Joaquim Matos é quarto na lista do PS

Autárquicas 2013 - Sabugal - © Capeia Arraiana

O actual presidente da Junta de Freguesia da Cerdeira do Côa, Joaquim Manuel Costa Matos, irá figurar em quarto lugar na lista do Partido Socialista à Câmara Municipal do Sabugal nas eleições autárquicas deste ano.

Joaquim Matos - 4º na lista PS

Joaquim Matos – 4º na lista PS

O autarca da Cerdeira do Côa, que não tem filiação partidária, é há dois mandatos presidente da Junta de Freguesia eleito como independente nas listas do PSD e desta feita terá aceitado o convite de António José Vaz para integrar as listas do PS à Câmara Municipal. Esta «colheita» do PS nos autarcas eleitos pelo PSD parece revelar algumas dificuldades na manutenção da unidade no campo social-democrata, onde ainda é apenas conhecida a recandidatura do presidente da câmara, António Robalo, havendo somente rumores quanto aos restantes elementos da respectiva lista.
Depois de um período de acalmia, pelo menos em termos públicos, a candidatura do PS parece ter ganho dinâmica, com António José Vaz a mostrar empenho em fixar os nomes cimeiros das suas listas para passar à pré-campanha no terreno.
Estão agora definidos os quatro primeiros da lista à Câmara Municipal: António José Vaz (Sabugal), Felismina Rito (Soito), Pedro Cunha (Penalobo) e Joaquim Matos (Cerdeira do Côa). Também já está definido o cabeça de lista à Assembleia Municipal, que será o ex-deputado da Vila do Touro, Carlos Luís.
Quanto à eleição para as Juntas de Freguesia, sabe-se que grande parte delas já terão cabeças de lista definidos e que a maior parte dos que foram eleitos pelo PS se irão recandidatar. Porém haverá dificuldades, nomeadamente no Casteleiro, onde António José Marques terá assumido ir apresentar uma lista independente, e no Sabugal, onde a impossibilidade da recandidatura de Manuel Rasteiro tem provocado alguma indefinição quanto à escolha socialista.
plb

One Response to Joaquim Matos é quarto na lista do PS

  1. Manuel Santos diz:

    Fico deveras satisfeito ao ver que as questões partidárias cada vez menos se sobrepõem ao interesse pelo desenvolvimento do concelho.
    Critiquei o Eng. Morgado, quando em 2009 escreveu aqui no capeia arraiana e disse em vários comícios do PS que, “pedia desculpa aos munícipes do concelho do Sabugal por ter deixado um candidato que nada vale”.
    Eng. Morgado, tenho agora que lhe dar inteira razão e vangloriar-me por lhe ter dado sempre o meu voto. Só espero é que agora, por razões familiares que são do conhecimento de todos, não venha dar o dito por não dito e mude o seu discurso dizendo aquilo que não pensa!
    Este é realmente um executivo vazio de ideias que não demonstra capacidade para dar um rumo ao concelho. Prova disso é que quem tem vontade de fazer algo pelas suas terras, está a demarcar-se e a procurar gente com vontade de trabalhar.
    Força Matos, estou muito satisfeito que tenhas tido a visão correta e tenhas tido a coragem e a vontade de integrar uma equipa jovem, responsável e dinâmica que demonstra pelo profissionalismo dos seus elementos, que tem todas as condições para lutar pelo desenvolvimento das nossas terras.
    Manuel Santos

Deixar uma resposta