PS denuncia pressões na elaboração das listas

Autárquicas 2013 - Sabugal - © Capeia Arraiana

O presidente da concelhia do Sabugal do Partido Socialista, Nuno Teixeira, acusa a candidatura do PSD da prática de pressões a elementos que aceitaram integrar as listas do PS às eleições autárquicas. Transcrevemos na íntegra o comunicado que nos foi remetido.

«Entregues as listas de candidatos às eleições autárquicas entendemos vir a público denunciar a postura inqualificável da candidatura do PSD neste processo eleitoral.
Reportamo-nos à formação de listas, nomeadamente para as 30 Assembleias de Freguesia do concelho do Sabugal, que foram as que restaram após o processo de extinção perpetrado pelo governo PSD-CDS.
A candidatura do PSD, face às manifestas e certamente inesperadas dificuldades em arranjar listas em algumas freguesias, não olhou a meios para o conseguir e para evitar que o PS o fizesse. O processo de elaboração de listas caracterizou-se pela instrumentalização das pessoas, procurando diminuí-las da sua vontade, para impossibilitar o PS de arranjar candidatos.
A maior prova desse comportamento indigno foi a apresentação, à última hora, na sede da candidatura do PS, de declarações de desistência de pessoas que assinaram livremente a adesão às nossas listas. Chegou-se à ousadia das ditas declarações serem apresentadas não pelos próprios candidatos que supostamente desistiram, mas por terceiros ligados à candidatura do PSD, revelando assim a forma como foram obtidas.
Mau grado as pressões sobre as pessoas e as palavras intimidatórias, o PS conseguiu elaborar listas próprias em 22 freguesias, exactamente o mesmo número das que que o PSD entregou.
Sabemos que a candidatura adversária não se conforma com essa realidade, bem como com a de não ter conseguido formar lista própria na sede do concelho. Porém em democracia é necessário respeitar as escolhas dos outros e aceitar que as pessoas tenham opções diferentes.
Que mal fará que em Vale das Éguas ou em Ruivós haja quem não se conforme com a extinção da sua Junta de Freguesia e queira candidatar-se pelo PS aderindo a um projecto em que acredita?
O poder corrompe, já o sabíamos, mas não aceitamos que essa corrosão vá ao ponto, nesta fase da nossa democracia representativa, de tentar cercear a livre vontade dos outros.
Nuno Teixeira (Presidente da Comissão Política Concelhia do PS)»

Deixar uma resposta