As festas convívio não se realizam apenas no Verão

José Manuel Campos - Nascente do Côa - © Capeia Arraiana

No passado fim-de-semana, 12 e 13, do corrente mês de Janeiro, houve muita animação na freguesia dos Fóios. Aliás, nos Fóios, as festas e os convívios realizam-se com muita frequência. Somos os de cá e os muitos que nos visitam e que e que gostam de conviver connosco.

O assador gigante dos Fóios

O assador gigante dos Fóios


Tal como estava programado entre os dirigentes de vários grupos de motares, de duas rodas, e a família Pascoal, proprietários da padaria de Foios, aconteceu o encontro que proporcionou dois dias de muita animação.
Confesso que essa família motar cada vez me surpreende mais e mais pela positiva. E, neste caso, a maior surpresa foi ter verificado que havia motares de várias regiões do país e muitos deles faziam-se acompanhar das respectivas companheiras e também de filhos que presumo se tivessem deslocado de automóvel visto que contei cerca de uma dezena.
A Junta de Freguesia de Foios, que sempre gosta de se associar aos mais diversos eventos, também não deixou de dar o seu contributo para que tudo corresse bem, como correu.
Quando, há cerca de dois meses, o Pascoal me comunicou que estes amigos das motos haviam combinado vir passar estes dois dias aos Foios e que iriam necessitar das quarenta camas que possuímos no edifício da antiga escola imediatamente tomei nota na minha agenda e o espaço ficou reservado.
Comuniquei, igualmente ao Pascoal, que a Junta de Freguesia iria guardar vinte quilos de castanhas e dez litro de jeropiga para a realização de um magusto dedicado aos motares e seus familiares. Assim aconteceu e correu bem. Até o tempo ajudou.
As refeições foram da responsabilidade da organização motar. Compraram, confeccionaram, serviram e arrumaram convenientemente os espaços que utilizaram. Pavilhão multiusos e coberto do parque de lazer.
Durante a tarde e noite de sábado houve muita animação musical, com ronda e visitas às respectivas capelinhas dos Foios. No final da noite já rolava, como dizia o outro.
Ficou agendado um novo encontro para o dia 14 de Setembro mas, entretanto, muitos amigos disseram que deveriam vir antes e outros manifestaram interesse em vir à capeia.
Venham e contem sempre com a nossa amizade.
Não posso deixar de referir que o grupo, ou grupos, que estiveram nos Foios passaram todos pela casa do castelo onde a Talinha os recebeu e acarinhou como Ela muito bem sabe. Parabéns Talinha.
Turismo é futuro!
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

Deixar uma resposta