Embora não se inclua na Região de Turismo, o concelho do Sabugal surge incluído nos percursos sugeridos aos visitantes da Serra mais alta de Portugal.

Ponte de Sequeiros na «Rota dos Castelos»No Verão a Serra da Estrela também quer atrair turistas, sendo cada vez mais as propostas e as iniciativas que visam esse fim. A Região de Turismo da Serra da Estrela (RTSE) divulgou há algum tempo um conjunto de sugestões aos visitantes da serra, que passam por andar à volta da cordilheira em visita aos locais de especial interesse turístico. Em tempo de Verão essa rotas assumem-se como alternativas à subida e à permanência na Serra.
Dentre as várias rotas também o Sabugal, embora não tendo aderido à RTSE, vem contemplado no conjunto de sugestões. Na «Rota dos 20 Castelos» aparecem as antigas vilas acasteladas de Sortelha, Sabugal, Alfaiates e Vilar Maior. Apenas Vila do Touro ficou «esquecida» na sugestão da RTSE mas, em compensação, aparece nesta rota de castelos a Ponte de Sequeiros, que permite a passagem do rio Côa em Valongo.
Na muito sugestiva «Rota das Aldeias Históricas», aparece, como não poderia deixar de ser, a nossa deslumbrante Sortelha, no conjunto das restantes 10 localidades históricas da região serrana.
A RTSE sugere aos viandantes outras três rotas temáticas, nas quais porém o concelho do Sabugal não aparece referenciado. A «Rota das antigas judiarias», a «Rota dos Descobrimentos» (esta centrada em Belmonte, terra de Pedro Álvares Cabral) e a «Rota da Lã».
Pena é que o Município do Sabugal insista na incúria de não pertencer à Região de Turismo, pois teria com isso muito a ganhar!
plb