Tag Archives: talinha

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Um ano depois

Faz hoje, 30 de Dezembro de 2016, um ano que nos deixou Natália Bispo. Recordamos o que escrevemos nesse triste dia: «A Talinha, como era conhecida entre os amigos, foi uma lutadora pelo concelho do Sabugal, defendendo o seu desenvolvimento, a sua cultura e as suas gentes. Partiu uma grande amiga do Capeia Arraiana. A Confraria do Bucho Raiano, quem visita o Sabugal e os Sabugalenses ficaram mais pobres.» Costumamos ouvir dizer que na vida não há insubstituíveis. Mas, em vida, a Talinha protagonizou, com esforçada coragem, o papel de «Sejam bem-vindos ao Sabugal e ao Largo do Castelo. Venham visitar a Casa do Castelo e brindar com um Porto de honra.» Um papel centenas, milhares de vezes repetido todos os dias incluindo fins-de-semana, feriados e férias. Assim sendo atrevemo-nos a dizer que não há insubstituíveis mas a Talinha foi única, pessoal e incopiável. Aqui deixamos o vídeo de homenagem à Talinha quando distinguida com o título de Confreira de Honra Póstuma da Confraria do Bucho Raiano.

Talinha… Bem-haja por tudo.
:: ::
jcl e plb

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Vídeo de Homenagem a Natália Bispo

Natália Bispo, a Talinha, foi homenageada no VI Capítulo (14 de Fevereiro) com o título de Confreira Honorária da Confraria do Bucho Raiano. A plateia – com os filhos Eduardo e Cláudia e o marido Romeu –, visionou emocionada um vídeo que lembrou alguns momentos de uma vida de causas da guardiã da Casa do Castelo no Largo do Castelo das Cinco Quinas no Sabugal.

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Natália Bispo

Faleceu na madrugada desta terça-feira, 30 de Dezembro, Natália Bispo, natural do Sabugal. Estava internada na Unidade de Cuidados Continuados do Fundão, debatendo-se com uma doença prolongada que a afectou gravemente. A Talinha, como era conhecida entre os amigos, foi uma lutadora pelo concelho do Sabugal, defendendo o seu desenvolvimento, a sua cultura e as suas gentes. Partiu uma grande amiga do Capeia Arraiana.

Natália Bispo

Natália Bispo

Casa do Castelo - Sabugal ©‎ Capeia Arraiana (orelha)

Embaixadora de Israel visita Casa do Castelo

A embaixadora de Israel, Tzipora Rimon, vai visitar a identidade do povo judeu em seis municípios da região da Serra da Estrela – Sabugal, Guarda, Belmonte, Manteigas, Trancoso e Covilhã – num programa organizado pela Rede de Judiarias de Portugal. No concelho do Sabugal irá conhecer o Aron Há Kodesh da Casa do Castelo e a Sinagoga de Vilar Maior.

Casa do Castelo - Aron há Kodesh - Sabugal - Capeia Arraiana

Aron Há Kodesh – Casa do Castelo – Sabugal

Casa do Castelo - Sabugal ©‎ Capeia Arraiana (orelha)

Projecto Sepharad Lands na Casa do Castelo

Esta quarta-feira, dia 8 de Fevereiro, pelas 15 horas, vai ser apresentado no Sabugal, na Casa do Castelo, um projecto designado Sepharad Lands, o qual pretende desenvolver uma rede de promoção e apoio ao turismo cultural, com especial enfoque no património judaico sefardita.

Sepharad Lands - Casa do Castelo - Sabugal - Capeia Arraiana

Sepharad Lands – Casa do Castelo – Sabugal – Capeia Arraiana

Casa do Castelo - Sabugal ©‎ Capeia Arraiana (orelha)

Turismo Cultural – alavanca de desenvolvimento

Realizou-se no dia 26 de Dezembro, na Casa do Castelo, uma tertúlia que teve por objectivo pensar o desenvolvimento do Sabugal com base no turismo cultural.

Casa do Castelo - Sabugal - Capeia Arraiana

Casa do Castelo – Sabugal

Teresa Duarte Reis - O Cheiro das Palavras - © Capeia Arraiana

Memória sefardita na Casa do Castelo

Mais uma vez, a Casa do Castelo nos surge como uma guardiã dos sussurros, da vida latente e da história de um povo como é o Povo Judeu, com a Apresentação de um livro «A República e os Judeus», do Professor Doutor Jorge Martins.

Casa do Castelo - Sabugal ©‎ Capeia Arraiana (orelha)

«A República e os Judeus» na Casa do Castelo (1)

O historiador Jorge Martins esteve presente na Casa do Castelo, no Sabugal, no dia 7 de Novembro, para uma sessão de apresentação do seu mais recente livro « A República e os Judeus».

Jorge Martins - Natália Bispo - Casa do Castelo - Sabugal

A sessão de lançamento da obra «A República e os Judeus», do historiador Jorge Martins, teve lugar na Câmara Municipal de Lisboa, no dia 9 de Outubro e foi apresentado pelo pensador e filósofo Miguel Real, autor do prefácio.
No dia 7 de Novembro o escritor deslocou-se propositadamente ao Sabugal para fazer a apresentação do livro na Casa do Castelo. Jorge Martins considera-se «filho adoptivo do Sabugal» porque aquando da apresentação de outro dos seus livros, também na Casa do Castelo, desabafou que «era de Lisboa e por isso não podia dizer que tinha terra» foi presenteado por Natália Bispo com um saco de batatas e cebolas para levar para a capital. Também agora voltou para casa com dois lindos sacos – de batatas e de cebolas – ofertados pela dona da Casa do Castelo mantendo, assim, esta relação de amor às terras raianas do Sabugal.
A apresentação do livro – onde estiveram presentes muitos amigos da Casa do Castelo e personalidades ligadas à cultura e às artes – contou com a dramatização de alguns textos pelo actor Jorge Sequerra.
No dia 11 de Novembro, Jorge Martins deslocou-se ao Parlamento para mais uma sessão de lançamento do livro «A República e os Judeus», na Biblioteca da Assembleia da República. «Não podia deixar de realizar na Assembleia da República o lançamento de “A República e os Judeus”, pois aqui se proferiram discursos importantes a favor dos judeus, aquando da discussão do projecto de Lar Judaico em Angola», disse na ocasião.
Recorde-se, ainda, que Jorge Martins foi o moderador (3.º painel) e orador (4.º painel) no Congresso do 1.º Festival da Memória Sefardita que decorreu no início do mês de Novembro no TMG-Teatro Municipal da Guarda organizado pela Turismo Serra da Estrela. A sua intervenção sob o título «Os Judeus da Serra da Estrela nos processos da Inquisição» versou, especialmente, os judeus do Sabugal desde o século XVI até aos nossos dias.

Parabéns ao escritor Jorge Martins e à Casa do Castelo por mais esta oportunidade cultural.
jcl