Regressados de férias de Aldeia da Ponte, onde passámos um mês extenuante, é altura de escrever algo sobre os nossos festejos, cujos, englobaram bastas realizações, que irei descrever nos próximos artigos.

Esteves Carreirinha - Ecos da AldeiaTal como há uns tempos atrás em que colaborámos nas Festas, também agora queremos homenagear os nossos amigos e familiares que nos «deixaram» neste último ano de Agosto-2006 a Agosto-2007, bem como a todos aqueles, que lhe aconteceu o infortúnio de não os deixar assistir aos festejos, que tanto desejavam. Uns e outros, onde se encontram, talvez se sintam um pouco mais reconfortados, pois as Festas foram-lhes dedicadas, em primeiro lugar.
E pronto, Agosto acabou e mais umas festas passaram, com muitas consumições, muito trabalho, mas também com muita vontade de agradar aos que fizeram o favor de comparecer, pois as festas são de todos e da nossa Aldeia.
Os Mordomos das Festas querem deixar aqui um agradecimento especial, à Junta de Freguesia pela sua colaboração inexcedível, à Associação dos Amigos, à Câmara Municipal do Sabugal, à GNR e aos Bombeiros do Soito, às páginas da Net «aldeiadaponte.com» e «capeiaarraiana» bem como a outras entidades e ainda, a todos os que, de uma maneira ou de outra, nos ajudaram e apoiaram. Os nossos sinceros agradecimentos. Bem-haja a todos.
Os Mordomos não regatearam esforços para que as Festas fossem do agrado de todos vós, tendo-o conseguido, de certa maneira, estamos convictos que assim foi, a avaliar pelas inúmeras felicitações recebidas, ainda na Aldeia, o que se torna reconfortante para os Mordomos.
Quando se escreve sobre este tema, corremos sempre o risco de nos repetirmos, mas a nossa Aldeia merece e, por inerência, todas as festas e realizações que por cá se fazem também merecem, especialmente as grandes festas anuais em honra de Santo António dedicadas a todos os nossos amigos emigrantes, bem como a todos os que por cá passam a maior parte do seu tempo.
Festas em Honra de Santo António - Aldeia da Ponte 2007Para quem não saiba, os Mordomos têm a seu cargo a realização da Festa do Natal, com a tradicional Fogueira, os bolos e os petiscos para animar a noite; a Festa de Junho que contempla a Festa Religiosa e, eventualmente, uma Capeia, dependendo da disponibilidade dos Mordomos. Finalmente a Festa de Agosto onde se culmina todo um ano de trabalho, apresentando os Mordomos um programa a condizer. Em suma, os Mordomos de Santo António têm a seu cargo toda a Festa, seja a Religiosa, seja a profana, ao contrário de outras Aldeias.
O Bar dos Mordomos deu início às Festas com as Noites Temáticas, como vem sendo tradicional, já há muitos anos a esta parte, funcionando no Vale, capital das festas. As noites foram bem animadas com os divertimentos próprios de toda uma juventude ávida de bons momentos, dançando, bebendo um copo ou aconchegando o estômago com os vários petiscos, magnificamente confeccionados e preparados a preceito pelas cozinheiras, funcionando também a Quermesse, que distribuiu prémios apetecíveis.
Passada a parte de divertimentos no Bar dos Mordomos com as Noites Temáticas, bem concorridas e com fartos motivos de interesse, tanto para miúdos como para graúdos, continuaram as festas, com os seus momentos altos e ansiosamente esperados.
Para que conste, o nosso objectivo sempre foi a protecção e bem-estar dos nossos jovens, zelando pelo bom-nome da nossa Aldeia, tanto nas Festas anuais, como em outras realizações, promovendo, o melhor que sabemos, a nossa Aldeia, bem como o Concelho de Sabugal, naquilo que podemos ajudar, disso podem estar seguros.
«Ecos da Aldeia» de Esteves Carreirinha

estevescarreirinha@gmail.com