Etapa Sabugal-Guarda «vale» 50 mil euros

Foi oficialmente apresentada esta terça-feira, 12 de Julho, a 73.ª Volta a Portugal em Bicicleta. A 7.ª etapa – um contra-relógio entre o Sabugal e a Guarda – resulta de uma parceira entre as duas autarquias e vai custar entre 50 a 60 mil euros. Quem o diz é Vítor Santos, vereador do desporto da Câmara Municipal da Guarda, em declarações à Rádio Altitude.

Foi oficialmente apresentada esta terça-feira, 12 de Julho, a 73.ª Volta a Portugal em Bicicleta. A maior prova velocipédica portuguesa vai disputar-se entre 4 e 15 de Agosto, ao longo de 10 dias de corrida e mais um de descanso. Em Fafe vai ser dado o tiro de partida para um total de 1627 quilómetros até Lisboa onde será feita a consagração dos vencedores. O Sabugal e a Trofa são as estreias na edição de 2011.
A edição de 2011 tem uma chegada e duas etapas no distrito da Guarda. Na quarta etapa, 8 de Agosto, o pelotão faz uma primeira abordagem à Serra da Estrela com a meta instalada em Gouveia depois de percorrer 182 quilómetros desde Lamego.
Para a sétima etapa, no dia 12 de Agosto, está reservado o dificílimo contra-relógio individual entre o Sabugal e a Guarda. Além da extensão de 35,3 quilómetros é preciso contar com o tipo de percurso entre o concelho raiano e a capital do distrito que é apenas a cidade mais alta de Portugal.
No dia seguinte, sábado, sem tempo para recuperar o fòlego, o pelotão ataca a etapa-rainha da 73.ª Volta a Portugal subindo a Serra da Estrela em direcção à Torre. A caravana sairá de Seia e vai percorrer os principais pontos da montanha – Manteigas e Penhas Douradas – com a tradicional escalada às Penhas da Saúde pelo lado da Covilhã com os derradeiros quilómetros a serem feitos pelo lado de Seia.
Os Jogos Santa Casa assumem este ano o estatuto de Patrocinador Principal da Volta a Portugal em Bicicleta. Desde 2003 parceiro destacado da Volta a Portugal em Bicicleta, os Jogos Santa Casa têm marcado a sua forte presença nas estradas do País das mais diferentes maneiras. Primeiro com a atribuição do Prémio da Combatividade em todas as etapas da competição, seguindo-se, a partir de 2008, a Camisola Verde, destinada a premiar o rei da montanha. Para 2011, o símbolo máximo da corrida terá a designação de Camisola Amarela Jogos Santa Casa.

Rádio AltitudeEtapa Sabugal-Guarda custa entre 50 a 60 mil euros
«Os custos da sétima etapa são elevados, mas estão repartidos pelas Câmaras do Sabugal e da Guarda. Cada uma vai desembolsar mais de 25 mil euros», esclareceu em declarações à Rádio Altitude o vereador do desporto da Câmara Municipal da Guarda, Vítor Santos acrescentando que o contrato assinado entre a autarquia guardense e a empresa organizadora da Volta «prevê ainda que a cidade da Guarda receba os ciclistas nos próximos dois anos».

Sons da Rádio Altitude com Vítor Santos, vereador do Desporto da C.M. Guarda.

Tempos de passagem nas Quintas São Bartolomeu, Baraçal e Vila do Touro. Aqui.
jcl (com Rádio Altitude)

One Response to Etapa Sabugal-Guarda «vale» 50 mil euros

  1. Elvira Rebelo diz:

    E que tal juntarem os concelhos da Guarda e do Sabugal numa só Câmara Municipal. Também seria uma parceria perfeita.

Deixar uma resposta