Na ponte do Sabugal em 1975

As fotografias desta crónica referem-se a uma mulher (com certeza já falecida), de que desconheço o nome, mas habitante no Bairro do Castelo, no Sabugal.

Sabugal - 1975 Sabugal - 1975

Clique nas imagens para ampliar

João Aristídes Duarte - «Memória, Memórias...»As fotografias foram tiradas junto à ponte que divide a freguesia do Sabugal da de Aldeia de Santo António.
A mulher está vestida com os trajes típicos das mulheres do povo, de cor escura e com lenço na cabeça. O avental (nalgumas freguesias chamado mandil) também fazia parte da indumentária). Este traje ainda existiu durante muitos anos. Não sei se hoje ainda haverá, nas aldeias do concelho de Sabugal, alguma mulher que use este traje.
Lá atrás, na fotografia de corpo inteiro da mulher, vê-se uma motorizada V5, um dos ícones dos anos 70 e 80 do século XX, no concelho e em todo o país.
São visíveis, no lado esquerdo da fotografia, inscrições de carácter político no muro da ponte. Afinal estávamos em 1975. O que está escrito é: «Viva a Liberdade, Vota CDS» É curioso, mas um dos mitos que foi transmitido às novas gerações sobre a época revolucionária é a de que os partidos de esquerda encheram as paredes de pinturas com inscrições de carácter político.
Afinal, a direita também o fazia.
«Memória, Memórias…», opinião de João Aristides Duarte

(Deputado da Assembleia Municipal do Sabugal)
akapunkrural@gmail.com

3 Responses to Na ponte do Sabugal em 1975

  1. Júlia Bogas diz:

    Boa tarde! Esta senhora chamava-se Maria do Carmo!

  2. JMDA diz:

    Era o traje das nossas avós!

Deixar uma resposta