Parceria europeia quer salvar o lobo

Med Wolf - Capeia Arraiana

O Grupo Lobo, em parceria outras organizações portuguesas e italianas colocou no terreno o Projecto «Life Med-Wolf», num esforço conjunto inédito, para salvar o lobo dos distritos da Guarda e de Castelo Branco.

Lobo ibérico

Lobo ibérico

O projecto foi colocado em prática desde Setembro de 2012, e tem em vista proteger o último dos grandes carnívoros de Portugal, minimizando os conflitos com as populações locais.
O Projecto «Life Med-Wolf – Boas Práticas para a Conservação do Lobo em Regiões Mediterrânicas» ambiciona diminuir o conflito entre a presença do lobo e as actividades humanas, em regiões rurais onde os hábitos culturais de coexistência se têm vindo a perder.
As áreas de intervenção localizam-se nos distritos da Guarda e de Castelo Branco, incluindo um núcleo populacional de lobo a sul do rio Douro, na zona de fronteira com Espanha, onde a presença deste predador está mais ameaçada.
Este projecto, que se vai desenrolar ao longo de quatro anos e meio, vai realizar actividades para avaliar a situação actual do lobo na região e os conflitos que a sua presença origina. Vai ainda apostar na formação dos técnicos envolvidos na conservação desta espécie, de forma a melhorarem a avaliação dos prejuízos causados por este predador no gado, estabelecendo relações de confiança com os criadores.
A prevenção dos prejuízos, através de vedações eléctricas, de bons cães de protecção e do maneio correcto do gado, para reduzir o risco de ataques do lobo, são também acções prioritárias. Vão ser criados grupos de trabalho sobre o estudo do lobo e sobre métodos de prevenção dos prejuízos, potenciando a troca de experiências com projectos similares e com especialistas nacionais e estrangeiros. Com o objectivo de sensibilizar as comunidades locais, em particular os criadores de gado, serão realizadas campanhas de sensibilização e outras iniciativas para melhorar o conhecimento e compreensão sobre este carnívoro.
O Grupo Lobo, associação não governamental, independente e sem fins lucrativos, foi fundado em 1985 para trabalhar a favor da conservação do lobo e do seu ecossistema em Portugal. Conta com um vasto número de associados e colaboradores, nacionais e estrangeiros.
plb (com GL)

2 Responses to Parceria europeia quer salvar o lobo

  1. José Carlos Mendes diz:

    Boa.
    Cá está uma tarefa em que gostaria de colaborar.
    Em que é que os cidadãos anónimos podem ajudar?

  2. saraço diz:

    Seria bonito para a garotagem de hoje ver um lobo como eu vi nessa altura;
    Hoje para a existência dessa espécie,teria de haver rebanhos de cabras e ovelhas, a pastar na área,como nessa altura;
    O lobo matava,uma ou duas cabras,ou ovelhas,e a situação não passava dali;paciência;era um acidente;
    Eu,recordo-me,e possivelmente,ainda há mais gente que se lembre,não tenho data em memória,mas pela meia noite,ouviu-se um grande alarido na aldeia,o rebanho do tio Manel narciso,que estava num bardo na tapada poça,tinha sido invadido por dois lobos,que o levaram da fonte do cimo de Aldeia Velha,até à ponte,em direcção ao cemitério,aí já alguns homens,armados de forquilhas,seguiam a piara,afugentando os lobos,que se mantinham no meio,matando;sei que mataram,ovelhas e borregos,não me recordo quantos;
    Com isto só quero dizer,que não basta,fazer prevalecer o lobo ibérico,temos de pensar nas condições de preservação.

Deixar uma resposta