Carta aberta de António Esteves Morgado

Recebemos e publicamos, de seguida, o direito de resposta solicitado por António Esteves Morgado à «Carta aberta de Manuel Rito Alves».

António Morgado e Manuel Rito«Resposta à carta Aberta de Manuel Rito Alves

Caras(os) Amigas(os) Sabugalenses
Dirijo-me a todos vós sem qualquer discriminação para os esclarecimentos seguintes:
– Sobre o meu passado de Presidente da Câmara os munícipes conhecem a responsabilidade e honra que tive de zelar pelos interesses do Concelho;
– Dos projectos mencionados todos se lembram de que mandatos provêm;
– Das equipas que formei também todos se recordam;
– Do meu comportamento pessoal e institucional também todos sabem a grande diferença que nos separa;
– Do mandato actual (2005/2009) vê-se bem a preocupação de nestes últimos meses dar a entender que muita coisa foi feita e que sobre os mesmos investimentos o questionei na última Assembleia Municipal.
Manuel Rito Alves deve dar-vos a conhecer:
– Que projectos novos tem para anunciar?
– Quantos e quais os projectos de saneamento básico e abastecimento de água lançados no meu último mandato, que no seu foram anulados?
– Porque deixou um aberto?
– Porque lançou outro, este novo, no último ano?
– Quem pretendeu beneficiar com essa discriminação?
– Quem defendeu a sua candidatura a Presidente de Câmara?
– Quem o anunciou e defendeu perante todos?
Acerca do Sr. Manuel Rito Alves devo dizer que:
– Não deve iludir as gentes do Concelho, pois que dos oito anos em que fui Presidente de Câmara o julgamento já foi feito e por conseguinte não tem moral para falar desses dois mandatos.
– O julgamento do actual Executivo deve referir-se a estes quatro anos, que agora terminam, e não aos doze constantemente mencionados.
– Deveria ter seriedade política e não confundir os eleitores.
– Ao referir que em 2005 fui cabeça de lista à Assembleia Municipal, se bem se lembra, só aceitei por muita insistência da sua parte. Claro está que lhe convinha, toda a gente sabe disso.
– Sobre o que eu disse nas localidades por onde acompanhei o bom e forte candidato que é o António Dionísio (Toni) disse e afirmo que o Senhor Manuel Rito Alves só foi candidato porque eu tive a coragem de o defender perante o Coordenador Nacional do PSD, pois ninguém mais o defendia. Pelos vistos esqueceu-se desse pormenor.
– Quanto à campanha que fiz defendendo-o perante todo o Concelho também todos estão recordados. De tal facto também já se esqueceu. Tem memória curta!
– Quando ganhei, sublinho ganhei, o conhecimento da sua pessoa era limitado a duas ou três Freguesias, nas restantes não passava de um mero desconhecido. Que credibilidade tinha perante o Concelho? É de referir que nem o próprio acreditava na vitória, chegando a dizer que o Soito já tinha ganho, pois ficava com dois Vereadores. Quão ânimo me deu ao dizer tal atoarda! Fiquei a saber qual a dimensão e qual o entusiasmo que tinha relativo ao que eu acreditava. Razão por que muitas pessoas consideraram ser uma vitória pessoal. Reconheço que tal vitória se deveu também ao empenho e dedicação de muita gente pertencente a outros quadrantes partidários.
– Deveria sentir vergonha de aproveitar correspondência do Município (envio do recibo da água) para se auto promover, tendo em conta que é candidato à Assembleia Municipal.
– Deveria também sentir vergonha de fazer convites para uma inauguração, de uma obra inacabada.
– Deveria justificar-se por escrito aos munícipes que tiveram e têm problemas de falta de água.
– Deveria lembrar-se que nunca estive preocupado em fazer inaugurações de obras totalmente concluídas e pagas. Cito o exemplo do complexo das Piscinas / Gimnodesportivo.
– Poderá ainda proceder à inauguração do mesmo, pois eu não me importo. A minha pessoa em nada ficará afectada.
– Também poderá mudar o nome, como fez em relação ao Pólo Empresarial do Soito.
Para concluir reafirmo que estou completamente arrependido da defesa que fiz da sua pessoa. Também disse que no meu tempo foi um bom Vice-Presidente. Todavia, para ser bom Presidente é necessário possuir determinadas características comportamentais perante os cidadãos em geral, funcionários e Presidentes de Junta de Freguesia que demonstrou não ter.
Quanto à interrogação que coloca “Que segundas intenções esconderá?”, claramente lhe respondo. Poderá colocar na sua cabeça e descansar o seu cérebro, uma vez que nunca andei, nem pretendo andar na política por motivações negociais. Possivelmente julga os outros por aquilo que deseja e pretende para ele.
Eu estou sereno, tranquilo e consciente do dever cumprido e também do apoio que estou a dar ao candidato António Dionísio. Sou um cidadão livre num PAÍS DEMOCRÁTICO.
9 de Outubro de 2009
António Esteves Morgado»

O Capeia Arraiana encerra o espaço eleitoral (notícias e comentários) sobre as autárquicas 2009 às 24 horas desta sexta-feira. Voltaremos ao tema no domingo à noite para dar notícia dos nomes dos próximos autarcas sabugalenses na Câmara, na Assembleia Municipal e nas Juntas de Freguesia.
jcl

13 Responses to Carta aberta de António Esteves Morgado

  1. joao valente diz:

    Espero que este comentário seja publicado. O Engenheiro Morgado apoia quem entender. Estamos num país livre. Mas há que lembrar que esteve oito anos na câmara e não resolveu nem minimizou nenhum dos problemas estruturais do concelho. E até me lembro da plémica que foi a colocação dos seus filhos na câmara. Pessoalmente penso que o António Dionísio nada beneficia com esta “colagem”, de que não precisava de forma alguma.

  2. J.Silva diz:

    Estar ligado ao Capeiaarraiana é, sem quaisquer dúvidas, ter acesso às notícias mais actualizadas do concelho de Sabugal;
    Foi com expectativa que aguardei a publicação da resposta de António Morgado à carta aberta de Manuel Rito, o que era de esperar para quem quem conhece ambos os protagonistas;
    Cada qual com as suas razões e os seus argumentos.
    Há, todavia uma expressão que António Morgado tem de desenvolver para não ser mal interpretado ” Poderá colocar na sua cabeça e descansar o seu cérebro, uma vez que nunca andei, nem pretendo andar na politica por motivações negociais. Possivelmente julga os outros por aquilo que deseja e pretende para ele”.
    Fica no ar uma suspeita grave!…
    De quem se serviu da politica como ninguém, sobretudo…para interesses pessoais.
    Explique-se Sr. Engenheiro.

  3. Maria vai com as outras diz:

    Muito bem respondido Sr. Engº Morgado. Cada um é livre de apoiar quem quer

  4. joao valente diz:

    Isto é só peicheirada de baixo nível. Não havia necessidade disto. Quem ataca pessoalmente, perde automaticamente a razão!

  5. Manuel Russo diz:

    Estes senhores estao atirando com uma pà de areia para os olhos dos Sabugalenses. MAS, nao se esquecam que, ainda teem a camioneta cheia! ARQUIVADA; claro! virà a publico? Serà que algum conseguirà atirar com uma pedra ao outro em publico? duvido muito. Os Sabugalenses ARRAIANOS estao saturados dessas Politiquisses; e pensam voces que somos parvos é! NAO; o Concelho Jà vem piorando, e desertando, à mais de 10 anos. Meus SRs nao vivam do passado; nao convem esquecer nao é;; forca no presente ; e muita garra para o futuro. Desta forma se conseguirà um Concelho melhor.Desejo muita,muita,muita garra e coragem ao novo (PERSONAL TRAINER) do nosso CONCELHO porque muito à para mexer na (EQUIPE) E so um TREINADOR com T;;;;;;;; conseguirà VIVA O CONCELHO E RAIA

  6. Luica diz:

    Aqui está um homem com H grande, daqueles que já não abundam na nossa politica, é um politico á antiga e com uma dignidade imensa. Digo mais, esta situação só esta a acontecer porque o actual executivo deve ter já o cú a arder.
    Quero ainda dar uma palavra de apreço ao Eng. Morgado, por tudo o que fez e faz por este concelho, e pelo facto de saber quem deve ser apoiado independentemente do candidato ou do partido, pois aqui votamos na pessoa e não na côr, como ele, eu e outros faremos o mesmo, pois como cidadãos livres deste pais sabemos quem poderá servir melhor a nossa terra.

  7. Colono diz:

    Enquanto sabugalense, não quero deixar de congratular o blog “capeia arraiana” pelo notável trabalho de cobertura das eleições autárquicas no nosso concelho.
    Penso que o futuro do concelho não se joga nestas cartas/direitos de resposta, mas sim nos programas apresentados pelos diversos candidatos, contudo a opinião dos dois últimos timoneiros desta autarquia deve ser tida em conta.
    Analisando as cartas/direitos de respostas, fico com a sensação que a candidatura do PSD está um pouco perdida e está perdida porque não tem nada para apresentar e não tem nada para apresentar porque não realizou nada de novo durante o ultimo mandato.
    Assim e por estes motivos apresentou-se sempre como uma candidatura que responde por 12 anos de governação autárquica, quando na verdade se deveria apresentar como uma candidatura que durante os últimos 4 anos não conseguiu finalizar os grandes projectos estruturais lançados no mandato do Sr. António Morgado.
    Concordo com praticamente tudo o que o Sr. António Morgado escreve e estou convicto que a verdadeira “colagem” politica ao Sr. António Morgado e aos seus projectos estava a ser feita, isso sim pela campanha do PSD. Quanto ao apoio do Sr. António Morgado ao candidato do PS parece-me natural, uma vez que é uma pessoa inteligente e que deseja o melhor para o nosso concelho.
    Não quero com este comentário ferir qualquer susceptibilidade, apenas fiz e faço a minha análise politica do assunto, certa ou errada, também eu sou um cidadão livre e portanto com direito a exprimir-me livremente.

  8. V.M. diz:

    Há algum tempo referi num comentário, que se quisessem que o Sabugal ultrapassa-se a crise que o vem assolando, teriam que se unir todos os intervenientes, pois as divisões não levam a lugar algum. O Sabugal já tem pouca gente que possa marcar os rumos e assuma a liderança, mas quando se vê tamanha desunião, poderemos afirmar que afinal já está tudo perdido e não há recuperação possível.

  9. Pedro Ferreira Pires diz:

    Meus Senhores.

    Em primeiro lugar gostaria de lamentar o extremar de posições. Na minha opinião existem laços entre as pessoas que deviam permanecer inquebráveis, independentemente das diferenças de opinião. Em democracia todos têm direito à sua opinião, salvaguardando os direitos individuais.
    As questões de natureza politica e entre políticos devem ser resolvidas com o debate de ideias e não com processos de intenções. Não deve valer tudo.

    Assim, ao Sr. João Valente em particular, que não conheço, e aos que partilham da sua opinião, embora de uma forma encapotada, gostaria de lembrar que todos os cidadãos têm direito à igualdade de oportunidades. Está consagrado na Constituição, ainda que sejam os filhos, primos, irmãos ou quaisquer outros familiares dos Presidentes de Câmara e afins, no integral cumprimento das Leis da República. Todos sem excepção. Deviam sabe-lo.

    Porventura, o Senhor interessou-se em recolher alguns dados antes de fazer este comentário. E por conseguinte, elucidar-se em relação às pessoas que pretendeu atingir.
    – O Sr. conhece qualquer um dos visados?
    – Conhece o seu percurso académico e profissional?
    – Sabe se são Técnicos competentes?
    – Se defendem com “unhas e dentes” os interesses do Município?
    – Se são reconhecidos pela comunidade em geral, superiores hierárquicos e seus pares, dentro e fora do Concelho?
    A resposta é óbvia. NÃO!
    Limitou-se a “fabricar” mais uma suspeição, referindo comentários de terceiros de modo ambíguo, sem qualquer fundamento. Entre linhas, consumou um verdadeiro ataque pessoal, extravasando as suas competências enquanto cidadão.
    Com que objectivo o fez?
    Porque não opina do mesmo modo sobre outras situações polémicas que envolvem diferentes protagonistas?

    Deveria PEDIR DESCULPA aos visados.

    Lamento a falta de Espírito democrático.

  10. J.R diz:

    Não foi este Sr. Morgado, enquanto presidente da Câmara, que aí colocou os próprios filhos, e com fortes criticas de quem ele está a apoiar agora ?
    Será só um simples apoio ? Não haverá mais nada ? À mulher de César não se exige só que seja séria, tem que o parecer, e aqui ….. . Quem criticou tanto o Sr. Morgado agora recebe o mesmo senhor de braços abertos ? Haverá no Sabugal assim tantos sapos vivos ?
    Os verdadeiros SABUGALENSESES merecem mais e melhor .
    J.R.

  11. joao valente diz:

    Pedro Ferreira Pires
    Não estou para aí virado. Que se matem, esfolem, esgadanhem. É-me igual ao pífaro. Não deixa no entanto de ser caricato, o Engenheiro Morgado apoiar o António Dionísio que é contra a política das grandes obras de que foi o mentor nos oito anos do seu mandato, segundo afirma na carta aberta. O apoio do Engenheiro Morgado ao António Dionísio, nesta perspectiva, é como tentar misturar azeite na água!

  12. joao valente diz:

    Em tempo: Peço desculpas, não quando mo exigem, mas quando acho que errei! O que não é o caso…

  13. Manuel Russo diz:

    Estratégia Eleitoral (fina, muito fina, finíssima).

Deixar uma resposta