Freguesias do concelho do Sabugal em 1758 (11)

Censos 1758 - © Capeia Arraiana

:: :: BISMULA :: :: Os manuscritos depositados na Torre do Tombo, em Lisboa, são a resposta a um inquérito censório a todo o reino assinado pelo Marquês de Pombal três anos após o terramoto de 1755. O Capeia Arraiana está a publicar as respostas dos párocos das paróquias das 40 freguesias do concelho do Sabugal agora que, pelo menos 10 das retratadas, vão desaparecer para sempre por obra e graça dos senhores mandantes da troika europeia.

Capela de Santa Bárbara - Bismula - Capeia Arraiana

Capela de Santa Bárbara – Bismula – (Foto: D.R.)

BISMULLA«Um malhão divide a igreja e a freguesia, que simultaneamente pertence a dois termos (Vilar Maior e Sabugal), e a duas comarcas (Pinhel e Castelo Branco). É do bispado de Lamego.»

Comarca de Pinhel e Castelo Branco, Termo de Sabugal e Vilar Maior, Bispado de Lamego.
Arquivo Nacional da Torre do Tombo (ANTT), Dicionário Geográfico, vol. 7, doc. 20, p. 865.
Património arquivista da Paróquia da Bismula entre 1665 e 1911.
Aqui.

«Resposta aos interrogatórios inclusos:
Esta freguesia da Bismulla fica na Provincia de Almeida, Bispado de Lamego, Comarca de Pinhel e Castello Branco, por ser de malham que parte por meyo da igreja e freguezia, a comarca e termo de ViIIar Mayor e SabugaI; hé freguezia de Nossa Senhora do Rozario; hé anexa por aprezantaçam annual da Matris de Villar Mayor; tem noventa e seis vezinhos; pessoas mayores duzentas e quarenta e menores cinquenta e duas.
Está situada em campina e della se descobrem varias terras, como hé a cidade da Guarda que dista cinco legoas, Ruivos que dista meya legoa, Rifana outra meya, e outras mais distantes cujos nomes ignoro.
Nam tem termo por ser anexa as duas Villas de Villar Mayor e de Sabugal.
Orago de Nossa Senhora do Rozario. Tem tres altares: o mayor do Santissimo, e hum de Sam Sebastiam e outro collatral do Santo Menino. Tem huma Irmandade de S. Sebastiam.
O seu Parocho hé Cura annuaI que aprezenta o Vigario de Villar Mayor. Tem de congrua des faneguas de trigo e cinquo de centeyo e dous almudes de vinho, e quatro mil e outo centos em dinheiro.
Tem duas Ermidas fora do lugar, huma de S. Barbara, outra de S. Anna; pertencem ao povo e das esmolas se sustentam suas fabricas; poucas romagens acodem a ellas.
Os frutos que esta terra produz suficientemente hé pam centeio e algum vinho e linho e guados. Tem Juizes piquenos ou espadanos sugeitos aos Juizes ordinarios de Villar Mayor. Nam hé couto mas sim reguengo foreiro, de Sua Magestade Serve-se de correio da cidade da Guarda. Dista dezoito legoas ou vinte a cidade capital de Lamego, e sessenta legoas, pouco mais ou menos a cidade capital do Reino, Lisboa.
Nam tem antiguidades dignas de memoria, somente hum reduto demollido, com sua atalaia de redor da igreja, que servia de refugio de tempo de guerra. Nam padeceu ruina no terramoto de 1755; somente no anno passado proximo, todos os fructos padeceram grande estrago de huma tempestade de saraiva; e agora nam hé terra de nome ainda que campina.
Nam nascem nella rios, somente passam duas Ribeiras por este lemite que nascem nas estremaduras de Castella, e entram no Rio Coa.
Nam tem pontes de pedra fundamental, somente huns pontois de madeira com pouco fundamenta pellas quais Ribeiras passam duas estradas reais para a alfandegua de Villar Mayor, no porto do Sabugal e de Belluis, aonde se necessita bem de pontes de cantaria pois em tempos de enchentes se nam pode passar. As quais duas Ribeiras terem de distancia duas Iegoas e as quais se chamam huma Ribeira da Bismulla, outra Ribeira de Alfayates. Nam produzem peixes, mais que huns bordallos e secamse no veram. As duas tem no tempo de inverno moinhos de moer pam, e della sahem regadeiras de levar agua para regar os campos livremente.
E nam tenho que dizer aos mais interrogatorios. O que fiz por verdade.

Feita de Abril 10 de 1758, no lugar da Bismulla.
O Cura Antonio da Fonseca.»

Ver perguntas do inquérito. Aqui.
Fonte: Alfaiates-Na órbita da Sacaparte. Autores: Pe. Francisco Vaz e Pe. António Ambrósio.
(Continua.)

jcl

Deixar uma resposta