Poetando – Pouca Farinha

Manuel Leal Freire - © Capeia Arraiana

«Poetando» é a coluna de Manuel Leal Freire no Capeia Arraiana, na qual aos domingos vai publicando poemas inéditos, cada um dedicado a uma aldeia do concelho do Sabugal. Nesta edição o escritor e poeta dedica um soneto a Pouca Farinha, anexa da freguesia de Rendo.

POUCA FARINHA

O nome certamente desconforta
Mas pouca é melhor do que nenhuma
Ninguém baterá em vão a uma porta
Se a luz sobressair por sobre a bruma

Taberna seca, sim, é esperança morta
A alma em delíquios se esfuma
Aqui a seara loura reconforta
Agosto traz fartura que ressuma

Aqui o que é de Deus se multiplica
Porque o povo animoso se dedica
A uberizar até terra maninha

Aqui o termo pouca indica muita
E assim só por causa fortuita
O burgo se chamou Pouca Farinha

«Poetando», Manuel Leal Freire

Deixar uma resposta