Confraria do Bucho no Queijo Serra da Estrela

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

O estandarte da Confraria do Bucho Raiano «acompanhado» por três confrades testemunhou e participou no XXIV Capítulo da Confraria do Queijo Serra da Estrela em Oliveira do Hospital. O evento, integrada na XXII Feira do Queijo da Serra da Estrela foi repartida entre o recinto do certame e as instalações da ANCOSE onde decorreu a cerimónia capítular da confraria madrinha do Bucho Raiano.

(Clique nas imagens para ampliar.)

A XXII Festa do Queijo da Serra da Estrela, organizado pelo município de Oliveira do Hospital, decorreu no fim-de-semana de 9 e 10 de Março, contou com a presença de quase 200 expositores e foi visitada por milhares de pessoas que encheram por completo o pavilhão. As estradas de acesso à cidade serrana e os parques de estacionamento estavam repletos de carros e de autocarros que ostentavam as cores e os nomes de autarquias de todo o país justificando assim o título adoptado este ano pelo município: «Maior festa de Portugal do Queijo Serra da Estrela.» A organização preparou para as várias excursões a visita aos monumentos históricos e naturais do concelho.
A festa do Queijo da Serra da Estrela foi oficialmente inaugurada por Nuno Vieira de Brito, secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar e a visita do governante foi acompanhada por José Carlos Alexandrino, presidente da autarquia e por vários autarcas e dirigentes do concelho e da região.
O concurso gastronómico «Com Queijo Serra da Estrela», com um júri presidido pela chefe de cozinha Cristina Preto e por representantes do Município de Oliveira de Hospital e da Confraria do Queijo Serra da Estrela, avaliou a apresentação, degustação, originalidade da receita e a viabilidade da sua produção empresarial das propostas dos participantes que deviam ter, obrigatoriamente, queijo Serra da Estrela ou queijo de ovelha e seus derivados.
As «Rotas da Pastorícia» dão o mote para várias actividades lúdicas e desportivas como a concentração de automóveis minis, os percursos a cavalo, ou a 7.ª edição da maratona BTT (em bicicleta todo-o-terreno) que percorreram os antigos caminhos dos rebalhos e dos pastores.

Festa das confrarias gastronómicas em Oliveira do Hospital
Na tarde de sábado o recinto da exposição ficou decorado com as cores dos trajes dos confrades das cerca de quatro dezenas de confrarias gastronómicas que marcaram presença para o XXIV Capítulo da Confraria do Queijo Serra da Estrela que decorreu a partir das 18 horas nas instalações da ANCOSE-Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela.
A cerimónia protocolar presidida pelo grão-mestre Manuel Leal Freire (natural da freguesia da Bismula, concelho do Sabugal, e confrade de honra da Confraria do Bucho Raiano) teve discursos de José Carlos Alexandrino, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, de Olga Cavaleiro, presidente da FPCG-Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, do representante da confraria do queijo das Asturias e foi dirigida pelo Grande Conselheiro Pedro Couceiro.
«O Queijo Serra da Estrela foi considerado uma das Sete Maravilhas da Gastronomia Portuguesa e aumentou a responsabilidade da Confraria do Queijo da Serra da Estrela que foi criada para defender e levar longe o nome da nossa iguaria», recordou Pedro Couceiro destacando a importância da certificação e qualificação obrigatória dos produtos regionais de referência como é o caso do queijo serra da Estrela.
O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, defendeu no seu discurso «a certificação obrigatória mas a preços acessíveis porque os produtores não podem nem devem ser obrigados a aumentar os custos de produção com o valor dos selos de garantia». «Devemos homenagear e apoiar os pastores e as queijeiras ajudando na modernização das instalações e na aquisição de ordenhas mecânica que vão ser possível depois do investimento camarário de 300 mil euros que vai permitir electrificar cerca de 60 explorações familiares», informou num tom de discurso político o responsável pela autarquia oliveirense alertando que «o número de produtores está a diminuir e se um dia acabar o queijo não nos serve de nada fazer uma grande festa».
O momento alto do Capítulo aconteceu quando as cinco Confrarias afilhadas da anfitriã foram convidadas a apresentar-se falando das suas motivações e do «seu» produto regional. Assim, no pavilhão da ANCOSE, os representantes da Confraria do Cão Serra da Estrela (com sede em Sortelha), da Confraria da Marmelada de Odivelas, da Confraria do Bucho Raiano, da Confraria do Medronho e da Confraria do Bolo Podre e Gastronomia de Montemuro «subiram ao palco» e deram a conhecer a história das suas confrarias e dos seus produtos. O chanceler da Confraria do Bucho Raiano, Paulo Leitão, aproveitou para destacar a importância do carisma de Manuel Leal Freire no movimento confrádico português e como o seu exemplo e inspiração foram decisivos para o arranque e criação da confraria raiana.
O jantar do Capítulo, abundante como sempre em muitas variadades e derivados do Queijo Serra da Estrela apareceu na mesa «casado» com os produtos das confrarias afilhadas. Também o bucho raiano foi degustado por todos os participantes «misturado» com queijo, marmelada e bolo podre (o medronho apenas acompanhou o café final).

A Confraria do Bucho Raiano tem como grande objectivo para 2013 – uma das conclusões do seu Capítulo Interno realizado nos Fóios no passado mês de Fevereiro – a presença dos seus confrades (que se deslocam pagando do seu bolso todas as despesas) no maior número possível de capítulos gastronómicos de forma a levar e promover o produto «Bucho Raiano» e o nome das terras raianas do Sabugal.
jcl

Deixar uma resposta