A objectiva de… Pedro Afonso (30-11-2008)

Fotografar passeriformes exige um estudo aprofundado da espécie e acima de tudo muita paciência…

O Pisco-de-peito-ruivo (Erithacus rubecula) é um pequeno passeriforme da família Turdidae, bem conhecido pela mancha alaranjada que lhe ornamenta o peito. É uma das aves portuguesas que mais alegra os dias de Inverno, com o seu canto melodioso e persistente. É porventura uma das aves mais fáceis de identificar. Geralmente observa-se saltitando pelo chão, ou poisado nos ramos baixos de uma árvore, adoptando sempre uma postura muito vertical.
Para fotografar esta pequena ave ou outro tipo de passeriformes são necessários dois ingredientes; um prévio estudo permite não só criar poisos para alcançar um bom resultado final, como também evita ficarmos com o cartão de memória vazio após uma sessão de trabalhos.
Por fim, o verdadeiro teste está na paciência do fotógrafo. Implica por vezes ficar algumas horas à espera do nosso motivo.

«A Objectiva de…», galeria fotográfica de Pedro Afonso
pmiguelafonso@gmail.com

2 Responses to A objectiva de… Pedro Afonso (30-11-2008)

  1. António Moura diz:

    A temática desta foto e o enquadramento e desfocagem do segundo plano são do meu particular agrado.
    Ontem, uma lontra no rio côa, numa breve aparição que tive a sorte de presenciar, teria feito as suas delícias caso estivesse preparado, mas como conheço o local, no caso de estar interessado nunca se sabe…

    Moura

  2. Caro António Moura

    Terei todo gosto em estudar o local. Será uma boa oportunidade para recolher mais informações e para presenciar in loco o comportamento da lontras (caso tenhamos sorte).

    Por favor contacta-me via email quando tiver oportunidade.

    Pedro Afonso

Deixar uma resposta