O paradoxo da ironia

O mundo é dos homens e assim deve de continuar a ser! Polémica esta frase dita por uma mulher? Talvez não. Mas dá que pensar…

Mundo das Mulheres - Corrida Saltos Altos

Carla NovoSe o mundo não fosse dos homens, as mulheres não teriam o seu dia e assim não teriam uma data especial para celebrar! Se o mundo não fosse dos homens não existiram «quotas» para cargos femininos em diversos sectores. Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres não poderiam exigir mais de si mesmas e terem até mais qualificações do que eles para poderem usufruir de igual salário ocupando as mesmas funções! Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres não teriam a versatilidade que têm durante um simples dia (desde que não seja o delas, claro!). Se o mundo não fosse dos homens as mulheres não poderiam sentir orgulho de terem conquistado o direito ao voto. Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres não teriam de ter um companheiro estável (e provar que o têm) para optarem por congelar os seus óvulos e, assim, adiarem a maternidade e recorrer a um banco de esperma! Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres teriam menos divertimento nas estradas quando cometem aselhices e levam buzinadelas ao volante, ou não estacionam o carro à primeira! Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres, certamente, teriam significados diferentes para as palavras «ajuda», «colaboração e «obrigação», portanto não desenvolveriam tanto o seu vocabulário! Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres não teriam oportunidade de agradecer quando lhes é dada passagem, portanto seriam seres menos gratos! Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres não teriam a sorte de poder gerir bem o seu tempo e fazer várias tarefas ao mesmo tempo! Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres não teriam a possibilidade de estarem numa reunião de trabalho às quatro da tarde e fazer um bacalhau com natas às oito da noite! Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres não teriam tanto assunto para falar com outras e seriam seres menos sociáveis! Se o mundo não fosse dos homens, as mulheres, provavelmente, não teriam apurado tanto a sua inteligência emocional, portanto seriam seres menos felizes. Por tudo isto (e outras que ficaram por falta de espaço) as mulheres devem de agradecer o mundo ser dos homens e zelar para que assim continue! Afinal, se não fossem os homens, poderiam as mulheres serem tão… irónicas?!
«Jardim dos Sentidos», crónica de Carla Novo

carlanovo4@hotmail.com

2 Responses to O paradoxo da ironia

  1. Antonio Emidio diz:

    Carla Novo: digo-lhe uma coisa, debaixo deste sistema de valores que presentemente prevalece, não há emancipação para o homem nem para a mulher, haverá sim é a continuação da sociedade repressiva brutal e alienada. Por vermos uma minoria de mulheres privilegiadas que têm acessso à governação, por exemplo, não impede isso que a maior parte das muheres siga sendo vitima da violência estrutural própria do sistema.
    Nesta Europa civilizada e defensora acérrima dos direitos do homem, cada vez há mais mulheres assassinadas e maltratadas pelos respectivos companheiros, homens.

  2. joao valente diz:

    O Mundo começa a ser maioritariamente das mulheres… E ainda bem. Já se viu, pelo estado a que o mundo chegou, que nós, homens, só temos feito asneira!

Deixar uma resposta