Maxime Daniel vence ao sprint em Castelo Branco

Volta a Portugal em Bicicleta 2013 - © Capeia Arraiana

Foi uma vitória ao sprint discutida a alta velocidade no piso empedrado de Castelo Branco. O francês Maxime Daniel (Sojasun) venceu, esta quarta-feira, 14 de Agosto, a sexta etapa da edição 75.ª da Volta a Portugal Liberty Seguros.

Volta Portugal Bicicleta - 6.ª etapa - Capeia Arraiana

Volta a Portugal em Bicicleta – 6.ª etapa – Sertã-Castelo Branco

O francês Maxime Daniel (Sojasun) foi o vencedor da sexta etapa da 75.ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta corrida entre a Sertã e Castelo Branco na distância de 180 quilómetros à média de 39.330 Km/h. Com o pelotão cronometrado com o mesmo tempo, Sergio Pardilla (MTN/Qhubeka) manteve a liderança ex-equo com Rui Sousa (Efapel/Glassdrive).
«O mais importante é que estamos mais um dia de amarelo. Tivemos muitas dificuldades durante a etapa porque esteve muito calor, mas se não fosse assim não era a Volta a Portugal», confessou Sergio Pardilla, o líder da classificação geral individual.
Depois de uma primeira ameaça na 1.ª etapa, desta vez em Castelo Branco, Maxime Daniel, de 22 anos, não vacilou e bateu sobre a meta Andrea Piechele (Ceramica Flaminia/Fondriest) e Fábio Silvestre (Leopard/Trek). Depois do triunfo, o francês explicou que «tinha como objetivo vencer esta etapa e a estratégia foi construída durante o percurso, nomeadamente com a presença da equipa na fuga do dia. O trabalho foi formidável na forma como preparamos o sprint final».

A fuga do dia
Cumprido o dia de descanso, a sexta etapa partiu da Sertã em direção a Castelo Branco. Estavam percorridos 12 quilómetros e já pedalava isolado o quinteto que protagonizou a «escapada» do dia. Entre os corredores mais adiantados estiveram dois portugueses, Amaro Antunes (Ceramica Flaminia/Fondriest) e André Mourato (LA Alumínios/Antarte). No grupo também seguia o chileno do Louletano/Dunas Douradas, Carlos Oyarzun, Jean-Lou Paiani (Sojasun) e Pavel Kochetkov (Rusvelo). Estes últimos, um francês e um russo, foram os últimos resistentes da fuga. A dois quilómetros do fim, após perseguição feroz do pelotão comandado pela Caja Rural, o bloco preparou-se para atacar a reta da meta. No empedrado da Avenida Nuno Álvares, em Castelo Branco, onde no passado se concluíram tantos e empolgantes finais de etapa da Volta, foi mais rápido Maxime Daniel (Sojasun) que faz o primeiro ano como profissional.

Termas de Monfortinho – Gouveia (7.ª etapa)
Esta quinta-feira, a Volta entra na Serra da Estrela e toca alguns pontos importantes que contribuíram, ao longo dos anos, para engrandecer alguns «Reis da Montanha» como as Penhas Douradas e Penhas da Saúde. A etapa vai partir das Termas de Monfortinho, ao meio-dia e deverá estar concluída para os primeiros, em Gouveia, cerca das 17:15 horas.
jcl (com PAD)

Deixar uma resposta