Tag Archives: sardinhada

Sabugal comemora 25 de Abril

A União de Freguesias do Sabugal e Aldeia de Santo António volta a evocar a Revolução de 25 de Abril através de um programa que inclui sessão cultural no auditório, convívio de motares, sardinhada, caminhada e música com as já imprescindíveis Concertinas do Safurdão.

25 de Abril de 2017 no Sabugal

25 de Abril de 2017 no Sabugal

Sardinhada reuniu socialistas do Sabugal

O Partido Socialista do Sabugal realizou no passado domingo, dia 11 de Julho, a sua tradicional sardinhada, reunindo junto ao rio Côa militantes e simpatizantes do partido.

Durante a tarde de domingo juntaram-se na praia fluvial do Sabugal largas dezenas de pessoas, vindas de diversas freguesias do concelho. Militantes, simpatizantes e autarcas eleitos nas listas do partido, marcaram presença no convívio, que todos os anos se realiza no Verão.
A deputada Rita Miguel esteve presente, assim como o governador civil do distrito da Guarda, Santinho Pacheco, e ainda o presidente da federação distrital do partido e agora director da Segurança Social da Guarda, José Albano. António Dionísio, o candidato do PS nas autárquicas de 2009, que, por motivo de doença, suspendeu o mandato de vereador, também esteve entre os convivas, dando assim um sinal de que continuará atento e empenhado na luta política, mau grado a situação em que se encontra.
O momento de convívio serviu de tónico aos eleitos do concelho do Sabugal, numa altura em que o acordo entre o PSD e o MPT na Câmara Municipal garante uma maioria e coloca claramente o PS na situação de oposição.
O encontro deste ano foi organizado pela nova estrutura concelhia do partido, agora presidida por Nuno Teixeira, que sucedeu a Manuel Barros.
plb

Vinte e Cinco de Abril Sempre

A Junta de Freguesia do Sabugal há semelhança dos anos anteriores, vai continuar a celebrar o 25 de Abril com um programa virado para a participação de todos os sabugalenses, iniciando-se às nove e meia da manhã com uma caminhada peddy paper, seguida de um almoço convívio, às 13.00 horas. O período das 15.00 às 19.00 horas, será preenchido com jogos tradicionais e para finalizar com uma sardinhada comunitária, no Largo do Rio Côa.

José Morgado Carvalho - «Terras entre Côa e Raia»Já é por mim recorrente, referir anualmente neste Blogue as iniciativas desta Junta de Freguesia neste dia (vide crónica de 25 de Abril de 2009).
O registo, deste acontecimento memorável, não deve ser esquecido, porque à Revolução dos Militares de Abril aderiu de imediato todo um Povo e permitiu a formação de partidos políticos e saída da clandestinidade do PCP.
Passados 36 anos, chega-se à triste conclusão de que a realização dos sonhos de Abril estão cada vez mais distantes.
Face à realidade actual, são os próprios Presidentes da Republica, pós-25 de Abril, que são unânimes em considerar que temos uma democracia portuguesa, sem qualidade e que o maior responsável tem sido o comportamento dos partidos políticos, que nasceram á sombra da Revolução e é também a convicção de muitos portugueses, crescendo cada vez mais associações cívicas apartidárias e independentes.
Só que são uma gota no Oceano, pois a partidocracia vigente, continua a ter os fiéis seguidores, infra-estruturas, máquinas partidárias e gordos financiamentos.
Como diz o poeta «o sonho comanda a vida e sempre que um homem sonha o mundo pula e avança», só que no estado em que se encontra o mundo e em especial Portugal cada vez temos menos sonhadores
Que a recordação de Abril, não deixe que se apague em nós a esperança.
«Terras entre Côa e Raia», opinião de José Morgado

morgadio46@gmail.com