Estiveram presentes as confrarias madrinhas (Confraria da Chanfana e Confraria Queijo Serra da Estrela), a afilhada (Confraria Gastronómica dos Enchidos), a Confraria dos Sabores de Coimbra, Confrérie de Saint Romain (França), Confraria Gastronómica da Amadora, Confraria As Sainhas de Vagos, Confraria Gastronómica do Ribatejo, Confraria Gastronómica do Bacalhau, Confraria Gastronómica do Pinhal do Rei, Confraria Gastronómica Os Tanheiros, Confraria dos Enófilos do Vinho de Carcavelos, Confraria dos Enófilos da Estremadura e a Confraria do Bucho Raiano do Sabugal com oito confrades e um acompanhante. A Federação Portuguesa de Confraria Gastronómicas fez-se representar pelo confrade Cruz Marques da Confraria Gastronómica do Ribatejo que ocupa uma das vice-presidências da FPCP.
Entre as entidades e personalidades presentes destacam-se o anfitrião, Coronel António Pato (director do Instituto de Odivelas), os vereadores da Câmara Municipal de Odivelas Edgar Valles, Mónica Vilarinho e Sandra Pereira, e o presidente da Junta de Freguesia de Odivelas, Nuno Gaudêncio.
O almoço, onde a marmelada foi rainha, foi servido no refeitório do Instituto pela Pastelaria Kilumba de Odivelas e finalizou com a troca de lembranças. A Confraria do Bucho Raiano ofertou um pano de linho bordado por uma artesã do Sabugal com uma mensagem de felicitações à Confraria da Marmelada de Odivelas.
No final a historiadora Maria Máxima Vaz serviu de guia para uma visita comentada à História da cozinha e igreja do Mosteiro de Odivelas.
:: ::
Galeria de Fotos do III Capítulo da Confraria da Marmelada de Odivelas no Facebook. Aqui.
:: ::
jcl

Deixar uma resposta