Poetando – Laijitas

Manuel Leal Freire - © Capeia Arraiana

«Poetando» é a coluna de Manuel Leal Freire no Capeia Arraiana, na qual aos domingos vai publicando poemas inéditos, cada um dedicado a uma aldeia do concelho do Sabugal. Nesta edição o escritor e poeta dedica um soneto às Laijitas, pequeno lugar da freguesia da Lajeosa da Raia.

LAIJITAS

Os diminutivos enternecem
Foi sempre assim a regra da prosódia
Mas se há aqueles que entristecem
Também os há com timbre a rapsódia

A nossa mente é tal qual custódia
Aonde as imagens se guarnecem
Dias de mágoa, dias de paródia
Ali se gravam, não desaparecem

O nome traz ressaibos de abundância
De pedras que dão pão em consonância
E que mães de fartura são benditas

Podendo florescer em pão e vinho
Será fiel a Deus todo o cantinho
É benta, pois, a sina das Laijitas

«Poetando», Manuel Leal Freire

Deixar uma resposta