Freguesias do Sabugal unem-se e criam associação

As Juntas de Freguesia da Bendada, Casteleiro, Moita, Santo Estevão e Sortelha, em reunião realizada no dia 31 de Janeiro, no Casteleiro, deliberaram iniciar o processo de constituição da Associação de Freguesias «Terras Quentes do Concelho do Sabugal».

Associação Terras Quentes - Concelho do Sabugal - Capeia Arraiana

Associação Terras Quentes – Concelho do Sabugal – Capeia Arraiana

(Clique nas imagens para ampliar.)

No decurso da reunião, que juntou todos os elementos dos executivos das Juntas das cinco Freguesias, foi constituída uma Comissão Instaladora integrada pelos presidentes de Junta que, nos termos da Lei n.º 175/99, irá promover todas as diligências necessárias à constituição da Associação através de escritura pública.
Com esta iniciativa, pretendem os signatários vir a realizar acções de interesse comum, cooperando e reunindo mais-valias para o desenvolvimento sustentado das suas Freguesias e do território geograficamente contíguo em que se localizam.
Sob o signo do «Azeite», a Associação de Freguesias «Terras Quentes do Concelho do Sabugal», será a primeira do género no Concelho do Sabugal.
Associação de Freguesias «Terras Quentes do Concelho do Sabugal»

2 Responses to Freguesias do Sabugal unem-se e criam associação

  1. Ramiro Matos diz:

    Eis uma boa notícia para o Concelho e, sobretudo, para as Freguesias envolvidas.
    O azeite, como venho defendendo há muito tempo, tem condições para se tornar um eixo de desenvolvimento do Sabugal.
    Os habitantes e naturais das freguesias de Santo Estêvão, Moita, Casteleiro, Bendade e Sortelha estão de parabéns e com eles todo o Concelho.
    O êxito desta Associação passa também por estabelecer formas de cooperação com as freguesias vizinhas dos Concelhos de Belmonte e Penamacor e, estou certo, tal virá a aconetcer.

    Ramiro Matos

  2. Nuno diz:

    Vejam a que se criou ou está para criar na parte norte do côa 11 freguesias. Nós a parte Sul vamos sempre deixar que este concelho esteja inclinado para a Margem Norte. O pior de tudo é que a culpa é nossa! Cria-se apenas a associação com 5 freguesias pois o nome assim o impõem. O que será que Malcata tem a ver com os Forcalhos? Será que é preciso ter azeite? ou será que não seria melhor a questão de proximidade e contiguidade dos limites das freguesias? digo Aldeia de Santo António, Aguas Belas, Penalobo, Pousafoles, Lomba, Quintas de S. Bartolomeu…

    Estou a falar pois senti a minha freguesia excluída da luta que devia ser travada, a de equilibrar o concelho, fazer o Côa correr também para Sul!

Deixar uma resposta